9 maneiras de ajudar alguém com depressão. Se você conhece alguém que está lutando contra a depressão, então pode ser que sinta confuso, frustrado e perturbado.

A depressão é um distúrbio insidioso e isolante, que pode sabotar os relacionamentos. E isso pode te deixar ainda mais confuso por não saber como ajudar.

Todavia seu apoio é significativo, e você pode aprender as várias maneiras de ajudar alguém que esteja com depressão:

Esteja lá

A melhor coisa que você pode fazer por alguém com depressão é estar presente. Quando as pessoas lutam contra a depressão, os momentos mais curativos acontece quando alguém que elas amam simplesmente ficam junto delas enquanto choram, ou seguram a mão sem dizer nada.

Também quando faziam declarações do tipo: “você é tão importante para mim!”, ou vamos encontrar uma maneira de ajudá-lo a se sentir melhor”.

Experimente um pequeno gesto

Se você não se sente à vontade expressando-se emocionalmente, pode mostrar apoio de outras maneiras.

Você pode enviar um uma mensagem de texto ou correio de voz pedindo para preparar uma refeição. Esses gestos fornecem uma conexão amorosa, e também são um guia que ajuda as pessoas com depressão quando a fase ruim se dissipar temporariamente.

Não julgue ou critique

O que você diz pode ter um impacto poderoso sobre a pessoas depressiva. Evite fazer afirmações como: “você só precisa ver as coisas como meio cheias, não meio vazias” ou “acho que isso tudo é apenas coisa da sua cabeça. Se você se levantar da cama e se mexer, as coisas ficarão melhor.”

Leia também:  6 dicas para melhorar a insegurança

Essas palavras significam que a pessoa com depressão tem uma escolha sobre como se sentir, e escolheu por vontade própria, ficar deprimida. Elas não são apenas insensíveis, mas podem isolar ainda mais a pessoa que se quer ajudar.

Não seja tão rígido

Muitos indivíduos pensam que ser rígido com seu ente querido desfará sua depressão ou inspirará mudanças comportamentais positivas.

Por exemplo, algumas pessoas podem ser intencionalmente impacientes com a pessoa depressiva, ultrapassar seus limites, usar o silêncio, ser insensíveis ou até mesmo dar um ultimato, como por exemplo, “é melhor você sair dessa ou eu vou embora”.

Mas saiba que isso é tão inútil e prejudicial quanto ignorar, afastar ou não ajudar alguém que tem câncer.

Não minimize sua dor

Declarações como “você é muito tolo” ou “por que você deixa cada coisinha te incomodar?” envergonham uma pessoa com depressão.

Isso invalida o que elas estão experimentando e encobre completamente o fato de que estão lutando contra um transtorno difícil, enão alguma fraqueza ou falha de personalidade.

Leia também:  O que é autoestima ?

Evite oferecer conselhos

Parece natural compartilhar conselhos com a pessoa com depressão. Sempre que alguém de quem gostamos está passando por um momento difícil, ansiamos por diminuir sua dor no coração.

Embora possa ser verdade que a pessoa deprimida precisa de orientação, dizer isso a fará se sentir insultada ou até mais inadequada, distanciando-se ainda mais.

Em vez disso, o que ajuda é perguntar: “o que podemos fazer para ajudá-lo a se sentir melhor?”. Isso dá a oportunidade de pedir ajuda. Quando uma pessoa pede ajuda, ela fica mais inclinada a seguir orientações sem se sentir insultada.

Evite fazer comparações

A menos que você mesmo tenha passado por um episódio depressivo, dizer que sabe como uma pessoa com depressão se sente não ajuda.

Embora sua intenção seja provavelmente ajudar a pessoa depressiva a se sentir menos sozinha em seu infortúnio, isso pode interromper a conversa e desvalorizar o que ela sente.

Aprenda o máximo que puder sobre a depressão

Você pode evitar os erros e mal-entendidos acima simplesmente educando-se sobre a depressão. Depois de entender os sintomas, o curso e as consequências da depressão, você poderá apoiar melhor as outras pessoas.

Por exemplo, algumas pessoas presumem que se uma pessoa com depressão tem um bom dia, ela está curada. A depressão não é uma doença estática. Há um fluxo e refluxo nos sintomas que muitas pessoas não deprimidas interpretam mal.

Leia também:  Saiba tudo sobre a psicoterapia

Um adulto que não tem esperança ainda pode rir de uma piada, e uma criança que está em desespero pode ainda frequentar as aulas, tirar boas notas e até parecer alegre.

A verdade é que os sintomas depressivos permanecem em outro lugar, escondidos ou não são fáceis de ver, então é importante saber que a depressão tem um alcance longe e muitas vezes é imperceptível.

Seja paciente

A paciência é uma parte essencial do apoio ao seu ente querido. Quando você é paciente com seu ente querido, você está deixando-o saber que não importa quanto tempo isso vai demorar, ou quão envolvidos serão os tratamentos, ou as dificuldades que acompanham a passagem do sintoma, porque você estará lá.

E essa paciência tem um resultado poderoso. Com tanta paciência, vem a esperança. E quando você tem depressão, pode ser difícil ter esperança.

Às vezes, apoiar alguém com depressão pode parecer como se você estivesse andando na corda bamba. O que eu digo? O que eu não digo? O que eu faço? O que eu não faço?

Mas lembre-se de que apenas estar lá e perguntar como você pode ajudar pode ser um presente incrível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *