Sinais de que você está em um casamento tóxico

Várias máscaras contra gás penduradas

Categoria: Casamento

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Todo casamento tóxico começa com paixão e promessas de um futuro brilhante. Porém, em algum lugar ao longo do caminho para o “felizes para sempre”, as coisas dão errado. Sentimentos profundos de decepção, traição, infidelidade e confusão surgem com uma frequência alarmante. O amante que era confiável e idealizado, tornou-se um manipulador.

A maior parte dos homens e mulheres têm dificuldades para reconhecer os primeiros sinais de um casamento tóxico. Normalmente essas preocupações são deixadas de lado por serem confundidas com habituais “desentendimentos”. No entanto, essa confusão pode ser significativamente reduzida se você souber quais os sinais de alerta.

A seguir estão oito sinais que frequentemente aparecem em casamentos tóxicos. Quanto mais itens se aplicarem ao seu relacionamento ou parceiro, maior a probabilidade de que tudo se transforme em mágoa:

  1. Conflitos que envolvem interações depreciativas;
  2. Falta de apoio aos seus valores ou objetivos;
  3. Minimização das coisas que são importantes para você;
  4. Frequentemente zombaria;
  5. Vontade de terminar o relacionamento ou estar com outra pessoa;
  6. Temer passar mais tempo juntos;
  7. Vergonha de revelar o que acontece ao seu melhor amigo;
  8. Uso da culpa para conseguir o que se quer.
Leia também:  Como equilibrar amor e dinheiro no casamento?

Como evitar maus parceiros românticos?

Se você se identificou com vários dos itens anteriores, então pode estar se perguntando: “Como posso ter me envolvido com alguém assim?”. Bem, você não está sozinho. Felizmente, existem alguns indícios fáceis de identificar na personalidade e no caráter de seu interesse amoroso que podem ajudá-lo a evitar uma má escolha.

Narcisismo

Quando a outra pessoa tem fortes tendências narcisistas, você precisará proceder com cautela. O narcisismo aparece com mais frequência no egoísmo e no auto-engrandecimento, resultando em um casamento tóxico.

Desonestidade

Casamentos significativos e duradouros exigem confiança. A base para a confiança é construída na honestidade. Na fase inicial de um relacionamento romântico alguns homens e mulheres tendem a desconsiderar as demonstrações iniciais de desonestidade. Eles os racionalizam como pequenas infrações. Tal pensamento é ingênuo e leva à dor de cabeça.

Leia também:  Redes sociais: não faça essas coisas se estiver namorando

Ciúme crônico

Se o seu interesse amoroso é frequentemente ciumento, tenha certeza de que ele luta com profundas inseguranças. Essa pessoa espera a traição e ficará cada vez mais desconfiada com o tempo. Aparecerão argumentos intermináveis, defensividade, intimidade minguante e ressentimentos profundos.

Egoísmo extremo

O casamento saudável ​​envolve dar e receber. O indivíduo intensamente egoísta está mais preocupado com o receber, e não tanto com o dar. A menos que você goste de ser tratado como um caixa eletrônico emocional, evite o homem ou a mulher egoísta.

Por que você entrou em um casamento tóxico?

Muitas pessoas se encontram em um casamento tóxico e se perguntam como chegaram lá. Como eles deixaram passar os primeiros e óbvios sinais de que a pessoa por quem estavam atraídos era tão tóxica?

É um erro fácil de cometer quando, nos estágios iniciais de um romance, o brilho ofuscante da atração eclipsa o melhor julgamento sobre alguém. Assim, os sinais de alerta são ignorados ou descartados. Isso ocorre porque a intensa atração romântica diminui a atividade na amígdala, no posto de guarda do cérebro ou no sistema de detecção de alerta precoce. Essa pequena região do seu cérebro tem a tarefa de identificar ameaças ao seu bem-estar.

Publicidade

Há outro problema que contribui para ignorar os sinais de alerta. Na fase inicial de um romance, você não conhecerá muito bem o seu parceiro. Estando cheio de atração romântica e paixão desencadeada pelas qualidades genuinamente boas que você já viu, é fácil inconscientemente “preencher” as qualidades desconhecidas restantes de seu interesse amoroso, assumindo que todas as outras qualidades dele são igualmente virtuosas e desejáveis.

Leia também:  Por que alguém sempre escolhe o mesmo tipo de parceiro?

Isso é chamado de efeito halo. Halos podem ser tão intensos que nos cegam para os gigantescos sinais de alerta que, de outra forma, seriam notados se não estivéssemos tão apaixonados.

Conclusão sobre o casamento tóxico

Um casamento tóxico é emocionalmente desgastante, ocupa um tempo que você não pode recuperar, e muitas vezes acaba fazendo com que você se sinta pior consigo mesmo e pessimista em relação ao futuro.

Se você está em um relacionamento tóxico, é importante se libertar e seguir em frente com a vida. Melhor ainda, no entanto, é simplesmente evitar ficar atolado em intimidade tóxica.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *