8 perguntas para se fazer após sua primeira sessão de terapia

Uma Psicóloga fazendo anotações enquanto atende um adolescente

Categoria: Terapia online

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

A primeira sessão de terapia acabou e você fez ao seu novo Psicólogo todas as perguntas. Mas, ainda não tem certeza se ele é o que procura?

Então, é hora de se fazer algumas boas perguntas.

As perguntas a seguir foram elaboradas para ajudá-lo a decidir se deve prosseguir com seus atendimentos, ou se há outras variáveis ​​em jogo que podem prejudicar a formação de uma boa aliança terapêutica.

O ambiente em si era seguro e confortável?

A sala em que sua sessão de terapia foi realizada era segura, silenciosa e limpa? Se sim, então há o essencial para realizar uma boa terapia.

Publicidade

Por outro lado, você não gostou do prédio em que ficava o consultório, ou o transporte até lá, ou uma pintura na parede?

Leia também:  Como identificar os sinais de contratransferência na terapia?

Ficar obcecado com essas coisas pode ser apenas uma autossabotagem, uma tentativa inconsciente de arruinar seu plano de buscar o apoio que precisa.

O Psicólogo parece uma pessoa genuína?

Deixe de lado qualquer fantasia do Psicólogo ser um super-humano e que tem tudo resolvido, ou você ficará procurando outros profissionais por um longo período.

Em vez de perfeição, procure autenticidade.

Ele parecia uma pessoa genuína? Confiante? A personalidade dele era consistente?

O Psicólogo estava totalmente presente?

Não há nada pior do que pagar por uma sessão de terapia e perceber que o Psicólogo não gosta de seu trabalho, distraindo-se com outras coisas.

O Psicólogo manteve o foco em você? Você se sentiu ouvido e observado com atenção?

Ou ele estava olhando em volta, brincando, estressado ou falando demais sobre si mesmo?

O Psicólogo estava aberto às suas perguntas?

Um bom Psicólogo terá satisfação em falar sobre ele mesmo, incluindo sua formação, experiência e como ele se sente capaz de ajudá-lo.

É claro que, se você for rude ou insultá-lo, ele estabelecerá um forte limite.

Leia também:  6 motivos para fazer terapia ainda neste ano

Ele está lá, afinal, para te mostrar formas saudáveis ​​de ser e se relacionar.

O Psicólogo ofereceu promessas irrealistas ou te deixou esperançoso?

Se o Psicólogo afirmou que vai mudar sua vida, ou insinua que é o único com as respostas, então seja cauteloso.

Um bom profissional deixará claro para você que ele não faz milagres.

Mas ele também lhe dirá uma ideia clara das habilidades que têm para, lenta mas seguramente, ajudá-lo a avançar na vida.

Você se sentiu mais ou menos cauteloso com ele do que o normal?

A ideia de que você vai entrar em um consultório, conhecer um Psicólogo pela primeira vez e confiar totalmente nele é bastante irrealista.

Muitas pessoas que vão à terapia tem problemas de confiança.

Portanto, se você nunca confiou em ninguém antes, também não confiará em seu novo Psicólogo. Considere a possibilidade de desenvolve-la gradativamente.

Ele é alguém que, com o tempo, você conseguirá relaxar e ser você mesmo?

Como você se sentiu instintivamente perto dele?

Os pacientes precisam progredir tanto no relacionamento com seu Psicólogo quanto na própria intervenção terapêutica. Então, você precisa gostar do Psicólogo.

Mas, se for apenas porque ele o lembra de um pai ou professor de quem você não gostou, dê um tempo.

A terapia precisa ser um bom ponto de partida para descobertas pessoais, e não um motivo pelos quais você e seu Psicólogo não vão se dar bem.

Leia também:  O que o Psicólogo anota durante a sessão de terapia?

Se você se sentiu tenso, irritado ou desinteressado por ele enquanto pessoa, e é assim que você costuma se sentir com alguém com quem não se dá bem, então esse Psicólogo não é o mais indicado.

O que fazer se sentir que ele não é o melhor Psicólogo para você?

Se houver alguma chance de você começar a confiar nele, então quatro sessões (a avaliação e mais três sessões de trabalho) são mais recomendadas.

Mas, se você realmente não acredita que vocês formarão uma boa aliança terapêutica, envie um e-mail, ligue ou mande uma mensagem clara e educada.

Ele poderá então recomendar um colega que considere mais adequado, ou sugerir uma abordagem terapêutica que esteja mais alinhada aos seus problemas.

Apenas certifique-se de não sabotar a obtenção de ajuda.

Pode-se levar algum tempo para encontrar um bom Psicólogo, mas quando você o encontra, as mudanças que verá em sua vida valerão a pena.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *