Cabeçalho site

Psicólogo online para vítimas de narcisismo em qualquer lugar do mundo

Início

Artigos

Sobre

Início » Outros » As melhores maneiras de como parar de pensar em alguém

As melhores maneiras de como parar de pensar em alguém

Este conteúdo não foi escrito por inteligência artificial.
Assim, você tem garantia de que ele possui qualidade, precisão e originalidade.


Quer saber como parar de pensar em alguém, seja uma paixão ou um ex-amigo? E por que você não consegue, apesar dela ter partido seu coração, ou te deixado louco?

Vivemos em uma sociedade que incentiva abordagens pouco saudáveis ​​de relacionamento.

Redes sociais, filmes e televisão nos apresentam um desfile interminável de comportamentos viciantes, que são vendidos como “amor”, e um emaranhado de codependência que é chamado de “amizade”.

Essas falsas idéias não terão muita influência se você crescer aprendendo o que são relacionamentos saudáveis e se teve uma infância segura. Você simplesmente saberá identificar quando é prejudicial.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Por outro lado, cairá nessas ideias prejudiciais de relacionamento se:

  • Tiver uma infância instável;
  • Tiver pais com relacionamentos voláteis;
  • Não receber um amor incondicional, constante e seguro que qualquer criança precisa para prosperar;
  • Sofrer traumas na infância.

Quando é um problema?

Às vezes, não conseguir parar de pensar em alguém é normal ou até agradável, como nos estágios iniciais de um relacionamento amoroso.

Mas em outras ocasiões se torna um pensamento intrusivo, principalmente se estiver ligado a problemas de saúde mental mais profundos e causar transtornos em outras áreas de sua vida.

Alguns sinais de que não conseguir parar de pensar em alguém é um problema incluem:

  • Estar fixado em uma pessoa a ponto de interferir na sua capacidade de se concentrar em outras coisas;
  • Pensamentos acompanhados por ansiedade, depressão ou outros sintomas de saúde mental;
  • Pensamentos intrusivos e indesejados sobre a pessoa;
  • Seguir ou perseguir a pessoa, online ou pessoalmente;
  • Repetidas tentativas de entrar em contato, mesmo que ela tenha deixado claro que não quer falar com você;
  • Fazer planos ou tomar medidas para prejudicar a si ou a pessoa.

Estratégias

Aqui estão várias dicas sobre como parar de pensar em alguém:

Não faça contato

Muitas vezes, as pessoas querem “continuar amigas” após um rompimento. Só que isso leva a mais dor de cabeça e prolonga o tempo para superação do término.

É fundamental entender que as pessoas precisam de um espaço para cuidarem de si mesmas.

O contato, portanto, leva a preocupações com o que a outra pessoa pensa, em vez de se preocupar com o que el precisa para si mesmo.

Pare de olhar as redes sociais

Olhar para o perfil em redes sociais só manterá os sentimentos que você têm pela pessoa. Ver “postagens felizes” vai, na verdade, ter um impacto negativo na saúde mental.

Você continuará a se sentir magoado ao vê-lo seguir em frente ou postar algo que não faz jus a você nas redes sociais.

Então, o como parar de pensar em alguém incluir excluir ou bloquear a pessoa de suas redes sociais.

Recorra ao seu sistema de suporte

Durante o período em que você aprende a como parar de pensar em alguém, sua família e amigos precisarão ter certeza de que você está bem.

Então, permita-se compartilhar seus sentimentos com eles e deixe-os estar ao seu lado.

Sua família e amigos entenderão e ouvirão o que você diz, bem como darão alguns bons conselhos sobre como superar o relacionamento.

Concentre-se na autoaceitação

Use esse tempo para olhar para si mesmo, crescer e encontrar algum valor dentro de si, em vez de extraí-lo da aprovação de outra pessoa.

Concentrar-se no seu valor próprio vai aumentar a autoestima e permitir que crie um relacionamento mais amoroso consigo mesmo.

Ame-se

Outra maneira de lidar com pensamentos intrusivos é cuidar de sua saúde física e mental. Quando você está se sentindo bem física e mentalmente, é menos provável que se concentre neles.

Algumas atividades de autocuidado que ajudam a reduzir pensamentos intrusivos incluem:

  • Exercício;
  • Ter uma dieta saudável;
  • Dormir o suficiente e;
  • Praticar técnicas de relaxamento, como respiração profunda, ioga, meditação ou relaxamento muscular progressivo.

Também é importante não usar álcool ou outras drogas para lidar com os pensamentos. Embora pareça que as substâncias ofereçam um alívio temporário, elas pioram a situação e levam a mais problemas no longo prazo.

Você merece o mesmo amor que daria a qualquer outra pessoa. Se você está enfrentando dificuldades para amar a si mesmo, agora é a hora de começar.

Faça afirmações a si mesmo como uma maneira de iniciar o processo. Também é possível demonstrar amor cuidando de si mesmo.

Permita-se sentir a dor

Muitas vezes, quando uma pessoa está sofrendo, ela quer mascará-la ou encontrar uma maneira de abafá-la.

Em vez disso, permita-se sentir a dor. Isso ajuda a aprender algo e seguir em frente.

Seja você mesmo

Lembre-se, antes de mais nada, de que você é você. Isto é, não precisa tentar ser quem os outros querem que você seja.

Se for para mudar, que seja por si mesmo, e não por outra pessoa. Tenha orgulho de quem você é.

Você não precisa dele

Relacionamentos saudáveis baseiam-se no desejo de estar com a outra pessoa, e não na necessidade de estar com ela.

Se você acha que precisa dela, identifique qual necessidade era atendida enquanto estavam juntos. Depois, pergunte como você mesmo pode suprir essa necessidade.

Tente perdoar

É muito fácil ficar preso na angústia quando alguém nos faz mal, e provavelmente você está pensando na injustiça que sofreu repetidas vezes.

No entanto, ficar nesse sentimento de injustiça apenas alimenta mais o sofrimento.

O perdão oferece um caminho mais confiável para a superação, e aqui está uma coisa que nem todo mundo sabe: o perdão é para você, mais do que para qualquer outra pessoa.

É mais fácil perdoar quando você lembra que todos cometem erros, e muitos desses erros não têm más intenções subjacentes.

Identifique seus gatilhos

Um dos primeiros passos no gerenciamento de pensamentos intrusivos é identificar o que está causando-os.

Se estiver ciente do que desencadeia esses padrões de pensamento, então poderá evitar esses gatilhos, ou pelo menos estar melhor preparado para lidar com eles.

Alguns gatilhos comuns incluem:

  • Ver a pessoa pessoalmente;
  • Pensar em coisas que te lembram aquela pessoa;
  • Ver o nome da pessoa e, ou;
  • Ouvir a voz da pessoa.

Desafie seus pensamentos

Depois de identificar os gatilhos, encontre maneiras de minimizá-los o máximo possível.

Por exemplo, se você sabe que ouvir a voz da pessoa irá desencadear pensamentos, tenha outra coisa pronta para ouvir, de modo a se distrair.

Outra maneira de lidar com pensamentos intrusivos é desafiá-los. Isso significa examiná-los atentamente e se perguntar se são realmente verdadeiros.

Com frequência você vai descobrir que eles são baseados em suposições infundadas.

Ao desafiar seus pensamentos será possível vê-los como realmente são: irracionais e baseados no medo.

Consulte um Psicólogo online

Se você acha que não consegue parar de pensar em alguém e isso está afetando sua capacidade de funcionar, então é importante procurar ajuda profissional.

Um Psicólogo pode recomendar tratamentos como terapia, um Psiquiatra para receitar medicamentos ou uma combinação de ambos.

Os medicamentos que podem ser prescritos por um Psiquiatra incluem antidepressivos ou ansiolíticos.

O tratamento recomendado pelo Psicólogo ou médico dependerá da situação, sintomas e diagnóstico.

Por que você não consegue?

O primeiro passo do como parar de pensar em alguém envolve entender qual é o verdadeiro problema (e raramente está relacionado à outra pessoa).

Você não sabe o que é um relacionamento saudável

“Modelagem” refere-se à forma como as crianças aprendem comportamentos a partir do que observam à sua volta. Exemplos de má modelagem:

  • Pais que sempre brigam, ensinando que o amor é intenso e selvagem;
  • Pais com uma infinita obsessão em saber onde o outro estava, ensinando que amor é sinônimo de ansiedade e controle;
  • Pais que tiveram repetidos ​​relacionamentos curtos e intensos;

Você tem transtorno de personalidade borderline

Também conhecido por ser um transtorno de personalidade emocionalmente instável, significa que você teme profundamente a rejeição.

O sentimento de abandono inclui a obsessão pela outra pessoa, fazendo-o manipular para tê-la de volta.

Você tem problemas de apego

A maioria de nós, à medida que cresce, questiona comportamentos aprendidos com os pais e desenvolvemos os nossos.

O que não muda tão facilmente, no entanto, é a noção de amor que aprendemos com nosso cuidador principal, como sentir-se amado só quando apresentasse um bom comportamento, ou ter um pai ou responsável temperamental e instável que só o amasse quando quisesse.

Assim você, provavelmente, se tornará um adulto com o que chamamos de “problemas de apego”.

Se você não consegue parar de pensar em uma pessoa, provavelmente tem problemas de apego.

Você é viciado em amor e relacionamento

Quando as coisas estavam bem com a pessoa que você não consegue parar de pensar, era como se estivesse pisando em nuvens?

E quando brigava, se sentia tão pra baixo que mal conseguia sair de casa?

Então você pode ter um problema com uma das diferentes formas de vício em relacionamento, que é vício em amor, vício em romance ou até mesmo vício em pessoas.

Você tem traumas de infância

Traumas na infância, como abuso sexual, destroem o senso de identidade.

Como adultos, uma autoestima muito baixa te faz apegar aos outros como forma de valorização.

A condição de vítima passa a formar sua identidade.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Você buscará, inconscientemente, os relacionamentos altamente destrutivos, te deixando profundamente viciado nele, mesmo quando ele te prejudica.

Pensamentos finais

Encontrar maneiras de como parar de pensar em alguém é difícil, mas ao empregar certas estratégias você conseguirá.

Reservar um tempo para melhorar e certificar-se de que está crescendo. À medida que crescer, você encontrará novas áreas e interesses para se manter ocupado e reorientar sua atenção.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *