Como utilizar a inteligência emocional no trabalho?

Uma mulher com alta inteligência emocional no trabalho sorrindo diante de sua equipe

Categoria: Inteligência emocional

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Inteligência emocional no trabalho é a capacidade de reconhecer, entender, gerenciar e compreender as emoções em si mesmo e nos outros.

É ela que nos ajuda a tomar decisões, resolver problemas e nos comunicarmos com os outros.

O termo foi cunhado por Psicólogos na década de 1990 e se espalhou rapidamente.

Antes disso, era comum ver as emoções e a inteligência como coisas opostas. Nas últimas décadas, no entanto, os pesquisadores que exploram a psicologia da emoção tornaram-se cada vez mais interessados ​​em cognição e afeto.

Publicidade

A inteligência emocional não é apenas fundamental para a comunicação interpessoal e a relações pessoas, mas também no mundo dos negócios.

Por que a inteligência emocional no trabalho é importante para o sucesso?

A psicologia da emoção e o conceito de inteligência emocional ganharam espaço com a publicação, em 1995, de “Inteligência emocional: por que ela importa mais do que o QI” de Daniel Goleman.

Goleman argumenta que a inteligência emocional no trabalho é um preditor crítico de sucesso na vida. Ela influencia o quão bem os funcionários interagem com seus colegas, gerenciam o estresse e lidam com conflitos.

Portanto, as competências emocionais desempenham um papel particularmente importante na vida profissional de todas as pessoas, bem como afeta o desempenho geral e a satisfação com o trabalho.

O conceito rapidamente atraiu a atenção de gerentes de recursos humanos e líderes empresariais.

Funcionários com pontuações mais altas em medidas de inteligência emocional no trabalho também tendem a ter uma classificação mais alta em medidas de funcionamento interpessoal, habilidades de liderança e gerenciamento de estresse.

Embora a inteligência tradicional esteja associada ao sucesso da liderança, ela sozinha não é suficiente. Pessoas bem-sucedidas profissionalmente não são apenas inteligentes, mas também têm uma alta inteligência emocional no trabalho.

Mas a inteligência emocional no trabalho não é apenas uma característica de CEOs e gerentes seniores.

Ela importante em todos os níveis da carreira de uma pessoa, desde estudantes universitários em busca de estágio até funcionários experientes que desejam assumir funções de liderança.

Leia também:  Quais são os sinais de baixa inteligência emocional?

Se você deseja ter sucesso no local de trabalho e subir na carreira, a inteligência emocional no trabalho é fundamental.

Por que a inteligência emocional no trabalho é importante?

A inteligência emocional no trabalho é amplamente reconhecida como uma habilidade valiosa, que melhora a comunicação, o gerenciamento, a solução de problemas e os relacionamentos no local de trabalho.

É também uma habilidade que pode ser aprimorada com treinamento e prática.

Pessoas com alta inteligência emocional no trabalho:

  • Tomam melhores decisões e resolvem problemas;
  • Mantém a calma quando estão sob pressão;
  • Resolvem conflitos;
  • Têm maior empatia
  • Ouvem, refletem e respondem a críticas construtivas.

Pessoas com baixa inteligência emocional no trabalho:

  • Desempenham o papel de vítima ou evitam assumir a responsabilidade pelos erros;
  • Têm estilos de comunicação passivos ou agressivos;
  • Recusam-se a trabalhar em equipe;
  • São excessivamente críticas com os outros;
  • Rejeitam as opiniões contrárias às suas.

Como ter mais inteligência emocional no trabalho?

Embora as habilidades emocionais sejam naturais para alguns, qualquer pessoa pode melhorar sua capacidade de compreensão e raciocínio.

Isso é particularmente útil no ambiente de trabalho, onde relacionamentos e decisões de negócios dependem de compreensão interpessoal, trabalho em equipe e comunicação.

Fatores como educação e personalidade também desempenham um grande papel no desenvolvimento da inteligência emocional no trabalho, mas é possível melhorá-la com esforço e prática.

Pessoas que treinam as principais competências emocionais mostram melhorias duradouras na inteligência emocional no trabalho. Elas também experimentaram:

  • Melhorias no bem-estar físico e mental;
  • Melhores relacionamentos sociais e;
  • Níveis mais baixos de cortisol.

Se você estiver interessado em melhorar suas habilidades de inteligência emocional no trabalho, preocupe-se em melhorar suas habilidades nas cinco categorias de inteligência emocional:

  1. Autoconsciência;
  2. Autorregulação;
  3. Habilidades sociais;
  4. Empatia;
  5. Motivação.

Torne-se mais autoconsciente

Um dos primeiros passos para melhorar as habilidades de inteligência emocional no trabalho é praticar o reconhecimento de suas próprias emoções.

A autoconsciência envolve estar ciente de diferentes aspectos de si mesmo, incluindo emoções e sentimentos.

Ela é um dos componentes fundamentais da inteligência emocional. Para reconhecê-la e entender suas causas, você precisa primeiro ser autoconsciente:

  • Preste atenção em como você está se sentindo: como essas emoções influenciam a sua reação? As coisas que você está sentindo têm impacto nas decisões que você toma ou na forma como você interage com os outros?
  • Faça um balanço das forças e fraquezas emocionais: quão bem você se comunica com os outros? Você sente impaciência, raiva ou aborrecimento com frequência? Quais são algumas maneiras pelas quais você pode lidar com esses sentimentos de maneira eficaz?
  • Lembre-se de que as emoções são passageiras: antes de reagir, lembre-se de que essas coisas são temporárias. Tomar decisões precipitadas com base em emoções intensas é prejudicial para seus objetivos e sucesso de longo prazo.
Leia também:  49 dicas de como melhorar a inteligência emocional

Pratique a autorregulação

A autorregulação é uma parte crítica da inteligência emocional. Estar ciente de suas emoções é um primeiro passo importante, mas você também precisa ser capaz de gerenciá-las.

As pessoas que possuem boa autorregulação são capazes de se adaptar bem a situações de mudança.

Elas esperam maneiras apropriadas de expressar as emoções em vez de reagir impulsivamente.

Para melhorar suas habilidades de autorregulação no local de trabalho:

  • Encontre técnicas para liberar o estresse no local de trabalho: ter hobbies fora do trabalho é um ótimo lugar para começar. O exercício físico também é uma maneira saudável de liberar o estresse;
  • Mantenha a calma: aceite o fato de que você não pode controlar tudo. Procure maneiras úteis de responder, de modo a evitar que as coisas piorem;
  • Pense antes de tomar decisões: as emoções vão dominá-lo no calor do momento. Você pode fazer uma escolha mais calma e racional se der a si mesmo tempo para considerar todas as possibilidades.

Melhore as habilidades sociais

Pessoas com alta inteligência emocional no trabalho também têm fortes habilidades sociais.

Por serem hábeis em reconhecer as emoções de outras pessoas, são capazes de responder adequadamente à situação.

As habilidades sociais são altamente valorizadas no local de trabalho porque levam a uma melhor comunicação e a uma cultura empresarial mais positiva.

Funcionários e líderes com grandes habilidades sociais são capazes de construir relacionamento com os colegas e comunicar suas ideias de forma eficaz.

Elas também não apenas trabalham bem em equipe, mas também são capazes de assumir papéis de liderança quando necessário.

Para aumentar suas habilidades sociais:

  • Ouça o que os outros têm a dizer: a escuta mostra que você é apaixonado por projetos de trabalho, bem como está disposto a trabalhar com outras pessoas para levar o grupo a atingir seus objetivos;
  • Preste atenção à comunicação não-verbal: os sinais que as pessoas enviam por meio de sua linguagem corporal transmitem muito sobre o que elas realmente pensam;
  • Aprimore suas habilidades de persuasão: ser capaz de exercer influência no local de trabalho e convencer os membros da equipe e supervisores a ouvir suas ideias ajudará bastante no avanço de sua carreira;
  • Evite o drama do escritório: evite a política mesquinha que às vezes toma conta do local de trabalho, mas também esteja ciente de que os conflitos nem sempre são evitáveis.
Leia também:  Os 7 hábitos de uma pessoa emocionalmente inteligente

Seja mais empático

Pessoas emocionalmente inteligentes são boas em se colocar no lugar de outras e entender como elas se sentem.

A empatia é mais do que apenas reconhecer como os outros estão se sentindo. Também envolve como você responde a essas emoções.

No ambiente de trabalho, a empatia permite entender as diferentes dinâmicas entre colegas e supervisores.

Também permite reconhecer quem detém o poder, e como isso influencia os comportamentos, sentimentos e interações.

  • Veja as coisas do ponto de vista da outra pessoa: em vez de permitir que os desentendimentos se transformem em grandes conflitos, passe algum tempo analisando a situação do ponto de vista de outra pessoa;
  • Preste atenção em como você responde aos outros: deixar os outros saberem que seus esforços têm mérito ajuda todos a se sentirem mais dispostos a fazer concessões.

Trabalhe em sua motivação

Outro componente chave da inteligência emocional no trabalho é a motivação intrínseca.

As pessoas que têm uma alta inteligência emocional no trabalho são mais motivadas a atingir objetivos para seu próprio bem.

Em vez de buscar recompensas externas, elas querem fazer coisas porque são apaixonadas e as consideram gratificantes.

Dinheiro, status e aclamação são legais, mas as pessoas altamente bem-sucedidas no local de trabalho geralmente são motivadas por algo mais do que isso.

Elas são apaixonados pelo que fazem, são comprometidos com o trabalho, adoram enfrentar novos desafios e seu entusiasmo parece contagiante.

Não desistem diante dos obstáculos e são capazes de inspirar outras pessoas a trabalharem duro, bem como persistirem para alcançar os objetivos.

  • Concentre-se no que você ama em seu trabalho: provavelmente existem coisas em seu trabalho que você ama e coisas que odeia. Identifique esses componentes do seu trabalho e inspire-se neles;
  • Mantenha uma atitude positiva: observe como as pessoas otimistas inspiram e motivam os outros. Adotar esse tipo de atitude vai ajudá-lo a se sentir mais positivo em relação ao seu trabalho.

Palavras finais

A inteligência emocional no trabalho desempenha um papel importante não apenas no bem-estar, mas também no seu sucesso profissional.

Felizmente, há uma série de lições que você pode tirar da psicologia emocional, que lhe permitirão melhorar sua inteligência emocional no trabalho e promoverão maiores competências emocionais.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *