Cabeçalho site

Psicólogo online para vítimas de narcisismo em qualquer lugar do mundo

Início

Artigos

Sobre

Início » Outros » Como lidar com alguém que se faz de vítima?

Como lidar com alguém que se faz de vítima?

Este conteúdo não foi escrito por inteligência artificial.
Assim, você tem garantia de que ele possui qualidade, precisão e originalidade.


Lidar com alguém que se faz de vítima é, no mínimo, desgastante.

A pessoa não apenas é cheia de negatividade, mas sempre há algo novo sobre o qual precisa reclamar ou pedir ajuda. Nada é culpa dela, ainda que os mesmos problemas continuem surgindo repetidamente.

Por que alguém se faz de vítima?

Nenhum de nós é perfeito em assumir a responsabilidade pelas próprias ações, e parece melhor pensar que os problemas se devem a forças externas.

Só quando isso se torna um hábito, uma forma de lidar com cada infortúnio da vida, é que alguém desenvolve uma mentalidade de vítima.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Então, em vez de perguntar “por que alguém se faz de vítima”, tente descobrir como essa pessoa pode ter sido, de fato, vítima de algo no passado.

O vitimismo é uma doença mental?

Nós temos a tendência de rotular qualquer comportamento indesejável como uma doença mental. Porém, como todos nós bancamos a vítima em algum momento, não fica tão claro quando isso se tornaria um distúrbio.

O vitimismo é mais um sintoma do que um diagnóstico, e muitas vezes é sinal de um transtorno de personalidade abrangente.

Também pode ser uma reação a certos eventos da vida.

Na maioria das vezes, quem se faz de vítima sofreu traumas graves, sejam físicos, sexuais ou emocionais.

Como saber se alguém está se fazendo de vítima?

  • Ela não confia em ninguém: em seu interior, todo mundo quer machucá-la. Sem ninguém para confiar ou pedir ajuda, é provável que se torne ainda mais amarga e desconfiada;
  • Ela não toma suas próprias decisões: em vez de pedir conselhos, ela quer que alguém lhe diga o que fazer. Quando as coisas não dão certo, ela culpa essa pessoa, em vez de si mesmos;
  • Ela nunca progride na vida: alguém que se faz de vítima tem uma forma de desamparo aprendido, acreditando que fatores externos estão sempre ditando sua vida, e não suas próprias ações;
  • Ela é apegada ao passado: alguém que se faz de vítima cataloga os eventos passados e os exibe sempre que precisa rebaixar alguém ou mostrar como o mundo o está constantemente prejudicando;
  • Ela é incrivelmente argumentativa: para ela, a discussão não é um meio para um fim, é o objetivo principal. É uma chance de pensar em seus próprios infortúnios e culpar os outros;
  • Ela é autodestrutiva: alguém que sente que o mundo a está vitimizando se colocará em situações onde isso é mais provável.

Como ajudar?

Entrar em contato com alguém que se faz de vítima é uma tarefa colossal. Sua resposta instintiva é culpar todos ao seu redor, tornando muito difícil ajudá-la a ver como são seus próprios piores inimigos.

Para manter um relacionamento com essa pessoa, você precisará de um empurrão gentil e um coração bondoso.

Estas são algumas das melhores maneiras de melhorar seu relacionamento com alguém que tem uma personalidade de vítima, ajudando-o a se ajudar:

Vá devagar

Alguém que se faz de vítima sente que está constantemente sob ataque. Se de repente você a tratar de maneira diferente, ela reagirá com medo e raiva.

Defina os limites

isso permite que ela saiba que você nem sempre responderá ao texto um minuto depois de recebê-lo.

Ajude-a a compartilhar os sentimentos

Quando uma pessoa reclama, o que ela não dirá é como as ações dos outros a fez se sentir. Redirecione a conversa e ajude-a a expressar esses sentimentos.

Não questione seus sentimentos

Não importa se seus sentimentos são justificados pela situação, é assim que eles se sentem.

Não valide o vitimismo

Concentre a conversa em expressar sentimentos, e não em sua justificativa.

Não se desculpe pelo que não é sua culpa

Alguém que se faz de vítima adora isso e, se puder, se cercará de pessoas que pedem desculpas habitualmente.

Ajude-a a ver onde as coisas deram errado

você precisa discutir o que ela está fazendo de errado, e consequentemente gerando todos os problemas.

Reconheça seu passado

Problemas de saúde mental não apareceram do nada, então provavelmente há um trauma sério por trás do vitimismo.

Não se esqueça do autocuidado

Você precisa ter conexões com pessoas que não estão envolvidas com a personalidade da vítima.

Avalie o relacionamento

Às vezes, a melhor coisa que você pode fazer por si mesmo é cortar os laços com alguém que se faz de vítima.

Pensamentos finais

Se fazer de vítima é uma estratégia de enfrentamento comum, e que a maioria de nós usa ocasionalmente. Isso nos permite desviar a culpa e manter nossa autoestima elevada.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

No entanto, torna-se um problema quando é a única maneira de alguém lidar com eventos negativos.

Lidar com uma pessoa que está sempre se fazendo de vítima é difícil, pois ela projeta sua própria negatividade em todos ao seu redor.

Embora ela precise de limites claros e de incentivo gentil para assumir a responsabilidade por suas ações, é possível ajudar um amigo, parente ou colega a parar de se fazer de vítima.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *