Os 7 hábitos de uma pessoa emocionalmente inteligente

Uma mulher de óculos oferecendo suporte emocional para um homem

Categoria: Inteligência emocional

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

O filósofo Aristóteles descreveu o que significa ser uma pessoa emocionalmente inteligente centenas de anos atrás, mesmo antes de o termo se tornar popular. Ele disse:

“Qualquer um pode ficar com raiva, isso é fácil. O difícil é ficar com raiva da pessoa certa, na medida certa, na hora certa, pelo propósito certo e da maneira certa.”

A citação resume perfeitamente um conceito que se tornou um tema para a psicologia, a educação e os negócios: inteligência emocional.

Uma pessoa emocionalmente inteligente tem uma série de hábitos e comportamentos que contribuem para a capacidade de gerir as próprias emoções, bem como compreender os sentimentos dos outros.

Você conhece alguém profundamente sintonizado com os próprios sentimentos, capaz de expressar emoções de maneira adequada, além de ter empatia e compreensão de como os outros estão se sentindo?

Essa pessoa é provavelmente um indivíduo muito inteligente emocionalmente.

Quatro habilidades fundamentais para se ter uma boa inteligência emocional:

  1. Perceber emoções;
  2. Raciocinar com as emoções;
  3. Compreender as emoções;
  4. Gerir emoções.

O primeiro item, perceber emoções, é considerado o mais básico ou o primeiro nível da inteligência emocional, enquanto o último item, gerir emoções, é considerado o nível mais alto.

Todos eles envolvem a capacidade de gerenciar suas emoções e as emoções dos outros.

Confira as coisas mais importantes que uma pessoa emocionalmente inteligente faz, de modo que você também possa fazer dessas coisas um hábito:

Leia também:  Quais são os sinais de baixa inteligência emocional?

A autoconsciência

A autoconsciência é um dos principais componentes da inteligência emocional. Ela envolve a capacidade de reconhecer humores, emoções e sentimentos.

Parte da autoconsciência também envolve estar ciente de como suas emoções e humores influenciam outras pessoas.

Essa capacidade de monitorar seus próprios estados emocionais é um requisito básico para a inteligência emocional.

Publicidade

A empatia

A empatia é outro dos principais elementos da inteligência emocional. Ela compreende a capacidade de entender as emoções de outras pessoas.

Para interagir com outras pessoas em vários domínios da vida, como no trabalho ou na escola, é fundamental saber o que elas estão sentindo.

Se um colega de trabalho estiver chateado ou frustrado, saber o que ele está sentindo dá uma ideia muito melhor de como responder.

A autorregulação

Compreender suas emoções é ótimo, mas não é particularmente útil se você não puder fazer uso desse conhecimento.

Pessoas emocionalmente inteligentes pensam antes de agir impulsivamente. Elas estão em sintonia com o que sentem, mas não permitem que as emoções comandem suas vidas.

A motivação

Pessoas emocionalmente inteligentes são motivadas para alcançar seus objetivos, isto é, capazes de gerenciar seus comportamentos e sentimentos para alcançar o sucesso a longo prazo.

Elas podem estar nervosas em fazer uma mudança na vida, mas sabem que controlar esse medo é importante.

Ao dar um salto e fazer a mudança, elas sabem que tornarão suas vidas melhores e chegarão um passo mais perto de atingir os objetivos.

A habilidade social

Pessoas emocionalmente inteligentes têm fortes habilidades sociais, provavelmente porque estão tão sintonizadas com seus próprios sentimentos quanto com os dos outros.

Elas sabem como lidar com os outros de forma eficaz, bem como investem em manter relações sociais saudáveis ​​e ajudar as pessoas ao redor a terem sucesso.

A expressividade

Às vezes, as pessoas são empáticas e sintonizadas com suas emoções, mas lutam para compartilhar esses sentimentos com os outros.

Leia também:  Como utilizar a inteligência emocional no trabalho?

Os emocionalmente inteligentes não apenas entendem os sentimentos, mas também sabem como expressá-los adequadamente.

O que exatamente quero dizer com apropriadamente?

Imagine, por exemplo, que você acabou de ter um dia particularmente ruim no trabalho. Você está cansado, frustrado e zangado com o andamento de uma reunião importante.

Uma expressão inadequada envolve voltar para casa e entrar em uma discussão com seu cônjuge, ou enviar um e-mail desagradável para seu chefe.

A reação emocional mais apropriada seria discutir suas frustrações com seu cônjuge, liberar um pouco da tensão correndo, e elaborar um plano para tornar o dia seguinte melhor do que o anterior.

A perceptividade

Imagine que você está ficando frustrado e com raiva de um colega de trabalho. Ao avaliar seus sentimentos, analise com o que você está realmente chateado.

Você está bravo com as ações de seu colega de trabalho, ou sua raiva vem de frustrações subjacentes e pressão de um chefe que colocou muito trabalho e responsabilidade em você?

Pessoas emocionalmente inteligentes são capazes de olhar para a situação e identificar corretamente a verdadeira fonte de seus sentimentos.

A princípio, isso parece uma tarefa fácil, mas a realidade é que nossa vida emocional é complicada e confusa.

Localizar a fonte exata dos sentimentos é particularmente complicado quando você está lidando com emoções fortes, como amor e raiva.

Como se tornar uma pessoa emocionalmente inteligente?

Ao contrário da crença popular, é possível aprender e fortalecer a inteligência emocional.

Para começar, reflita sobre seu nível de autoconsciência. Por exemplo, você está ciente de suas emoções? Você entende como elas impactam suas crenças e seus comportamentos? Você percebe como seus comportamentos afetam os outros ao seu redor?

Tornar-se consciente de como pensamos e sentimos, e como nossas ações afetam os outros, é uma grande base para construir inteligência emocional.

As técnicas de atenção plena ajudam a se tornar mais presente com os pensamentos e emoções. Em vez de gritar com alguém quando estiver chateado, use uma técnica de respiração profunda e ganhe algum tempo.

Leia também:  Como a inteligência emocional reflete o controle das emoções?

Assim poderá repensar sua estratégia e reagir com mais compreensão.

A terapia também está associada à melhoria da inteligência emocional. Ela é uma forma de intervenção na qual aprendemos a regular as emoções.

Um Psicólogo ensinará a você mecanismos de enfrentamento saudáveis ​​para lidar com emoções difíceis e melhorar seus relacionamentos.

Programas de aprendizagem social e emocional podem ser implementados nas escolas, de modo a ensinar as crianças a serem emocionalmente competentes.

Esses programas ajudam as pessoas a desenvolver o senso de identidade, fortalecer as habilidades de comunicação, usar a empatia e atingir objetivos pessoais.

Testes de inteligência emocional

Existem testes online que determinam um nível de inteligência emocional com base em suas respostas a várias perguntas.

Eles geralmente são de múltipla escolha, onde perguntam quais seriam suas reações em situações hipotéticas.

Por exemplo, você responde a uma discussão confrontando a outra pessoa, se fechando ou se desculpando? Quando você toma uma decisão importante, você procrastina, deixa alguém decidir ou segue seu instinto?

Estes são exemplos dos tipos de perguntas que você encontrará nos testes de inteligência emocional.

Lembre-se, porém, de que existem mais fatores que determinam a inteligência emocional do que um teste online pode computar.

No entanto, um teste fará você pensar sobre quais habilidades emocionais são mais fortes e quais áreas precisa melhorar.

Palavras finais

A inteligência emocional é essencial para entender a si mesmo e lidar com seu mundo social com sucesso.

Enquanto algumas pessoas tendem a obter essas habilidades naturalmente, outras precisam desenvolvê-las por meio de estratégias que fortaleçam suas habilidades.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *