O que fazer quando o parceiro negar o que disse?

Mulher sentada na beira da cama pensativa, enquanto um homem está ao fundo deitado

Categoria: Casamento

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Você já teve essa experiência? Seu parceiro (ou alguém próximo a você) diz algo ofensivo, ou se comporta de maneira ofensiva, e depois quando confrontado, ele negar o que disse?

Ele afirma que você está inventando ou distorcendo a realidade. A negação pode então levar ao ataque, onde você é o errado e que julga mal.

A maioria de nós já teve essa experiência, e pode ser difícil e doloroso lidar com ela.

Quando seu parceiro nega ter feito o que te machucou, é como se uma parede de tijolos se erguesse no relacionamento, deixando-o sem saída. A parede impede a cura porque se o que te feriu nunca aconteceu (segundo o parceiro), então a possibilidade de ter seus sentimentos ouvidos ou reconhecidos está fora de questão.

Além disso, quando a negação está em ação, pode parecer que não há possibilidade de melhorar a situação, ou impedir que o que o feriu aconteça novamente.

É exasperante, enfurecedor e de partir o coração quando alguém próximo a você insiste em negar o que disse, ainda que que você o tenha ouvido claramente, e mais importante, que o incomodou.

Parece o fim da estrada, como se não houvesse para onde ir com sua dor e raiva . Você está apenas preso aos seus sentimentos ruins.

Com consciência, muita paciência e habilidade emocional, até mesmo a negação pode ser trabalhada. Se o que aconteceu pode ou não ter acontecido apenas em sua mente, você ainda pode falar sua verdade, mover o botão para frente e cuidar de si mesmo.

Leia também:  Como a crítica pode arruinar um bom relacionamento?

É claro que, em qualquer conversa, o que ouvimos está sendo filtrado por nossas próprias lentes e história pessoais, e nossa própria narrativa sobre a outra pessoa.

O que ouvimos é afetado pelo que está acontecendo naquele momento específico e por todos os anos de interações que tivemos com o parceiro. Cada um de nós ouve e experimenta algo diferente em todas as interações.

O que fica claro em trabalhar com terapia de casal é que, embora possa haver uma realidade externa, um conjunto de palavras que tecnicamente foram ditas, e que um gravador de áudio poderia reproduzir, o resto do que realmente aconteceu é criado em nossa própria mente.

E assim, sempre que estivermos absolutamente convencidos de que ouvimos certas palavras ou um determinado tom, queremos estar atentos ao fato de que estávamos ouvindo essas palavras, e esse tom, através de toda uma história de experiências, expectativas e feridas.

Nosso parceiro também está se lembrando dessas palavras e desse tom, através de toda uma história de experiências, expectativas e feridas. E sim, isso não muda o fato de que ouvimos o que ouvimos, embora ele possa negar o que disse.

Também temos certeza da dor que sentimos ao ouvi-la. Na nossa realidade, essa é a verdade. E assim, mantemos essa verdade e, ao mesmo tempo, reconhecemos que o que é real e o que é verdade são diferentes para cada um.

E, no entanto, o tipo de negação que estou abordando aqui é de uma variedade mais básica: o tipo que é simplesmente negação.

Você sabe quando vê: seu parceiro alegando que não fez o que fez, ou ele negar o que disse. Ou, que algo que eles colocaram em você, como raiva, não era realmente raiva, mesmo que pareça isso.

Leia também:  Os casamentos são destruídos pela distância emocional

A negação a que me refiro não é quando seu parceiro interpreta uma experiência de maneira diferente da sua. Estou me referindo ao tipo mais enlouquecedor, quando há uma recusa em admitir ou reconhecer o que realmente aconteceu.

Publicidade

Então, o que você pode fazer quando se depara com esse tipo de negação? Como você pode se proteger de se sentir fechado, segurando o saco de lixo emocional do qual deseja se livrar? Como você pode, em última análise, ter suas necessidades atendidas mesmo se ele negar o que disse?

  1. A primeira coisa a fazer quando você esbarra na negação, se puder suportar, é parar, respirar fundo e reconhecer o que está acontecendo dentro de você;
  2. Use declarações “eu” sempre que possível. Comece com as palavras “para mim” quando você falar da sua experiência. Por exemplo: “Eu ouvi você dizer isso e aquilo”, ou “Eu senti você com raiva” ou “Para mim, parecia raiva”;
  3. Deixe de fora as declarações “você disse isso” ou “você fez aquilo”. Isso diminuirá o calor do conflito e também facilitará a discussão sobre quem está certo sobre o que realmente aconteceu. Também pode diminuir a defesa do seu parceiro, da qual a negação faz parte. Assuma o que você ouviu e experimentou, em vez de acusar seu parceiro do que você tem certeza que aconteceu. Acusações nunca levam a nenhum lugar bom;
  4. Assim que você perceber que seu parceiro está negando, imediatamente livre-se de toda e qualquer batalha sobre o conteúdo do que realmente aconteceu. Abandone a conversa sobre qual versão da realidade é a verdadeira. Você não vencerá sua luta para estar certo, e não há nenhuma gravação para oferecer testemunho. Quanto mais você tentar convencer o outro do que realmente aconteceu, ou tentar fazer com que ele admita o que disse, mais frustrado, zangado e magoado você ficará, e menos provável será que você seja ouvido.
Leia também:  A maior razão pela qual seus relacionamentos não dão certo

Como, então, você ainda pode tentar obter o que precisa, quando todos os caminhos levam a um beco sem saída?

A coisa mais importante que você pode fazer diante da negação é permanecer firme em sua verdade e falar com seu próprio coração. O que você pode fazer é mudar a conversa para o que você quer e precisa no relacionamento.

A negação de seu parceiro não precisa impedi-lo de expressar suas próprias necessidades. O mais calmamente possível, diga ao seu parceiro o que você espera receber e experimentar no relacionamento.

A realidade é que você não vai receber um pedido de desculpas por ele negar o que disse, nem terá empatia pelo que você experimentou.

Mas você pode usar essa negação como uma oportunidade para ser claro sobre o que você precisa e deseja que aconteça daqui para frente. Como em: “O que eu realmente anseio é sentir que você está do meu lado, me sentir apoiado e encorajado”. Ou talvez: “Estou querendo sentir bondade de você, não julgamento”.

Enfrente a negação com a sua verdade.

O fato é que, quando você permanece conectado ao seu próprio coração, a si mesmo, e se coloca no seu lugar, independentemente da resposta do seu parceiro, a interação será um sucesso, não importa o que aconteça.

Você permanece leal à sua própria verdade, e isso, por si só, é uma vitória profunda.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *