Por que você deve evitar o relacionamento rebote?

Um homem em um relacionamento rebote lendo um livro com uma mulher na beira de um lago

Categoria: Casamento

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Um relacionamento rebote é um caso ou um relacionamento provisório usado para “superar” outro relacionamento romântico de longo prazo recentemente encerrado. No entanto, ele é uma escolha saudável ou uma estratégia de enfrentamento inadequada?

Características de um relacionamento rebote

Estes são alguns dos sinais de relacionamento rebote:

Publicidade
  • Comparações com um ex: o relacionamento rebote inclui a comparação de um parceiro atual com um ex, pois é um sinal de que esse término ainda está sendo trabalhado;
  • Medo de compromisso: alguém em um relacionamento rebote quer evitar compromisso;
  • Ritmo rápido: alguém em um relacionamento rebote acelera o processo de namoro para voltar ao estado íntimo e entrelaçado do relacionamento anterior.
Leia também:  Como a negligência emocional no relacionamento se manifesta?

Por que alguém busca um relacionamento rebote?

Para superar uma separação

Frequentemente, o relacionamento rebote tem a ver com uma pessoa que passou por um rompimento difícil e agora está tentando satisfazer suas necessidades sociais, físicas e emocionais.

Para formar uma nova conexão emocional

Uma pessoa também busca um relacionamento rebote para se conectar com outras pessoas e afirmar sua identidade, bem como sentir-se entusiasmado com a vida após um rompimento difícil.

Ter consciência das próprias necessidades e limitações emocionais após um rompimento é muito importante para manter o bem-estar mental, e pode ajudar a prevenir comportamentos prejudiciais para encobrir ou evitar emoções negativas.

Os homens são mais propensos ao relacionamento rebote

Os homens são mais propensos a se recuperarem e encontrarem alívio momentâneo no relacionamento rebote, especialmente quando não têm apoio social ou experimentam altos níveis de apego emocional com a ex.

Da mesma forma, o relacionamento rebote é mais comumente encontrado em comportamentos associados ao narcisismo e egocentrismo, onde os relacionamentos são usados ​​para “ganhar” ou conquistar o maior número possível de parceiras.

Quanto tempo dura um relacionamento rebote?

O relacionamento rebote normalmente dura entre um mês e um ano, e em alguns casos se transforma em relacionamento de longo prazo. Nestes cenários, ele deixa de ser um relacionamento reacionário e evolui para uma conexão séria que trata da construção de um futuro juntos.

Esses relacionamentos, como qualquer relacionamento saudável, são baseados no respeito mútuo, na confiança, no apoio ao crescimento mútuo e na compaixão.

Leia também:  Como melhorar a intimidade no relacionamento romântico?

O relacionamento rebote é uma coisa ruim?

Embora o relacionamento rebote ajude a amortecer a perda de um parceiro romântico de longo prazo, ele não deve ser usado para evitar o processo de cura. Infelizmente, muitos que recorrem à ele continuam a saltar de um relacionamento para outro para evitarem ficarem sozinhos.

O relacionamento rebote é pouco mais do que uma estratégia de enfrentamento tóxica socialmente condicionada (e às vezes aprendida na família de origem de uma pessoa). Outras razões para pensar duas vezes antes de se envolver em um relacionamento deste tipo incluem:

  • Usar a outra pessoa para gerenciar do próprio ego ou na tentativa de se sentir melhor;
  • Aumentar o status social ou a aceitação;
  • Evitar a responsabilização por sua parte no término de um relacionamento anterior;
  • Como forma de manter o emocional e evitar o crescimento.

Em última análise, se um relacionamento rebote é ou não uma escolha saudável ou uma estratégia de enfrentamento inadequada, tudo se resume à pessoa ser honesta consigo mesma e com suas motivações.

Impactos do relacionamento rebote

Na sua saúde mental

O relacionamento rebote é uma forma de afirmar um novo começo, mas também é destrutivo se você o usar para evitar as emoções dolorosas que acompanham o rompimento. Ele impede o processamento de um rompimento passado e evita o crescimento pessoal vinculado a vivência de emoções negativas.

Na saúde mental do seu parceiro

Se ambas as partes não estiverem conscientes sobre onde estão emocionalmente, e um membro estiver totalmente presente no relacionamento enquanto o outro apenas reage ao passado, isso será um desafio para o bem-estar de ambas as pessoas.

Leia também:  Comunicação no casamento: 3 erros comuns e como corrigi-los

Sentir-se rejeitado, invisível e confuso são reações comuns ao estar em um relacionamento rebote. É normal que isso ative sentimentos de insegurança.

Como saber se você está em um relacionamento rebote?

Se for você que precisa de um relacionamento rebote, pergunte-se o seguinte:

  • Estou remoendo um relacionamento passado?
  • O que eu aprendi com isso?
  • Sinto-me desconfortável se ficar sozinho?
  • Estou contando com outra pessoa para validar meu valor?

Se você está com alguém que precisa de um relacionamento rebote, pergunte-se o seguinte;

  • Minhas necessidades estão sendo atendidas nesta dinâmica?
  • Essa pessoa tem capacidade para o tipo de conexão que desejo?
  • Sinto-me solitário neste relacionamento?
  • Existe uma terceira pessoa neste relacionamento?

Palavras finais sobre o relacionamento rebote

Os términos são difíceis, mas se alguém recorre ao relacionamento rebote porque ainda não processou suas emoções ou não superou o relacionamento anterior, então pode ser difícil participar plenamente de um novo relacionamento.

O relacionamento rebote é, portanto, tipicamente de curta duração. Em alguns casos, porém, se ambos os parceiros conseguirem abandonar o passado e concentrarem-se um no outro, pode transformar-se numa relação séria e de longo prazo.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *