3 maneiras de descobrir uma traição emocional

Mulher tirando a aliança do dedo de um homem

Categoria: Infidelidade

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Muitas pessoas procuram a terapia quando descobrem que foram traídas pelo parceiro, não sexualmente, mas um traição emocional. Elas fazem perguntas como:

  • “Meu parceiro fica enviando mensagens de texto o dia todo, mesmo quando está comigo. Isso é um problema ou estou exagerando?”
  • “Meu parceiro compartilha tudo com seu melhor amigo, até detalhes pessoais sobre nosso relacionamento. Entendo que a amizade deles é especial, mas devo me importar com isso?”
  • “Meu parceiro sempre foi muito atraente, mas o flerte dele não parece mais inofensivo. Como eu falo sobre isso com ele?”

A infidelidade emocional é um fenômeno complicado e ambíguo, pois existem muitos fatores contextuais que determinam se uma ação é ou não considerada como tal, por exemplo:

  • Os limites pessoais e de relacionamento;
  • O tom e conteúdo da comunicação;
  • A divulgação de informações confidenciais e;
  • A quebra da confiança.

O que não é ambíguo é que ela dói tanto quanto uma infidelidade sexual, pois os sentimentos resultantes de traição, ciúme e insegurança são tão reais quanto. Ela tem o potencial de destruir relacionamentos.

Publicidade

Aqui estão 3 maneiras de descobrir uma traição emocional, e o que você pode fazer para denunciar o comportamento problemático:

Leia também:  Curtir fotos de outras mulheres conta como traição?

Paquera excessiva e secreta

Flertar é uma forma comum de infidelidade emocional. Pode até ser uma diversão inofensiva ou uma maneira de aumentar o ego, mas se seu parceiro estiver fazendo isso sem o seu consentimento, estará passando dos limites.

Quando o seu parceiro direciona continuamente o flerte para uma determinada pessoa, ambos desenvolverão uma sensação de intimidade e conforto na dinâmica, aumentando gradualmente a possibilidade de transgressões maiores.

Isso não é um problema para pessoas que estão em relacionamentos com limites mais acomodativos. Mas, para o relacionamento monogâmico médio, o flerte sem consentimento é um veneno lento. Iniciar, manter e esconder flertes é mais fácil no mundo online, e pode evoluir para casos amorosos.

Se você acha que o hábito de flertar de seu parceiro se tornou grande demais para ser ignorado, aqui estão algumas perguntas para se fazer:

  • Ele parece mais engajado quando está conversando com essa outra pessoa?
  • Ele sempre responde rapidamente aos textos ou ligações dessa pessoa?
  • O relacionamento dele com essa pessoa está afetando seu relacionamento com ela?

Se sim, pode ser hora de uma conversa séria. Às vezes, as pessoas nem percebem que estão flertando porque isso faz parte de sua personalidade. Portanto, é essencial que você expresse sua preocupação, reavalie os limites e estabeleça o que é mutuamente aceitável.

Leia também:  As táticas mais utilizadas para esconder um caso extraconjugal

Compartilhamento excessivo

É perfeitamente natural ter relacionamentos próximos, além de um relacionamento romântico. Você não deve esperar que seu parceiro volte para casa e conte todos os pequenos detalhes sobre o que aconteceu durante o dia.

Contudo, o que acontece quando informações íntimas sobre seu relacionamento e a vida de seu parceiro são divulgadas a terceiros? E quando outra pessoa está avaliando questões que devem ser resolvidas apenas por vocês dois?

Quando alguém de fora se torna o único confidente de seu parceiro, especialmente sobre questões do relacionamento, isso afetará os pilares. Esse tipo de traição emocional é tão prejudicial quanto um caso, porque cria um vínculo emocional que é reservado apenas para vocês.

Uma pessoa que experimenta intimidade emocional fora de seu relacionamento também tem maior probabilidade de cometer uma traição sexual.

Em tal situação, é melhor buscar ajuda profissional para descobrir como tornar o relacionamento um espaço onde ambos os parceiros se sintam confortáveis.

Buscar intimidade virtual

Na era das redes sociais, é fácil se conectar com pessoas de todo o mundo sem sair do sofá. Embora não haja nada de errado em ter amigos online, surgem problemas quando esses relacionamentos começam a ter precedência sobre os da vida real.

A infidelidade na Internet é um fenômeno exclusivo dos nossos dias. Ela fornece um caminho para uma pessoa em um relacionamento sério acessar a intimidade emocional (ou sexual) de outra pessoa com algum grau de distanciamento.

Tais relacionamentos podem se tornar muito reais. Só porque alguém não conhece a pessoa com quem está se envolvendo, não significa que esse vínculo seja artificial. Um relacionamento na Internet também tem consequências muito reais, como drenar a energia e o tempo destinados à um relacionamento.

Leia também:  As mulheres traem quando uma destas 3 coisas acontecem

Se você acha que seu parceiro está envolvido em um caso de traição emocional online, aqui estão quatro sinais a serem observados:

  • Ele está gastando mais tempo online do que costumava;
  • Ele está mantendo segredo sobre suas atividades online;
  • Ele está falando sobre outra pessoa mais do que costumava;
  • Ele está de bom humor quando perto do computador ou do telefone.

Se você notar algum desses sinais, é importante conversar sobre o que está vendo, e como isso faz você se sentir. É comum que as pessoas envolvidas em casos emocionais não percebem o quanto seu comportamento prejudica o relacionamento.

Ao falar aberta e honestamente, você ajudará o parceiro a ver o impacto que o comportamento dele está causando em você e em seu relacionamento, bem como tomar medidas para resolver o problema.

Todo casal precisa definir seus limites emocionais e sexuais. Para evitar confusões e transgressões, é importante que se fale abertamente sobre limites, em vez de esperar que simplesmente eles sejam adivinhados.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *