As táticas mais utilizadas para esconder um caso extraconjugal

Mulher segurando a mão de um homem

Categoria: Infidelidade

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

A infidelidade em relacionamentos românticos é surpreendentemente comum. Somente neste ano de 2022, de 2% a 4% dos casais que atendi tiveram um episódio deste tipo. Depois de sintetizar os dados, descobri as principais táticas para esconder um caso extraconjugal.

Algumas pessoas usam a infidelidade como uma estratégia de saída, ou seja, como uma forma implícita de comunicar que deseja o rompimento da relação. Para outros, no entanto, esconder a infidelidade é uma prioridade.

Essas pessoas querem manter tanto o parceiro do relacionamento principal, quanto o do caso extraconjugal. Por ser o custo de se perder o relacionamento principal muito alto, farão de tudo para esconder a infidelidade.

As estratégias para esconder um caso extraconjugal mais utilizadas

As pessoas variam em quão criativas são para esconder a infidelidade e quanta energia colocam para impedir que o parceiro descubra a infidelidade. No entanto, o infiel costuma:

  • Ser discreto. A abordagem mais comumente endossada para manter um caso em segredo é ser discreto sobre as comunicações e reuniões, de modo a limitar a descoberta;
  • Remover as evidências digitais. No mundo tecnológico de hoje, as mensagens de texto ou fotos incriminatórias são facilmente acessadas em um telefone desprotegido. A pessoa que quer esconder um caso extraconjugal removerá qualquer evidência que a associe ao amante;
  • Manter comportamentos costumeiro. Comportamentos incomuns levantam suspeitas, então o infiel prestará atenção e trará seu eu típico nas interações com o parceiro. Independente do estilo, ele o manterá depois que o caso começa, eliminando as suspeitas;
  • Manter a mesma rotina. Além de manter os mesmos tipos de comportamento e conversa, o parceiro infiel mantém os mesmos hábitos e rotinas diárias. Mudanças na aparência, como um novo corte de cabelo, levanta suspeitas, assim como novas despesas não contabilizadas;
  • Usar os amigos como desculpas. Os amigos de um infiel passam a ter novas responsabilidades (quer saibam ou não do caso). Especificamente, não é incomum que o infiel os use para fornecer álibis ou desculpas críveis. Os amigos podem saber, ou não, que estão sendo a desculpa para esconder um caso extraconjugal;
  • Bloquear o acesso à vida online. Evidências concretas de infidelidade não são difíceis de encontrar nas mensagens de texto, e-mails, etc. Alterar senhas de redes sociais, por exemplo, são estratégias para reduzir as suspeitas de um caso extraconjugal;
  • Limitar o contato com o amante. A pessoa que deseja manter seu relacionamento primário limitará intencionalmente a frequência com que se encontra com seu amante. A atenção à frequência reduz a probabilidade de descoberta;
  • Aparentar inocência. Para esconder um caso extraconjugal, o infiel se certifica de nunca fazer perguntas sobre infidelidade ao seu parceiro, de modo a limitar as perguntas de retorno. Também tenta fazer parecer que está tudo bem adotando um novo hobby (inocente o suficiente) para reduzir a suspeita;
  • Aumentar a atenção ao parceiro principal. Uma maneira presumida de distrair o parceiro principal para que não fique desconfiado é enchê-lo de amor e atenção. Ser mais caloroso e generoso, por exemplo, são estratégias usadas para esconder um caso extraconjugal;
  • Mudar o e-mail ou telefone. Outra abordagem usada para gerenciar um caso é abrir contas secretas. Isso ajuda a proteger a comunicação com o amante e diminui a probabilidade de descoberta;
  • Apresentar o parceiro ao amante. Uma maneira bastante dramática da pessoa despistar o cheiro da infidelidade é apresentar o amante como amigo ou colega. Ao definir esse tipo de relacionamento, o parceiro infiel desvia as suspeitas.
Leia também:  Um homem casado pode ter ciúmes de sua amante?

Normalmente conhecemos nossos parceiros românticos muito bem, e eles nós. Por conta dessa intimidade o parceiro infiel leva uma boa vantagem em cobrir seus rastros. Ele aprende quais estratégias e táticas são mais eficientes, e quais parecerão artificiais e suspeitas.

A maioria adota, pelo menos, a combinação de sete das estratégias anteriormente citadas. Embora trabalhosa, adotar uma abordagem multifacetada é a maneira mais eficaz de esconder um caso extraconjugal.

Por isso a avaliação dos comportamentos do parceiro devem ser feitos de forma holística, não focada em uma estratégia em particular. Em outras palavras, vários sinais são mais informativos do que um comportamento.

Publicidade

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *