Silhueta de duas pessoas sentadas em cadeiras embaixo de uma árvore durante o pôr-do-sol

“Eu compartilhei mais sobre o assunto no meu blog do que eu poderia contar ao meu Psicólogo.”; “Eu gostaria que meu Psicólogo pudesse ler este grupo de apoio online. Eles parecem entender melhor o que estou realmente passando. ”

Você economizou energia e recursos para iniciar a terapia. Finalmente uma grande conquista, e você se sente muito animado para começar. Contudo chegou na hora você não conseguiu falar muita coisa.

Achamos tão incrivelmente fácil falarmos de nós mesmos no mundo online, mas quando chegamos no consultório para a terapia, ficamos repentinamente mudos.

Existem muitas estratégias para ajudar a se “abrir” e ser capaz de falar mais livremente durante a terapia. Aqui estão alguns:

Escreva

Uma das maneiras mais fáceis de ajudar a superar seu medo ou incapacidade de falar na terapia é escrever algumas coisas que são importantes para falar antes da sessão. Anote em um pedaço de papel, ou mantenha um “diário de terapia” dos tópicos ou áreas de sua vida que você deseja falar. Leve-o para a sessão, abra-o e escolha um assunto.

Deixe o Psicólogo guiá-lo

A principal tarefa do Psicólogo é atuar como um guia em seu processo de recuperação e cura. Eles não estão lá necessariamente para lhe dar todas as respostas, mas ajudá-lo a encontrar seu próprio caminho (muitas vezes com habilidades e técnicas específicas que podem ajudá-lo a compreender melhor seu humor e os pensamentos interligados).

Redefina suas expectativas

Algumas pessoas acreditam que você precisa iniciar sua sessão semanal de terapia com um “tópico” para discutir. Às vezes esse é realmente o caso, especialmente se o Psicólogo deu a você uma “lição de casa” sobre um assunto específico.

A terapia tem poucos benefícios se você comparecer a cada sessão e falar sem parar por 50 minutos.

Lembre-se de que você não está na terapia para entreter seu Psicólogo ou contar histórias para mantê-lo interessado. Você está na terapia para fazer um trabalho de verdade, parte do qual envolverá falar sobre a semana que passou, mas não a tal ponto ou com tantos detalhes que ofusque o motivo pelo qual você procurou um Psicólogo.

Prepare-se para cada sessão

A terapia é um trabalho real e muitas vezes difícil. Se você se preparar para cada sessão com antecedência, é provável que se sinta mais à vontade sobre o que falar.

Não se preparar para uma sessão de terapia ou esperar até o último minuto pode inadvertidamente tornar a fala mais. Imagine ir a uma conferência ou reunião em que você é o orador principal e só preparar seu discurso minutos antes.

Naturalmente, você ficará mais ansioso e terá menos probabilidade de falar bem. A preparação é a chave. Não apenas para palestras ou reuniões, mas para qualquer coisa que valha a pena na vida.

Trate seu Psicólogo como o confidente mais próximo com quem você pode compartilhar qualquer coisa

Na infância, geralmente temos um ou dois melhores amigos com quem sentimos que poderíamos compartilhar qualquer coisa. Às vezes, mantemos essas amizades, e outras vezes elas desaparecem por quaisquer motivos.

Os Psicólogos são o equivalente adulto de alguém com quem você pode compartilhar quase tudo (exceto algumas coisas que são ilegais, como assassinato ou suicídio). Isso é parte da alegria especial de um relacionamento terapêutico.

Ele é uma pessoa no qual pode-se dizer tudo o que quiser sobre você, e eles não o vão julgar, não o vão insultar ou repreender e não o vão simplesmente deixá-lo (dentro de suas habilidades, pelo menos). É um relacionamento tão valioso e único que você deve aproveitar ao máximo.

Peça ao seu Psicólogo para ler seu blog, página do Facebook ou postagem em um grupo de apoio

Eu raramente faria isso, mas não há problema em compartilhar uma postagem de blog ou grupo de apoio se você sentir que isso realmente coloca em palavras que você não consegue verbalizar na sessão.

Lembre-se de que a maioria dos Psicólogos está bastante ocupado, assim como qualquer pessoa em um emprego de tempo integral. Então eles não terão tempo para ler todas as postagens do seu blog.

No entanto, se você escolher uma entrada ou postagem que realmente expresse como você se sente ou com o que está lutando naquele momento, tudo bem. A maioria dos Psicólogos aprecia esse insight adicional, especialmente para aquele que pode estar tendo problemas para falar ou se abrir na terapia.

Porém, como já escrevi anteriormente, não se abra para mentir para seu Psicólogo. Poucos benefícios vêm de mentir sobre seus verdadeiros sentimentos ou como você está realmente indo.

Uma última coisa: o silêncio também é bom de vez em quando! Embora, para a maioria de nós, um silêncio prolongado entre duas pessoas conversando possa ser desconfortável, é algo com o qual você pode aprender a se acostumar com o tempo.

Os Psicólogos geralmente não se apressam em preencher o silêncio, porque a maioria se sente confortável com isso. Não sinta necessidade de dizer algo apenas para preencher o vazio. Dê um tempo, e talvez as palavras apareçam.

Ajude outras pessoas compartilhando este artigo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *