A mulher sentada à sua frente pode ser uma psicopata

Mulher com um vestido branco sentada de frente e em uma poltrona verde

Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

“As aparências enganam” é um aforismo que descreve o rosto e a aparência geral de uma mulher psicopata. Filmes, reportagens de jornais e fotos na internet evocam imagens de psicopatas tão monstruosas quanto suas ações. Isso geralmente não é o caso.

A mulher psicopata parece melhor do que o resto de nós. Ela é camuflagem no seu melhor.

Os olhos são as janelas da alma

Se você quiser uma pista, pode encontrá-la nos olhos da psicopata. Mas, novamente, isso é muito difícil de ver, especialmente se ela estiver no “make”. Quando as pessoas falam, somos distraídos pelos movimentos do rosto.

Os olhos da psicopata vão traí-lo. Eles são descritos como intensos, penetrantes, predatórios, hipnóticos, sem remorsos e sem emoção. Porém, é provável que você nunca os veja, já que será mais influenciado pelo que ela disser, que é completamente diferente do que está acontecendo em sua mente.

Leia também:  Rótulos como narcisistas e psicopatas no discurso popular

As duas típicas psicopatas

Há duas categorias de mulher psicopata: parasita passiva e predadoras agressivas.

A parasita passiva

Ela tem a aparência de estar deprimida. Seu rosto é pálido, com uma tez incolor, e seus braços flácidos pendem de ombros flácidos. As pálpebras pesadas emolduram um olhar inexpressivo, um rosto que não é nem feliz nem triste. A aparência é desgrenhada, com roupas puídas, cabelo desarrumado e até sapatos velhos e gastos.

Em uma conversa, ela menciona como foi injustiçada ao longo da vida. Seus comentários autodepreciativos parecem engraçados. Seu porte impotente dá uma aparência de “pobre de mim”. Ela parece inofensiva enquanto sua mente se agita incansavelmente para ver o que pode obter de você e como você atenderá às suas necessidades.

Quando estiver pronta, começará a sangrar você lentamente. Só ela conhece seu plano e como irá executá-lo.

Leia também:  Como identificar um psicopata durante a entrevista de emprego?

A predadora agressiva

Ela já sabe o que está procurando quando põe os olhos em você. Tem um charme inegável e pegará você desprevenido enquanto ataca com vigor, ela vem com força. Suas palavras são reconfortantes, suaves e convincentes. Seus olhos sensuais vão seduzi-lo à primeira vista.

A língua simplória o inundará com suas ideias e realizações, ela parece invencível. Não vai parar por nada, e irá persegui-lo até conseguir o que deseja. Você é o alvo, só não sabe disso.

Ela é a atriz que está dando show, e fará o que for mais conveniente para obter os mais rápidos resultados. Ou seja, para obter o que ela quer de você. Ela virá meticulosamente vestida para a gala corporativa e arquibancada antes dos figurões, procurando a promoção imerecida.

Leia também:  É por essas razões que o psicopata não pode ser curado

Ou ela aparecerá casualmente para vê-lo, vestindo roupas que chamam a atenção, como uma blusa com um decote profundo que convida a aproximação. Ela está alegre e pronta para brincar. Você pertence à ela.

Seja a parasita passiva ou a predadora agressiva, a mulher psicopata acredita que tem o direito de tirar o que quiser de você. Depois que ela o vencer, manifestará um sorriso revelador em seu rosto, um sinal de seu prazer desdenhoso que proporciona uma satisfação passageira.

Ela sabe que o usou, mas nunca vai admitir isso. O que aconteceu é que você foi manipulado e explorado por uma mulher psicopata.

Publicidade

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *