Os erros mais comuns após um relacionamento extraconjugal

Um homem sendo flagrado durante um relacionamento extraconjugal

Categoria: Infidelidade

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Descobrir um relacionamento extraconjugal é uma experiência devastadora para qualquer casamento. A dor, a desconfiança e a turbulência emocional deixam cicatrizes duradouras.

Quer tenha sido você o infiel, ou sido traído, lidar com as consequências é incrivelmente desafiador.

Se você precisa restabelecer a confiança quebrada, ou está na dúvida se vale a pena salvar o relacionamento, então evitar certos erros tornará a jornada mais tranquila.

Aqui estão cinco armadilhas comuns que você deve evitar após um caso de infidelidade:

Leia também:  6 sinais de infidelidade emocional

Manter segredos e reter informações

Após um caso de infidelidade, a honestidade é fundamental.

Embora a reação imediata seja ocultar detalhes para minimizar as consequências, isso será prejudicial.

A total transparência é a pedra angular na reconstrução da confiança.

Se você que foi o infiel, então é fundamental responder honestamente às perguntas do seu parceiro, bem como fornecer todas as informações necessárias.

O comportamento evasivo só fará com que duvidem da sua sinceridade.

Evitar buscar ajuda profissional

Muitas pessoas acreditam que podem lidar com as consequências de um caso extraconjugal sem ajuda externa.

No entanto, o peso emocional da traição é avassalador.

Um Psicólogo online qualificado oferecerá todo apoio e orientação necessária ​​durante este conturbado período.

A terapia de casal, por exemplo, fornece um espaço neutro onde ambos os parceiros podem discutir abertamente seus sentimentos, bem como encontrar maneiras de seguirem em frente.

Apressar o processo de cura

Reconstruir a confiança e reconectar-se emocionalmente não é algo que acontece da noite para o dia.

Leia também:  Como o narcisista infiel manipula a culpa nos casos de traição?

É um erro acreditar que as coisas voltarão ao normal rapidamente.

Pressionar o parceiro traído para “seguir em frente” ou “superar isso” é sinônimo de insensibilidade e contraproducente.

A cura requer tempo, paciência e esforço.

Publicidade

Cada indivíduo processa a dor de maneira diferente, e é essencial respeitar esse cronograma.

Tomar decisões no calor do momento

Depois da descoberta de uma traição, as emoções aumentam. Raiva, desespero, choque e confusão atrapalham a capacidade de julgamento.

Tomar decisões impulsivas, como terminar o relacionamento instantaneamente ou buscar vingança, levarão ao arrependimento mais tarde.

É crucial dar algum tempo para que as emoções se acalmem antes de tomar decisões significativas.

Considere buscar conselhos de amigos, familiares ou profissionais de confiança.

Comparar-se com outros casais

Cada relacionamento é único, e comparar sua situação com a de outras pessoas é enganoso.

Leia também:  Por que alguém casado não se divorcia para ficar com o amante?

Embora alguns casais encontrem forças e reconstruam vínculos após um caso de infidelidade, outros decidem que a separação é a melhor opção.

Ambas as escolhas são válidas, dependendo das circunstâncias específicas e dos sentimentos envolvidos.

No entanto, baseie as decisões no que é melhor para o seu relacionamento, e não nas expectativas da sociedade ou nas experiências dos outros.

Palavras finais

O caminho para a recuperação após um relacionamento extraconjugal é longo e repleto de desafios.

No entanto, ao evitar estes erros, você poderá encontrar clareza e, potencialmente, um caminho para a cura.

Quer a decisão seja reconstruir o relacionamento ou seguir caminhos separados, o mais importante é priorizar o bem-estar mental e garantir que quaisquer medidas tomadas sejam do melhor interesse para ambos.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *