A mão de um homem e de uma mulher juntando cada um a metade de uma pedra e formando um coração

Terapia de casal: um guia para iniciantes. Há alguns anos, conheci uma mulher casada que me disse que imaginava o casamento como dois astronautas flutuando no espaço, amarrados um ao outro: “Os casais atualmente estão tão ocupados e preocupados que é fácil se separarem sem perceber”.

Ela era um pouco mais velha do que eu, uma advogada de sucesso e com um marido que parecia legal.

Naturalmente, inclinei-me para ouvi-la melhor: “É natural. O truque é perceber quando a distância fica muito grande, e saber como puxar um ao outro de volta.” Eu pedi um exemplo: “Bem,” ela fez uma pausa. “A terapia de casal é uma dessas formas de puxar um ao outro.”

Sempre gostei dessa analogia. Qual a melhor maneira de descrever um relacionamento do que duas pessoas atrapalhando-se com cordas em gravidade zero, agitando os braços, tentando se sincronizar? Nesse cenário, um Psicólogo de casais funciona como um controle de solo, que ajuda a guiar o casal.

Claro que isso é uma metáfora, e a realidade sugere chutar seu cônjuge para fora de casa depois de beber muito na festa de aniversário de um amigo, onde uma briga deixou todos desconfortáveis. Nesses momentos, o esforço conjunto para encontrar um Psicólogo de casais parece, na melhor das hipóteses, assustador.

Mas se você quiser resolver as coisas, ou pelo menos tentar, a terapia de casal pode ser sua melhor chance. Veja como percorrer as partes mais difíceis do processo e ter certeza de que está recebendo a ajuda de que precisa.

Qual a melhor hora para ir à terapia de casal ?

O ideal é ir à terapia de casal quando não estiver em uma crise real. É o mesmo que frequentar periodicamente um médico, mesmo antes de ficar doente. Em teoria é muito bom, mas estamos todos muito ocupados. A maioria de nós não vai se preocupar enquanto não houver nada urgentemente errado.

Mas você deve considerar em procurar a terapia de casal mesmo antes de ter um problema catastrófico. A terapia de casal pode ser um grande recurso enquanto você está passando por um evento específico na vida, mas também serve para fortalecer alguma parte do seu relacionamento, ou fornecer apoio contínuo enquanto você e seu cônjuge vivem juntos.

Leia também:  Proteja-se da infidelidade online

Nesse sentido, a terapia de casal pode ser preventiva. Você e seu cônjuge estarão em uma posição muito melhor em eliminar maiores questões diretamente pela raiz, se não estiverem brigando um com o outro. E você não terá a urgência adicional de encontrar um terapeuta às pressas, o que é importante, porque provavelmente levará algum tempo para escolher alguém que combine com vocês dois.

Como você deve encontrar um Psicólogo de casais ?

Esta pode ser a parte mais difícil. Prepare-se para dedicar tempo, talvez algumas algumas semanas ou mesmo meses, e veja pelo menos alguns Psicólogos diferentes. E antes mesmo de começar, converse com seu cônjuge sobre os fatores que podem ser importantes para vocês: Quais são os seus requisitos de localização e agendamento? Você tem uma preferência de gênero ou quer alguém com uma determinada formação cultural?

Enquanto isso peça indicação de outras pessoas. Veja se algum de seus amigos conhece alguém. Você também pode perguntar a seu médico de confiança, como seu obstetra/ginecologista ou do posto de saúde. Ou, se você já fez terapia individual, pode perguntar ao Psicólogo se ele pode recomendar alguém.

Você também pode procurar em sites de busca, onde alguns Psicólogos de casal pagam para aparecerem e também permite que você encontre alguém próximo da sua residência.

Não se assuste se um Psicólogo indicado não tiver uma grande presença na internet. Muitos deles conseguem negócios suficientes no boca a boca e estão ocupados o suficiente para não precisarem fazer anúncios ou mesmo criar um site.

E, finalmente, mantenha a mente aberta. Você pode ter uma ideia do tipo de Psicólogo que precisa, mas também permita-se ser surpreendido. Você realmente pode não saber como é estar no consultório com alguém até que esteja lá, conversando com ele. Ambos devem se sentir confortáveis ​​e respeitados.

Leia também:  Não seja infiel

Quais os tipos mais comuns de terapia de casal ?

Muitos Psicólogos são treinados em diferentes tipos de terapia de casal, e irão adaptar seu tratamento de acordo com suas necessidades. Existem muitas nuances dentro das escolas psicológicas, bem como toneladas de outros tipos de terapia, incluindo hipnose, certos tipos de terapia sexual e assim por diante, que podem ser úteis.

A ideia básica é que os casais aprendam a administrar os conflitos não resolvidos por meio de comunicação positiva, em vez de crítica, desprezo, defesa e bloqueio. As sessões têm uma estrutura bastante específica.

Outra maneira de abordar o problema é ensinar os casais a aprenderem a estabelecer um sentimento de segurança emocional um com o outro. Um Psicólogo de casais se concentrará em ajudá-lo a mapear suas necessidades emocionais específicas e como seu cônjuge pode atendê-las.

Como você deve imaginar, esse tipo de terapia pode ser bastante aberta e um pouco menos estruturado, o que pode ser útil para pessoas que não querem estruturas de atendimento muito rígidas.

Antes de visitar qualquer Psicólogo, pergunte se ele tem alguma especialidade e, em caso afirmativo, por que a escolheu.

Como se preparar para a primeira sessão ?

Antes de consultar qualquer Psicólogo, você deve pegar o telefone e perguntar sobre seus honorários e sua experiência. Enquanto você faz isso, certifique-se de que eles estão devidamente registrados no Conselho Regional de Psicologia.

Não espere uma avaliação gratuita. A maioria dos Psicólogos pedirá que vocês dois venham e façam uma primeira sessão, pela qual deverão pagar. A terapia de casal é geralmente um pouco mais cara do que a terapia individual, geralmente variando de R$ 120 a R$ 150 ou mais, dependendo de onde você mora e da experiência do Psicólogo.

E se um dos cônjuges não quiser fazer terapia ?

Espera-se que vocês dois invistam em terapia, mas é bem provável que um de vocês se dedique mais a ela do que o outro. Quando uma pessoa quer ir mais do que a outra, é muito importante que ela deixe seu parceiro saber o quanto ela aprecia sua disposição de ir. Também devem deixar claro que é uma oportunidade para o cônjuge dizer o que está pensando e expressar o que está sentindo.

Leia também:  A verdade sobre a terapia de casal

Como saber se a terapia está funcionando ?

Se um de vocês não está se sentindo confortável com a direção que a terapia está tomando, não desista ainda. Primeiro converse com seu Psicólogo. Muitas pessoas pensam que vão ferir os sentimentos de seu Psicólogo se disserem que estão desconfortáveis ​no consultório ou chateados com algo que o Psicólogo disse.

Um bom Psicólogo vai receber bem essa informação e não ficar na defensiva. Esse tipo de comunicação pode realmente levar a conversas muito frutíferas.

É claro que alguns Psicólogos simplesmente não vão se encaixar as suas necessidades, e tudo bem. É por isso que você deve pesquisar um pouco antes de se estabelecer com uma pessoa.

Que tipo de resultados você deve esperar encontrar ?

Mesmo o melhor Psicólogo não consegue salvar certos casamentos. E às vezes os casais procuram terapia sem ter certeza de que desejam que seu relacionamento seja salvo. Tudo o que peço aos meus clientes é o compromisso de fazer o trabalho.

Os clientes não precisam saber se querem continuar no casamento. É melhor se estiverem comprometidos com o cônjuge, mas o mais importante é que estejam comprometidos em trabalhar para melhorar o casamento. Então todos ganham. Mesmo que o relacionamento não funcione, você estará aprendendo algo com o processo.

Além disso, seja explícito sobre seus objetivos. Acho que é uma boa ideia, nas primeiras sessões, descobrir um ou dois objetivos que você deseja trabalhar como casal e, em seguida, fazer verificações periódicas ao longo do caminho para ver onde você está.

Às vezes, o progresso é difícil de medir. Pode ser que um sentimento tenha mudado ou que tenha ocorrido uma pequena mudança no comportamento. Mas é importante prestar atenção. Até mesmo o menor progresso é progresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *