Será que você é uma pessoa tóxica e não sabe?

Um casal na praia, com um homem ao fundo usando uma máscara contra gases tóxicos

Categoria: Autoestima

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Você já se perguntou “eu sou o problema?” quando as coisas continuamente dão errado em seus relacionamentos? Nesse caso, isso pode indicar que você é uma pessoa tóxica e não sabe.

Uma pessoa com traços tóxicos causa bastante conflito na vida das pessoas ao seu redor. Contudo, existem maneiras de avaliar esses comportamentos e mudá-los para melhor.

O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, 5ª edição (DSM-5) não lista a toxicidade como uma condição de saúde mental.

Porém, aqueles que vivem com transtornos de personalidade exibem traços e comportamentos que refletem sinais de toxicidade.

Se precisar de apoio, considere falar com um Psicólogo. Ele vai orientá-lo por meio de técnicas e práticas conscientes, e que vão melhorar seu bem-estar geral.

Evita discussões?

Alguém que apresenta comportamentos tóxicos não se envolve em discussões importantes. Devido a isso, os problemas geralmente ficam sem solução.

Leia também:  Eu me odeio: o que fazer para parar de se odiar?

Se você evita discutir assuntos importantes, então está recorrendo a métodos para fazer a outra pessoa se sentir menos confiante em si mesma.

Não assume responsabilidades?

Você acha difícil reconhecer seus erros ou culpar os outros por quaisquer deficiências que tenha?

Se você não consegue refletir sobre como seus comportamentos contribuem para os problemas que surgem, isso afetará seu crescimento pessoal.

Refletir sobre as decisões que você toma vai impactar positivamente como você se identifica.

Recusa-se a pedir desculpas?

Se você tem traços de personalidade tóxica, muitas vezes distorcerá a verdade para fazer parecer que é uma vítima, ou deslocará a culpa para outra pessoa.

Mesmo quando não há como evitar um erro, você se nega a pedir desculpas, cortando laços com aqueles de quem gosta.

Se confrontado com um problema, você provavelmente fica na defensiva em relação ao feedback, bem como ofendido pelas críticas.

A toxicidade também dificulta a escuta das perspectivas dos outros, levando-o a não se desculpar quando necessário.

Publicidade

Manipula os outros?

O comportamento tóxico inclui a manipulação de outras pessoas para ganho e controle pessoal.

Alguém que mente, exagera ou omite informações deseja levar alguém a fazer o que deseja. Ele também faz isso para influenciar uma opinião positiva de si mesmos nos outros.

A manipulação também inclui insultos, piadas sobre as sensibilidades de alguém e negação de afeto.

Outra forma de manipulação utilizada é o gaslighting, que ocorre quando alguém tenta fazer com que outra pessoa questione a própria realidade.

Leia também:  15 maneiras de como parar de se comparar com os outros

Se você tem comportamentos tóxicos, é bem provável que faça os outros desconfiarem de si mesmos e de suas experiências pessoais.

É inconsistente?

Ninguém é perfeito e todo mundo é inconsistente, às vezes. Mas, se você frequentemente exibe um comportamento inconsistente, as pessoas vão considerar isso como uma característica tóxica.

Se for difícil para você honrar compromissos ou promessas, isso afetará a forma como você é visto pelos seus familiares e amigos.

Se você é tipicamente inconsistente, poderá notar comportamentos impulsivos, oportunistas ou erráticos em si mesmo.

Embora esses sinais não sejam diferentes entre os gêneros, as mulheres tendem a ser julgadas com mais severidade pela inconsistência do próprio comportamento.

O que fazer se “você é o problema”?

Se você perceber que exibe comportamentos tóxicos, existem etapas que poderá seguir para mudar.

A mudança positiva melhorará seu relacionamento com seus amigos e familiares.

Algumas coisas que você deve considerar incluem:

Melhorar sua saúde mental

Se você perceber que comportamentos tóxicos afetam sua saúde mental e relacionamentos com outras pessoas, considere praticar exercícios de atenção plena, como respiração profunda e meditação.

Isso vai ajudá-lo a observar pensamentos e sentimentos que contribuem para sua experiência com os comportamentos tóxicos.

Você também pode considerar falar com um Psicólogo para ajudá-lo a lidar com pensamentos, sentimentos e comportamentos prejudiciais.

Oferecer sinceras desculpas

Quando fizer algo que justifique um pedido de desculpas, considere fazê-lo imediatamente. Se você cometer um erro, reconheça-o e peça desculpas.

Mostre que você está disposto a assumir a responsabilidade por suas ações, bem como estar aberto ao feedback dos outros.

Leia também:  Siga estes passos se quiser aprender a gostar de si mesmo

Pedir desculpas alivia a toxicidade da situação e cria memórias mais positivas com a outra pessoa. Um pedido de desculpas sincero também mostra aos outros que você está trabalhando em si mesmo.

Respeite os limites

Se você cruzar os limites, concentre-se em respeitá-los no futuro.

Você também deve se perguntar como alguém se sentiria se você fizesse ou dissesse algo. Fazer essa pergunta a si mesmo vai ajudá-lo a ser mais atencioso e respeitoso.

Assuma a responsabilidade

Em vez de culpar os outros por seus erros, assuma a responsabilidade, mesmo que seja desconfortável.

Todo mundo comete erros, e culpar os outros fará você parecer pior do que se admitisse a falha.

Uma das etapas mais importantes para consolidar uma mudança é reconhecer como suas ações impactam você e seus relacionamentos.

Assumir a responsabilidade geralmente envolve discussões desconfortáveis, mas ​​para que as pessoas ao seu redor saibam que você está arrependido e deseja mudar.

Palavras finais

A autorreflexão vai ajudá-lo a responder à pergunta: “eu sou o problema?”.

Se você perceber sinais de toxicidade em si mesmo, faça mudanças positivas para melhorar seus relacionamentos.

Reconhecer o problema é o primeiro passo para iniciar uma mudança positiva em sua vida. Só assim você estará no caminho certo.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *