Os benefícios terapêuticos pessoais da profissão de Psicólogo

Um Psicólogo estudando sobre os benefícios terapêuticos de ser um Psicólogo

Categoria: Psicólogo online

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

O campo da terapia se concentra em ajudar os pacientes a lidarem com seus próprios desafios relacionais, somáticos (de base física), emocionais e psicológicos.

No entanto, isto ignora que o processo terapêutico no seu nível mais fundamental não é uma via de sentido único.

Como Psicólogo, posso atestar que também obtenho profundos benefícios terapêuticos pessoais da profissão.

Aqui estão 5 razões principais para isso:

Empatia e tomada de perspectiva

Uma das habilidades mais fundamentais que os Psicólogos desenvolvem é a empatia.

Ou seja, a capacidade de compreender profundamente e compartilhar os sentimentos de outra pessoa.

À medida que eles se envolvem com pacientes de diversas origens e experiências, praticam continuamente o colocar-se no lugar deles.

Essa habilidade torna-se um trunfo pessoal, à medida aprendem a ver suas próprias vidas com mais empatia.

Este empático intercâmbio promove o crescimento pessoal, a autoconsciência e uma perspectiva mais ampla sobre os desafios da vida.

Leia também:  Quais as diferenças entre psicoterapeuta e Psicólogo?

Como exemplo pessoal, depois de ter ajudado um paciente, casal ou família numa situação específica, me senti mais preparado para lidar sozinho com um problema semelhante, bem como apoiar um ente querido ou amigo.

Comunicação aprimorada e habilidades interpessoais

Os Psicólogos refinam suas habilidades de comunicação e habilidades interpessoais durante discussões e as complexas situações emocionais com os pacientes.

Publicidade

A proficiência desenvolvida a partir de milhares de horas de escuta ativa , interpretação de pistas não-verbais e diálogo eficaz são transferidas para os relacionamentos pessoais dos Psicólogos.

A comunicação melhorada promove conexões mais profundas, reduz mal-entendidos e aumenta a intimidade emocional com amigos, familiares, colegas e parceiros.

Autorreflexão e crescimento pessoal

Os Psicólogos incentivam seus pacientes a refletirem e trabalharem no crescimento pessoal.

Da mesma forma, eles também fazem da autorreflexão um componente crucial do seu desenvolvimento profissional.

Por meio de treinamento contínuo, supervisão, autoanálise, consulta de pares e educação adicional, os Psicólogos (especialmente os bons) avaliam continuamente suas técnicas, habilidades e abordagens.

Esta jornada de autoaperfeiçoamento não só aprimora suas habilidades profissionais, mas também promove seu desenvolvimento pessoal.

Validação e cumprimento

Ajudar os pacientes a alcançarem avanços e testemunharem o progresso proporciona aos Psicólogos um profundo sentimento de realização.

Quando entro em contato com isso, começo a acreditar que se não precisasse de dinheiro para pagar contas, poderia ver um mundo onde escolheria trabalhar de graça, pelo menos por algumas horas, regularmente.

Esta recompensa emocional valida o propósito do Psicólogo e reforça o seu próprio bem-estar.

O impacto positivo que temos sobre os outros aumenta a nossa autoestima e gera um sentido de profundo significado no nosso trabalho, levando a um aumento da satisfação com a vida.

Leia também:  Quando o Psicólogo pode se recusar a atender um paciente?

Isso, por sua vez, também melhora a qualidade da terapia oferecida.

Resiliência e estratégias de enfrentamento

Os Psicólogos lidam com pacientes que enfrentam adversidades, traumas e estresse.

Ao ajudá-los a desenvolver estratégias de enfrentamento, os Psicólogos também adquirem eles próprios um repertório de mecanismos de enfrentamento eficazes.

Estas ferramentas revelam-se inestimáveis ​​na gestão dos seus próprios desafios, traumas e fatores de estresse, contribuindo assim para a sua resiliência emocional e saúde mental geral.

Desestigmatizando a Saúde Mental

Como defensores da conscientização sobre a saúde mental, os Psicólogos participam ativamente de conversas desestigmatizantes.

Ao partilhar a sua identidade e experiências profissionais, eles contribuem para reduzir o estigma social e criarem um ambiente de conversa aberta.

Por sua vez, este ambiente os beneficiam, pois encontram maior aceitação e apoio ao discutir o próprio bem-estar mental e emocional, bem como inspiram outros a fazerem o mesmo.

Limites e autocuidado

Os Psicólogos enfatizam a importância dos pacientes em estabelecer limites saudáveis ​​quando necessário, bem como de praticar o autocuidado.

Esses princípios tornam-se mantras pessoais, orientando-os a estabelecerem limites em suas próprias vidas e priorizar o próprio bem-estar.

Quando reflito pessoalmente sobre o meu trabalho, percebo que, embora fale com pacientes, também falo comigo mesmo.

Muitas vezes experimentei desafios semelhantes aos que eles trazem para mim.

Por exemplo, o lembrete constante para manter um equilíbrio entre vida pessoal e profissional incentiva os Psicólogos a levarem uma vida mais saudável e gratificante, melhorando a qualidade do seu trabalho.

Leia também:  Guia para encontrar um Psicólogo online grátis ou de baixo custo

Conclusão

Fazer terapia e ver meus pacientes se curarem e crescerem me ajudou a curar uma parte de mim que tem lutado da mesma forma que eles.

Afinal, somos todos humanos, e ser humano é difícil para todos em alguns aspectos.

Este benefício mútuo do crescimento emocional e do autoaperfeiçoamento exemplifica a natureza única da profissão que estou imensamente grato por ter escolhido.

Além do nosso papel como curadores, os Psicólogos ganham empatia, habilidades de comunicação, crescimento pessoal, validação, resiliência e estratégias de enfrentamento, bem como contribuem para a mudança micro e macrossocial ao desestigmatizar as conversas sobre saúde mental.

À medida que os Psicólogos fornecem apoio terapêutico aos seus pacientes, podem simultaneamente encontrar consolo terapêutico nas suas próprias jornadas, criando um ciclo harmonioso de cura e crescimento.

Tenho imensa sorte de fazer parte disso, e os pacientes também devem se beneficiar: quanto mais terapêutico for o trabalho para o próprio Psicólogo, melhor será o serviço que prestarão.

Por sua vez, isto fará com que os pacientes se curem mais rapidamente e, portanto, será mais terapêuticos para o terapeuta, criando um volante positivo de cura para o mundo.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *