Como falar com alguém que está sempre na defensiva?

Mulher cobrindo o rosto com a mão direita

Categoria: Outros

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

O conflito acontece com frequência nas relações pessoais, no trabalho e até mesmo em público. O atrito pode ser necessário e até saudável às vezes. No entanto, enfrentar um conflito com alguém que está sempre na defensiva afeta negativamente a conversa e seu resultado.

Em vez de evitar confrontos com pessoas que exibem comportamentos defensivos, pode ser melhor entender por que ela reage da maneira que reage, e qual a melhor forma de se comunicar.

O que é comportamento defensivo?

O comportamento defensivo é um comportamento agressivo ou submisso em resposta ao que uma pessoa percebe como uma ameaça.

Esse tipo de reação é fácil de detectar. Seu instinto lhe diz que sua conversa se voltou para onde a pessoa parece ameaçada por algum um motivo, seja aparente ou não.

Por que as pessoas ficam na defensiva?

As pessoas se colocam na defensiva para se dar um tempo quando fazem algo errado. Uma pessoa pode se tornar defensiva para:

  • Deturpar ou esquecer o que ocorreu;
  • Transferir a culpa à outras pessoas;
  • Tentar manter o status social;
  • Minimizar os danos causados;
  • Negar a responsabilidade e/ou;
  • Desvincular-se da situação.
Leia também:  Por que uma pessoa bloqueia a outra nas redes sociais?

As pessoas também podem ficar na defensiva devido à ansiedade. Por exemplo, alguém pode ficar na defensiva porque percebe uma situação não ameaçadora como ameaçadora.

Como se comunicar com alguém que está sempre na defensiva?

Como nem sempre é possível evitar conflitos, considere as dicas a seguir para se comunicar de forma eficaz, especialmente com alguém na defensiva.

Aumente sua autoconsciência

Antes que você possa se concentrar nas reações dos outros aos conflitos, é melhor aumentar sua autoconsciência. Como você reage física e emocionalmente à situação e às reações de outras pessoas?

Compreender a si mesmo vai ajudá-lo a regular suas próprias emoções, bem como esclarecer mal-entendidos. Além disso, é uma boa ideia manter a mente aberta às ideias e perspectivas dos outros.

A autoconsciência é considerada um aspecto da inteligência emocional. Inteligência emocional é a capacidade de entender, gerenciar e usar suas emoções de maneira positiva, de modo a facilitar a comunicação com os outros, aliviar o estresse e resolver conflitos.

Ter mais inteligência emocional:

  • Desenvolve métodos flexíveis de enfrentamento. Estes se aplicam a desafios sociais, estresse social e conflitos interpessoais;
  • Melhora a regulação emocional. Ajuda a diminuir suas emoções negativas enquanto aumenta os sentimentos positivos;
  • Desenvolve redes sociais de apoio. Você se torna mais consciente da qualidade de seus relacionamentos sociais atuais e de como melhorá-los no futuro.

Use declarações que comece com o pronome “eu”

Um dos métodos mais eficazes de comunicação com uma pessoa defensiva é usar declarações que comecem com “eu”. Isso significa enquadrar os efeitos da situação em torno de sua experiência pessoal, não no que a outra pessoa fez de errado ou no que isso pode significar sobre ela como pessoa.

Por exemplo, “Eu me sinto como se sempre fizesse um trabalho ruim ou que não consigo atender às suas necessidades”, pode ajudar uma pessoa na defensiva a entender melhor como você se sente, em vez de “Você é um verdadeiro idiota porque gritou em mim!”

Se afastar por um tempo

Evitar conflitos nem sempre é saudável. No entanto, quando as emoções estão muito intensas, você pode se afastar ou evitar a outra pessoa por um tempo.

Leia também:  O que fazer quando as coisas não saem conforme planejamos?

Em outro momento oportuno você pode voltar a abordar o assunto, especialmente quando ambos os lados estiverem calmos e prontos para enfrentá-lo com a mente mais aberta.

O uso de um mediador também pode ser útil. Se você se alimentar da raiva de outra pessoa e ficar ainda mais irritado como resposta, talvez um terceiro possa ajudar a abordar o problema.

Publicidade

Evite a competição

Tente não ser competitivo ao abordar alguém que está sempre na defensiva. Quando você passa uma mensagem de competição, seu tom pode ser interpretado como agressivo ou não cooperativo, fazendo com que a guarda de uma pessoa na defensiva aumente.

Considere responder apenas de maneira competitiva ou vigorosa quando houver uma emergência, como quando alguém estiver em perigo ou quando houver sérias preocupações de segurança.

Comprometa-se com a resolução

Quando você se compromete, você escolhe negociar com o outro. O compromisso com a resolução é o melhor curso de ação quando resolver um conflito é mais importante do que conseguir o que deseja.

No entanto, esse método pode ser limitante, pois você poderá sacrificar algumas de suas necessidades enquanto tenta atender às necessidades do outro. Isso pode não ser uma estratégia tão útil, a ponto do outro o pressionar nas concessões.

Colaboração mútua

A colaboração pode permitir que vocês dois trabalhem juntos para encontrar uma solução em que possam atender às necessidades de ambos, sem comprometê-las.

Como você deve abordar alguém que está sempre na defensiva?

Há algumas considerações que você deve levar em consideração quando se deparar com um conflito:

  1. Você precisa mesmo resolver o conflito? A recompensa vale o preço de abordar o problema? Se não, pode ser melhor evitar o conflito;
  2. Prepare-se para a conversa. Esta é a primeira vez que você experimenta o problema? Se sim, concentre-se nisso. No entanto, se esse for um problema que se repete, então concentre-se no padrão de comportamentos;
  3. Foque no relacionamento. Se o problema afetar seu relacionamento de trabalho, amizade ou relacionamento romântico, concentre-se no relacionamento em si e em como o conflito o afeta;
  4. Esclareça sua posição. Reúna todas as informações e dados de fundo para apresentar à outra parte. Então, pense em como você estaria disposto a se comprometer ou colaborar no assunto;
  5. Descubra por que a outra pessoa está se comportando dessa maneira. Se você estivesse no lugar dela, como reagiria? Por que uma pessoa racional responderia assim? Ter empatia pelo outro ajuda a resolver o problema mais rapidamente;
Leia também:  Como superar o medo de falar em público?

O conflito pode ser saudável, mas pode ser desafiador quando a outra pessoa fica na defensiva. No entanto, para ajudar seus relacionamentos, é essencial entender por que alguns podem se tornar defensivos e qual a melhor forma de abordá-los.

Você deve evitar seu julgamento sobre a outra pessoa, e entender por que ela está reagindo dessa maneira. Por exemplo, há um problema mais significativo que você não está vendo? Você mesmo apresentou uma reação defensiva, provocando raiva no outro?

Ao aumentar sua inteligência emocional e praticar técnicas eficazes de comunicação e resolução de conflitos, você pode substituir uma situação problemática por outra mais saudável, além de melhorar a força do relacionamento.

Se é você que é defensivo nos conflitos, então considere falar com um Psicólogo para diminuir seus comportamentos defensivos.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *