A natureza intrínseca da mentira e manipulação nos psicopatas

Um psicopata mentiroso e manipulador tentando controlar o mundo

Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Às vezes encontramos pessoas que são manipuladoras e desonestas. Porém, a mentira e manipulação nos psicopatas são características permanentes e generalizadas.

Eles as incorporam o tempo todo e em todas as interações.

Os psicopatas são indivíduos incansavelmente manipuladores e desonestos, com traços de caráter tóxicos, como mentira e insinceridade, firmemente enraizados em sua psique.

Eles vêem toda e qualquer interação com outras pessoas como uma oportunidade potencial para manipulação, engano e abuso de outras pessoas.

Esta é uma razão pela qual indivíduos psicopatas são pessoas muito perigosas de se conviver, bem como por que você deve eliminá-los de sua vida assim que os identificar.

Psicopatas são mentirosos compulsivos

Essa característica geralmente não demora muito para ser detectada.

Se você aplicar qualquer tipo de pensamento crítico sobre o eles dizem, descobrirá rapidamente que mentem constantemente sobre tudo e qualquer coisa.

Aqui estão algumas das inúmeras maneiras diferentes onde isso se manifesta:

  • Mentir sobre todos os detalhes, desde o que comeram no café da manhã, onde estavam no período da tarde, suas finanças atuais ou passadas, e até se já traíram alguém;
  • Mentir para as autoridades para evitar problemas;
  • Mentir em formulários de emprego e em entrevistas (muitas vezes descaradamente);
  • Mentir no local de trabalho para evitar punição ou para difamar outras pessoas;
  • Ser caloroso e encantador na frente das pessoas e falar mal delas pelas costas, literalmente segundos depois;
  • Mentir sobre seu passado, seja para encobrir erros ou para parecerem mais importantes e bem-sucedidos do que são;
  • Cometer fraudes financeiras, de identidade, etc;
  • Mentir por omissão, onde o psicopata engana não pelo que diz, mas pelo que não diz, pelo que deixa de fora.
Leia também:  O que faz um psicopata sofrer?

No entanto, para eles, parece que mentir não é apenas um meio para atingir um fim, mas um fim em si mesmo.

Os psicopatas mentem mesmo quando não precisam mentir; eles gostam de mentir apenas por mentir. Mentiroso compulsivo ou mentiroso patológico são dois termos frequentemente usados ​​para descrever essa tendência implacável.

Eles inventam mentiras mais rápido do que você consegue questioná-los e constantemente culpam os outros: a culpa nunca é deles.

Mesmo quando são pegos mentindo, não expressam remorso ou constrangimento.

Qualquer pessoa que esteja próximo de um psicopata por muito tempo se identificará com isso: há uma barragem implacável de mentiras, não apenas sobre coisas “grandes” (história passada, traição, etc.), mas até mesmo sobre pequenas coisas sobre as quais nem precisa ser mentido.

Os psicopatas mentem de forma muito convincente, olhando diretamente nos olhos enquanto contam uma ficção completa, jurando que estão dizendo a verdade.

Geralmente é muito difícil perceber o que eles fazem, tal é a suavidade e a ousadia com que conseguem mentir.

Por isso é sempre importante verificar o que um suposto psicopata está lhe dizendo a partir de outra fonte.

Psicopatas são manipuladores

Essa característica se assemelha muito com a característica da mentira, uma vez que a manipulação é quase sempre, por definição, realizada por meio do constante engano.

Leia também:  O que acontece quando um narcisista encontra um psicopata?

Porém, o principal ponto a enfatizar é a difusão dos comportamentos manipuladores dos psicopatas, na medida em que não existem interações inocentes e livres com eles.

Eles procuram informações e fraquezas que possam usar contra você ou outras pessoas.

Toda e qualquer comunicação é uma oportunidade para abuso, engano e manipulação.

Aqui estão mais alguns aspectos e contextos relativos à natureza manipuladora dos psicopatas:

  • Os psicopatas veem os outros não como pessoas com sentimentos, necessidades e desejos separados, mas como objetos a serem manipulados e usados ​​para seus próprios fins;
  • Os psicopatas são muito simplistas, carismáticos e encantadores, ao ponto de manipularem e influenciarem os outros de forma muito eficaz, tanto para fazerem coisas por eles como para estarem “do seu lado”;
  • Os psicopatas demonstram um ótimo desempenho para as pessoas que acabaram de conhecer, tanto socialmente quanto em entrevistas de emprego, sendo tudo o que alguém deseja que sejam naquele momento;
  • Embora alguns psicopatas permaneçam dentro dos limites da lei, muitos não o fazem e têm uma mentalidade criminosa. Eles cometem fraudes, roubam dinheiro, pedem dinheiro emprestado que nunca é reembolsado, privam pensionistas/investidores das poupanças, lidam com produtos roubados/falsificados e assim por diante;
  • Sempre que um psicopata está imerso em qualquer tipo de ambiente de grupo, ele rapidamente começará a “trabalhar” esse ambiente (manipulando/enganando os outros, jogando as pessoas umas contra as outras, buscando favores e privilégios, lançando campanhas difamatórias, etc.);
  • Os psicopatas no local de trabalho também são muito hábeis em disputar caminho com os superiores, fazerem política, manipularem os outros e abrirem caminho para posições de poder crescente;
  • Em relacionamentos românticos, os psicopatas manipularão os outros para obter dinheiro e outros recursos dos amantes. Muitas vezes, combinando engano e charme manipulador para usar os parceiros em seu próprio benefício, enquanto escondem coisas feias dos outros.
Leia também:  O que acontecerá se você se apaixonar por uma mulher psicopata?

Além disso, a manipulação por um psicopata não é feita inconscientemente, mas com plena consciência do que estão fazendo e por quê.

Psicopatas são indivíduos extremamente egoístas, egocêntricos, sem remorso, e sabem exatamente o que estão fazendo.

A boa notícia é que o comportamento manipulador de um psicopata não passa despercebido por todos.

Geralmente haverá mais uma ou duas pessoas observadoras que verão o quão manipulador o psicopata é, e ficarão espantadas ao ver como ele é capaz de enganar, manipular e controlar.

Psicopatas como instintivamente mentirosos e manipuladores

Os psicopatas não são indivíduos mentirosos compulsivos e manipuladores de forma passageira ou superficial. Pelo contrário, eles incorporam instintiva e automaticamente essas características.

Eles fazem isso tão automaticamente quanto as pessoas normais respiram ou digerem os alimentos.

A manipulação e o engano estão embutidos em suas psiques como uma pedra angular crucial de sua constituição psicológica.

Portanto, enquanto a linha de base geral de uma pessoa normal é mais ou menos a verdade e a honestidade, a linha de base de um psicopata é a mentira e a manipulação dos outros.

Publicidade

Enquanto a maioria das pessoas normais se força a mentir e a manipular sistematicamente os outros, os psicopatas fazem isso naturalmente, como sua configuração “padrão”.

Quando você entende isso, vê o quão doentias e invertidas são as mentalidades dessas pessoas, e é por isso que é uma experiência tão “louca” estar perto delas por um longo período.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *