É por essas razões que o psicopata não pode ser curado

Asfalto rachado sendo remendado com um band-aid

Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Como muitos traços de personalidade, a psicopatia é um espectro. Estima-se que cerca de 1-2% dos homens, e 0,3-0,7% das mulheres na população em geral sejam verdadeiros psicopatas.

Pessoas que experimentam traços psicopáticos, como crueldade, carisma, impulsividade e persuasão, tendem a viver bem a vida. Até mesmo psicopatas melhor desenvolvidos podem ter muito sucesso, e eles simplesmente nunca serão iguais a todos os outros.

Leia também:  Os psicopatas violentos são uma minoria

O que diferencia um verdadeiro psicopata do resto da população é a falta de empatia. Eles nunca serão capazes de simpatizar com os sentimentos de outra pessoa, ou preocupar-se com o fato de outra pessoa estar sofrendo enquanto eles prosperam.

Na verdade, um psicopata gosta de se sentir superior enquanto causa o caos para outras pessoas.

A falta de empatia não é um problema para um psicopata, e eles nunca acreditarão que há algo errado com eles. Por essa lógica, se você está preocupado em ser um psicopata, isso significa que você não pode sê-lo.

Também significa que um verdadeiro psicopata nunca pode ser “curado”. As pessoas com transtornos de personalidade não podem e não vão mudar.

As pessoas com características de narcisismo, maquiavelismo e psicopatia geralmente são boas em fingir ser o que não são. Por exemplo, mesmo se fossem coagidos a ir à terapia, eles seriam capazes de manipular e enganar seus Psicólogos.

Leia também:  Perguntas e respostas frequentes sobre os psicopatas

Os psicopatas orquestram um show, colocam um falso eu na frente do Psicólogo, e sabem como manipular o cônjuge, deixando-o extremamente instável.

Os psicopatas não temem punição ou estigmatização social. Eles não sentem a necessidade de se ajustar às normas sociais, portanto, as expectativas da sociedade não têm impacto sobre seu comportamento.

Publicidade

É por isso que, quando condenados por crimes, a punição não tem impacto sobre eles. É incrivelmente difícil reabilitar um psicopata adulto na prisão.

Um tratamento baseado em recompensa, como dar a eles sua comida favorita ou videogame, caso se comportem, é considerado o melhor caminho para lidar com psicopatas encarcerados. Mas, mesmo mantendo-os calmos, esse é um meio de controle, não uma cura.

Nem todos os psicopatas se tornarão criminosos e muitos passarão pela vida sem que ninguém saiba o que são. Mas, quer eles acabem causando problemas ou não, não há evidências de que sua personalidade irá mudar.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *