Dar um tempo no relacionamento: como isso pode ajudar?

Um mão segurando um relógio enquanto ele se dissolve no ar

Categoria: Divórcio

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Muitas pessoas pensam que dar um tempo no relacionamento não funciona, ou que isso é apenas um precursor de uma separação mais permanente.

Na verdade, não precisa ser assim. Às vezes, quando se está no meio de uma crise de relacionamento, dar um tempo pode ser uma coisa boa.

Dar um tempo no relacionamento ajuda?

De forma resumida: sim, desde que ambos os parceiros queiram.

O tempo é capaz de curar um relacionamento, especialmente se o casal for tóxico ou verbalmente abusivo um com o outro.

É por isso que alguns Psicólogos de casais até sugerem dar um tempo no relacionamento, principalmente se houver brigas intensas na frente de seus filhos.

Dar um tempo no relacionamento permite que o casal:

  • Pense sobre os problemas;
  • Se acalmem;
  • Aprendam novas estratégias de enfrentamento e;
  • Voltem a ficar juntos, mas agora com uma perspectiva diferente que era difícil de ter quando estavam juntos.

Quando alguém está preso em um ciclo vicioso ou doentio, o seu sistema nervoso é ativado e seu cérebro sequestrado pela emoção, fica difícil pensar com clareza.

Leia também:  Coisas a se considerar ao tentar ficar amigo de um ex

Um pouco de tempo, portanto, pode dar aos casais a chance de criar um plano para resolver seus problemas de maneira mais saudável.

Dar um tempo no relacionamento é o mesmo que terminar?

Dar um tempo no relacionamento não precisa ser o precursor de uma separação ou divórcio. Porém, se uma pessoa se recusar a dar um tempo para seu parceiro, é mais do que provável que o relacionamento terminará.

O segredo é estabelecer as regras e parâmetros antes de qualquer decisão. Isso porque:

  • Ambos devem estar de acordo em relação ao propósito da pausa;
  • Dar um tempo no relacionamento só funciona se ambos aproveitarem ao máximo o tempo longe um do outro.

Outras regras também incluem:

  • Definir os limites do intervalo, como evitar ter intimidade com outras pessoas durante esse tempo;
  • Definir uma data para quando ambos voltarão e decidirão se ficarão juntos;
  • Decidir se darão mais tempo no relacionamento ou terminarão.

Porém, apenas dar um tempo no relacionamento não fará com que os problemas e dinâmicas problemáticas em seu relacionamento desapareçam magicamente.

Se o casal passar um tempo separado, mas com a intenção de trabalhar em si e voltar com a perspectiva de melhorar o relacionamento, então isso será útil.

No entanto, se um dos dois quer apenas espaço para se lamentar, e não tem intenção de aprender novas ferramentas para lidar com seus problemas, o tempo que passarão separados não ajudará em nada.

Quanto tempo dar ao relacionamento?

Isso depende do que o casal decidir ser o melhor para ambos, e que seja razoável ao ponto de concordarem. O tempo pode ser de algumas horas a alguns dias ou semanas. Contudo, é recomendado que não se demore mais do que 3 ou 4 semanas.

Não existe um tempo universal, mas o melhor é que não demore muito ao ponto do casal se desconectar do relacionamento e começar a viver vidas independentes.

Leia também:  9 dicas práticas de como esquecer o ex

É possível continuar depois de dar um tempo no relacionamento?

Sim, e em alguns casos isso gera um aumento na mútua apreciação do casal. Quando alguém sai da relação, é possível perceber tudo o que fazem pela casa, pela família e por você.

Publicidade

O inverso também é verdadeiro. Dar um tempo no relacionamento pode evidenciar as consequências de um comportamento negativo. Separar-se por um tempo também muda a forma como o casal se comunica sobre as próprias necessidades, bem como a estabelecer limites melhores.

O que considerar ao dar um tempo no relacionamento?

Se o casal decidir dar um tempo no relacionamento, aqui estão algumas dicas para fazer esse intervalo valer a pena:

Explicar os motivos

Se o casal concorda que dar um tempo no relacionamento não significa separação, então precisa compartilhar algumas questões:

  • No que isso vai ajudar?
  • Em que trabalharão durante o tempo separados?

Manter a conexão

Quando não vemos e não no conectamos com alguém, nosso cérebro começa a podar essas redes neurais, fazendo com que nos afastemos.

Precisamos manter a conexão viva para que o relacionamento tenha uma chance de prosperar e continuar.

É por isso que reservar um tempo para falar ao telefone, encontrar-se ou até almoçar ou jantar pode ser uma boa ideia, mesmo durante uma pausa.

Se o casal der o melhor de si durante esse período, criará uma sensação de reconexão e redescoberta, como quando começaram a namorar.

Passar um tempo com amigos e familiares

É fácil se desconectar desse grupo de pessoas quando alguém se envolve com a novidade de um relacionamento. Então, reconectar-se com elas é fundamental.

Ver amigos e familiares ajuda a:

  • Reavaliar o que se deseja;
  • Pensar sobre quem se era antes do relacionamento;
  • Conversar com outras pessoas sobre o que está acontecendo;
  • Sentir-se menos sozinho durante esse período de incerteza.
Leia também:  Como desafiar os pensamentos negativos sobre um ex namorado?

Priorizar o autocuidado

É importante reservar algum tempo para relaxar, meditar, se exercitar ou apenas fazer coisas que se gosta ao estar sozinho.

Se um parceiro ainda não tem uma rotina, pode começar a ir à academia, fazer uma caminhada, participar de uma aula de fitness, zumba ou ioga para se concentrar ao que o corpo precisa.

Quanto mais alguém se conectar com a essência de quem ela é, mais poderosa e positiva ela se sentirá. Tomamos as melhores decisões quando nos sentimos fundamentados, com recursos e otimistas, em vez de um lugar de medo, insegurança ou raiva.

Frequentar uma terapia individual

O uso de uma perspectiva profissional externa não pode ser subestimado. A terapia é um lugar para descompactar tudo que há de bom, ruim ou feio, sem ser julgado.

Fazer terapia também ajuda a ver se o relacionamento não é saudável, tóxico ou abusivo. Como esses relacionamentos envolvem coerção, manipulação e controle, pode ser difícil saber o que está acontecendo quando está acontecendo.

Dar um tempo no relacionamento é útil para examinar essas dinâmicas.

Palavras finais sobre dar um tempo no relacionamento

Dar um tempo em um relacionamento parece contra-intuitivo, como se fosse uma fuga dos problema, ao invés de resolvê-los.

Ter as mesmas discussões improdutivas dia após dia, sem dar tempo um ao outro, impede que quaisquer problemas de relacionamento tenham a chance de curar.

De qualquer forma, esse tempo permite pensar com clareza e a se reconectar com o que se deseja, para que, em última análise, você viva uma vida mais saudável e feliz.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *