É melhorar procurar um Psicólogo ou um terapeuta?

Uma pessoa escolhendo uma maçã vermelha dentre várias opções de maçãs

Categoria: Terapia online

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Se você não está familiarizado com o mundo da terapia, já deve ter encontrados termos diferentes, como “Psicólogo” e “Terapeuta ”.

Publicidade

Ainda que esses títulos sejam usados ​​de forma intercambiável, eles trabalham e se preocupam com coisas diferentes.

Aprender as diferenças entre um Psicólogo e um terapeuta vai ajudá-lo a tomar a decisão certa na hora de escolher um profissional para cuidar de sua saúde emocional.

Quais as semelhanças entre um Psicólogo e um terapeuta?

Em um nível amplo, Psicólogos e terapeutas são especialistas que ajudam a:

  • Melhorar sua saúde mental;
  • Aumentar o bem-estar emocional;
  • Tratar distúrbios de comportamento.

Ambos ouvem e fornecem orientação profissional, de modo a ajudá-lo a entender melhor suas lutas individuais e como superá-las.

Tanto o Psicólogo quanto o terapeuta precisa ter uma licença para atuar em seu respectivo campo. Para isso, devem passar por um treinamento em técnicas terapêuticas, embora os requisitos variem de especialidade para especialidade.

Tanto terapeutas quanto psicólogos confiam fortemente em técnicas de terapia de fala para ajudar seus pacientes a lidarem com as preocupações.

Leia também:  A Psicologia por trás das faltas na sessão de terapia

Quais as diferenças entre um Psicólogo e um terapeuta?

As principais diferenças entre psicólogos e terapeutas envolvem:

  • Nível de escolaridade e treinamento;
  • Autoridade para fazer diagnósticos de saúde mental;
  • Abordagem do tratamento.

Enquanto os terapeutas não precisem de uma graduação no Ensino Superior, os Psicólogo precisam de um diploma, seja de graduação, mestrado ou doutorado.

No entanto, há incertezas sobre esses termos, mesmo entre as pessoas que praticam nesses campos.

Alguns psicólogos com nível de doutorado podem se apresentar como terapeuta ou psicoterapeuta, enquanto terapeutas não podem se apresentar como Psicólogos sem a graduação.

Quanto ao diagnóstico, diferentemente dos Psicólogos, os terapeutas não estão licenciados para o fazerem. Neste caso, os terapeutas que não são Psicólogos precisam fazer encaminhamento para outros profissionais qualificados.

Com o quê o Psicólogo se preocupa?

Geralmente, o Psicólogo está focado no tratamento. Sua abordagem de tratamento é sustentada nas pesquisas psicológicas.

Mais especificamente, a educação e o treinamento do Psicólogo é feito com base em áreas de pesquisa como comportamento humano, desenvolvimento e personalidade.

A formação do Psicólogo também compreende abordagens de psicoterapia e avaliação. À ele também não é permitido a prescrição de medicamentos.

Com o quê o terapeuta se preocupa?

O terapeuta também está focado no tratamento. Porém, ainda que ele não seja obrigado a buscar formação acadêmica, é importante que tenha um bom treinamento para a prestação de serviços de saúde mental.

A educação e o tempo de treinamento são mais curtos e mais focados em abordagens terapêuticas do que necessariamente em pesquisa.

Na prática, isso significa que o Psicólogo tem um conhecimento mais aprofundado sobre a ciência e a literatura acadêmica da Psicologia como base para seu tratamento.

Porém, o terapeuta também pode ter sólidas bases teóricas que ajudem as pessoas a lidarem com as dificuldades de sua saúde mental.

O que os Psicólogos tratam?

O Psicólogo ajuda na resolução de problemas de saúde mental das seguintes maneiras:

  • Diagnosticando uma condição de saúde mental com base em observações e pesquisas;
  • Pesquisando a condição e fornecendo recomendações de tratamento;
  • Oferecendo terapias que ajudam sua condição;
  • Ajudando a trabalhar com emoções e sensações, de modo que o paciente possa entendê-las melhor, bem como tomar mais decisões construtivas;
  • Trabalhando com um Psiquiatra para obter tratamentos prescritos (se necessário).
Leia também:  Coisas que você não deve dizer ao seu Psicólogo

O que os terapeutas tratam?

Ao invés de pesquisa acadêmica, o terapeuta é mais propenso a se concentrar na:

  • Obtenção de uma visão geral de sua vida e preocupações com a saúde mental;
  • Ajuda e discussão de seus sentimentos, bem como em abordá-los de maneira construtiva;
  • Orientação para processos saudáveis ​​de tomada de decisão;
  • Utilização de técnicas de terapia de fala para oferecer suporte.

Quem você deve procurar?

A escolha entre um Psicólogo e um terapeuta depende de quais preocupações você espera abordar. Lembre-se de que os termos “Psicólogo” e “terapeuta” indicam o nível de formação e treinamento.

No entanto, todos esses profissionais são valiosos para o campo da saúde mental, e ajudam os pacientes de diferentes maneiras.

Se você está pensando em trabalhar com um determinado terapeuta ou Psicólogo, pergunte a ele sobre suas qualificações e treinamento. Pergunte também quais abordagens eles adotam, e em quais assuntos são especialistas.

Tanto um terapeuta quanto um Psicólogo são bons pontos de partida para:

  • Aconselhamento geral;
  • Questões de divórcio ou casamento;
  • Luto e pesar.

Tanto Psicólogos quanto terapeutas são benéficos no tratamento de problemas de saúde mental, como ansiedade e depressão.

Além disso, também é possível encontrar psicólogos e terapeutas especializados em terapia de grupo, onde mais pessoas trabalharão com preocupações semelhantes.

Você pode procurar um Psicólogo se quiser fazer mudanças concretas em seus padrões de pensamento e comportamentos.

Se uma condição de saúde mental estiver causando sintomas graves que interferem em sua vida diária, considere a escolha de um Psicólogo devido ao treinamento de nível superior.

Leia também:  Sinais de que a terapia está fazendo efeito

Ele pode ajudá-lo a:

  • Gerenciar seus sintomas;
  • Abordar condições de saúde mental não diagnosticadas;
  • Complementar os cuidados de saúde mental de longo prazo com recomendações baseadas na literatura ou pesquisa acadêmica.

Psicólogo e terapeuta tem custos diferentes

Você também deve considerar os custos ao optar entre um Psicólogo ou terapeuta. Aqui estão algumas dicas quando se trata de antecipar quanto você vai pagar:

  • Esteja ciente dos preços. Um consultório particular pode ter preços mais altos, especialmente se o especialista tiver muitos anos de experiência, ou for popular e com uma grande clientela;
  • A reputação influencia o preço. Um Psicólogo particular vale os custos adicionais se você estiver considerando a reputação dele;
  • Experimente a terapia de grupo. As terapias de grupo são menos dispendiosas do que a terapia individual. Elas também vão apresentá-lo a comunidades de pessoas que compartilham suas preocupações e entendem o que você está passando;
  • Utilize seu plano de saúde. Se você tiver plano de saúde, verifique se um Psicólogo está dentro de sua rede de cobertura. Profissionais fora da rede custarão mais caro;

Palavras finais

Por fim, escolher entre um Psicólogo ou um terapeuta depende de suas necessidades e objetivos gerais.

Qualquer tipo de profissional de saúde mental vai ajudá-lo a estabelecer e atingir os objetivos em uma terapia.

Independente de qual profissional você escolha, certifique-se de se sentir confortável, e de modo que construa uma base sólida para cuidados de longo prazo bem-sucedidos.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *