9 maneiras de ser mais resiliente em tempos difíceis

Quando negro com uma seta em giz branco virado para a direita, enquanto várias outras setas pequenas estão viradas para a esquerda

Categoria: Resiliência

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Quando a incerteza nos estressa, fazendo com que pensemos por qual caminho seguir, que decisão tomar ou se devemos responder, então poderemos nos sentir incapacitados se não desenvolvermos resiliência.

Publicidade

A resiliência é tão importante que aqui estão 9 maneiras de desenvolver a resiliência para ajudá-lo em tempos difíceis:

Seja mais flexível

Muitas vezes temos dificuldade em aprender a “seguir o fluxo”. Obstinação, ego, crenças, expectativas e hábitos são algumas das coisas que nos levam a resistir à mudança. Mas quando a casa em que você pensou que viveria para sempre é destruída em um incêndio ou furacão, ou o trabalho para o qual você treinou foi automatizado, ou talvez o “amor da sua vida” tenha se casado com outra pessoa, o que você faz?

Pode ser de partir o coração, mas também é verdade que sua vida está exigindo uma “mudança de curso”. Nessas situações, é mais sensato praticar a aceitação e reconhecer que a situação mudou. Você não controla o mundo, você só se controla.

O único caminho a seguir agora é ajustar sua atitude, mudar seus pensamentos e sonhar mais alto por meio da flexibilidade.

Leia também:  Como saber se você é realmente resiliente?

Acostume-se com o desconforto

Quando estamos seguindo o fluxo de uma situação, a maioria de nós se sentirá um pouco inseguro. Isto é normal. Aceitar a si mesmo e sua situação é um bom lugar para começar. Acalme as vozes internas de medo, culpa ou ressentimento e resista ao desejo de criar drama em torno da incerteza.

Avalie a situação de um ponto de vista equilibrado, percebendo que não há problema em se sentir genuinamente desconfortável às vezes. Você desenvolverá resiliência se usar esse tempo para praticar a aceitação e a crença em si mesmo, apesar do desconforto que sente.

Aprenda com seus erros e acertos

Não entre em pânico! Ao permitir que o desconforto em meio a circunstâncias incertas revele algo sobre você, então poderá crescer e se tornar mais emocionalmente resiliente. Tentativa e erro é como aprendemos.

Depois de se adaptar ao desconforto então poderá se dedicar ao desafio em questão, o que geralmente desencadeia uma enxurrada de novas ideias. Explore os pensamentos, emoções e ideias positivas.

Talvez você aprenda a falar por si mesmo, ou seja forçado a aplicar novas abordagens à situação em andamento. Isso abrirá novos caminhos de experiência, que aprimorarão suas habilidades de enfrentamento, criarão resiliência e expandirão o alcance de seu currículo com qualidades positivas recém-descobertas.

Teste algumas novas abordagens para ver o que funciona nessa situação. E não tenha medo de cometer erros, porque eles o tornarão mais emocionalmente resiliente se você estiver disposto a aprender com eles.

Ao reconhecer a incerteza como uma oportunidade de crescimento, você pode passar por ela com mais facilidade para atingir seus objetivos pessoais desejados. Em última análise, a resiliência é apenas a capacidade de se levantar quando você cair.

Leia também:  Como lidar com as emoções negativas?

Recue para obter uma perspectiva mais ampla

Amplie seu campo de visão revisando o passado e imaginando o futuro. A partir dessa perspectiva, visualize vários planos e estime como eles podem se desdobrar no futuro até descobrir um caminho que seja promissor.

Se esse não atender aos seus objetivos de vida, não hesite em tentar outra abordagem. Uma mudança de perspectiva pode ajudá-lo a ver a situação de um novo ponto de vista e experimentar novas soluções que o tornem mais resiliente no futuro.

Recrute ajudantes

Revise suas opções e então recrute ajudantes. Antes de seguir em frente e agir, compartilhe suas incertezas e faça um brainstorming de ideias sobre como seguir em frente com colegas e amigos.

Permaneça aberto a sugestões, mas defenda com fervor as ideias nas quais você realmente acredita. Em seguida, avance, sabendo que você considerou várias opções.

Quando estiver perdido, imite alguém que você respeita

Às vezes os obstáculos parecem muito altos, ou não sabemos como proceder. Nesses momentos, não nos sentimos muito emocionalmente resilientes.

Um truque é pensar em alguém que você respeita e imaginar o que eles podem fazer nessa situação. Por exemplo, você pode pensar em como sua amiga mantém o equilíbrio diante de uma crise.

Se o método dela é ouvir atentamente, falar devagar e estabelecer um bom contato visual enquanto responde, tente isso. Uma mudança na maneira como você age pode lhe dar ideias de como ser mais resiliente.

Tenha autocompaixão

Em momentos difíceis, é fundamental praticar a autocompaixão. Seja gentil consigo mesmo para manter sua autoconfiança.

Não há problema em tirar algum tempo para liberar sua decepção ou fazer uma pausa em sua rotina. Uma caminhada ou corrida pode ser útil para processar seus pensamentos e liberar emoções reprimidas. Comer de forma saudável pode ajudar a lembrá-lo da importância de ser gentil consigo mesmo.

Leia também:  Escutar o nosso corpo é fundamental para ter mais resiliência

Uma vez que você tenha um pouco de paz de espírito, pesquise várias opções e abra sua mente para todas as possibilidades. Assim uma nova avenida de experiência vai florescer para você.

Comemore seus sucessos

Depois de todo o trabalho que você fez para superar tempos e situações incertas, uma vez que você iniciou um plano que está funcionando ou se recuperou após uma experiência difícil, comemore seu sucesso com aqueles que o ajudaram a alcançar resultados positivos.

Dê crédito a si mesmo por uma “vitória” que pareça afirmativa e deixe a alegria invadir seu coração. Parabenize-se e comprometa-se a continuar o seu sucesso. Pratique ser grato por quem você tem sido, bem como por quem você está se tornando.

A resiliência é mais do que se recuperar de desafios, é prosperar diante desses desafios.

Aprenda a gostar de mudanças

Heráclito disse uma vez: “A única coisa que é constante é a mudança”. Além disso, fazer a mesma coisa repetidamente pode nos desgastar com seu tédio acumulado.

A mudança gera algo diferente e potencialmente excitante. Novos esforços estimulam o potencial de crescimento por meio de novas experiências.

É nossa capacidade de responder à vida que está sendo posta à prova aqui, e quanto mais exercitarmos esse músculo, mais nos sentiremos revigorados. Portanto, conseguiremos ser mais resilientes.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *