Como definir limites saudáveis no relacionamento?

Foto em preto e branco de uma mulher com a mão em frente ao rosto

Categoria: Casamento

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Definir limites saudáveis no relacionamento é fundamental. Você encontrará limites em todos os tipos de relacionamento, desde amigos e familiares até colegas e breves conhecidos.

Não se pode vê-los, mas esses limites proporcionam uma sensação de respeito mútuo, proteção, expectativas e apoio. Embora sejam importantes em todas as áreas, eles são conturbados quando se trata de parcerias românticas.

Passar tanto tempo com alguém, e investir quantidades significativas de energia emocional na pessoa às vezes faz com que esses limites fiquem embaçados, especialmente naqueles primeiros dias inebriantes em que os níveis de excitação e objetivo de agradar estão altos.

Todos os relacionamentos saudáveis ​​têm limites

Quando se trata de uma vida como casal, considere que existam três entidades envolvidas:

  • Você;
  • Seu parceiro e;
  • O próprio relacionamento.

Os limites precisam ser definidos, e cada uma dessas três partes precisa ser sustentada, nutrida e se sentir respeitada.

Os exemplos a seguir se aplicam a parcerias românticas, mas também a qualquer relacionamento frequentemente comunicativo em que haja responsabilidade e expectativa de ambos os lados, como parceiros de negócios, pais ou parentes por afinidade.

Em relacionamentos saudáveis, ambas as pessoas:

  • Pedem permissão;
  • Levam em conta os sentimentos um do outro;
  • Mostram gratidão;
  • São honestos;
  • Dão espaço para a autonomia e evitam a codependência;
  • Mostram respeito pelas diferenças de opinião, perspectiva e sentimentos;
  • Assumem a responsabilidade por suas ações;
Leia também:  As 11 qualidades mais desejáveis ​​em um casamento de sucesso

Bons limites no relacionamento

Todo mundo tem seu próprio espaço e níveis de conforto quando se trata de limites.

Embora existam algumas regras básicas a serem consideradas ao se construir e manter limites saudáveis ​, o que funciona para uma pessoa pode não ser tão ideal para outra.

É importante lembrar que antes de encontrar um parceiro, você tem seus próprios padrões de comportamento aos quais se acostumou. Respeitar o espaço pessoal das pessoas é um limite muito importante em si.

Os limites entram em jogo em todos os aspectos dos relacionamentos íntimos, embora você possa achar que eles são mais importantes ou requerem um pouco mais de atenção em algumas circunstâncias do que em outras.

A quantidade de tempo que vocês passam juntos é outro fator importante a ser considerado, e isso provavelmente mudará ao longo do relacionamento.

O dinheiro é outro limite de relacionamento notável, assim como os acordos de sexo e relacionamento. Você acredita em monogamia?

Em caso afirmativo, o que constitui uma quebra de confiança? Se alguém sente que seu parceiro é realmente paquerador, e isso faz com que ele se sinta ameaçado, esse limite precisa ser renegociado.

Limites que não funcionam

Embora seja uma boa ideia estabelecer alguns limites, alguns não funcionam e podem ter um efeito negativo em um ou ambos os parceiros.

Estes limites tendem a se basear no controle, quando uma pessoa tenta restringir ou comandar as ações da outra.

Qualquer coisa que limite as opções de uma pessoa é insalubre. Pode ser em torno do tempo, da maneira como agimos, até mesmo da maneira como nos vestimos.

Não devemos confundir limites e controle, eles não são a mesma coisa”

Se alguém sente que um parceiro está colocando limites de maneira controladora, então há um problema com a comunicação em torno dos limites estabelecidos.

Limites também não devem ser implementados para tentar mudar um parceiro.

Leia também:  A amizade entre homem e mulher é possível?

Não se trata de tentar manipular as coisas negativas. Aceite-os por quem eles são. Se eles não estiverem certos e você não for compatível, deixe -os livres para conhecer outra pessoa.

Como estabelecer limites em um relacionamento

Há uma variedade de maneiras diferentes de estabelecer limites. Aqui estão quatro abordagens para você começar:

Comece cedo

É muito mais fácil introduzir limites no início de um relacionamento, em vez de anos depois.

Especialmente após hábitos e rotinas serem estabelecidos e ambos os parceiros estiverem mais envolvidos emocionalmente.

Mas se for um pouco tarde para essa dica, não se preocupe. A instalação de limites em qualquer momento ainda é melhor do que imposições, até desgastar completamente seu vínculo.

A conversa é fundamental

Não importa o quão estranho você possa se sentir falando sobre suas emoções ou trazendo à tona assuntos mais complicados , uma discussão bidirecional é vital na definição de limites.

A comunicação é a chave para os relacionamentos e você precisa conversar, mesmo que sejam coisas realmente difíceis de falar.

Publicidade

Essas discussões não apenas ajudam os dois parceiros a entenderem a extensão e as regras do limite, mas também oferecem uma oportunidade para explicar por que você valoriza um limite específico.

Essas conversas também podem ajudar a eliminar as preocupações pela raiz antes que se transformem em uma discussão completa.

Elas também não precisam acontecer toda semana. O importante é que você esteja se comunicando e reconhecendo quando precisa ter essa conversa.

Use declarações começando com “eu”

Como diz o velho ditado: não é o que você diz, mas como você diz. E isso definitivamente se aplica aos limites.

Toda comunicação precisa começar com “eu sinto”, caso contrário uma barreira defensiva por parte do outro é armada. Afinal ninguém quer ser criticado ou rejeitado.

E uma vez que essas barreiras defensivas surgem, será difícil colocar a conversa de volta nos trilhos. Trate os outros como você gostaria de ser tratado, então estabeleça limites com gentileza.

Leia também:  30 sinais de que uma esposa perdeu o interesse pelo marido

Dar exemplos mais específicos também ajuda a sustentar seu ponto de vista e fazer com que não pareça um ataque abrangente.

Exemplos de declarações “eu” feitas da maneira certa:

  • Eu me senti muito ____ quando isso acontece;
  • Eu sinto ___ quando você…

Exemplos de declarações feitas incorretamente:

  • Eu sei que você ___;
  • Você me fez ___.
  • Você sempre ___ para mim.

Tudo bem pedir espaço

Se você está apenas começando um relacionamento, ou já está com ele há algum tempo, é totalmente aceitável pedir um tempo.

Há uma chance de seu parceiro ver esse pedido como uma forma de rejeição, por isso é importante levar em consideração os sentimentos dele e explicar que esse não é o caso.

Fale sobre por que você precisa e por que é significativo para você. Reconheça como a outra pessoa pode se sentir.

Ter limites é um aspecto esperado e saudável de bons relacionamentos. Então não tenha medo de determinar onde eles estão para você, para seu parceiro e como casal.

Pense neles como uma estrutura em vez de diretrizes rígidas. Tudo é flexível e cada relacionamento é diferente, embora seja sempre importante lembrar que você nunca deve fazer nada apenas para agradar outra pessoa. Só faça as coisas que você quer quando estiver pronto.

Podem ocorrer situações que farão com que os limites mudem, incluindo:

  • Ter filhos;
  • Mudar de casa;
  • Começar um novo emprego ou;
  • Experimentar uma perda.

Em última análise, tudo se resume a como você lida com essas mudanças.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *