O que acontece quando um narcisista encontra um psicopata?

Uma mão segurando o rei branco do xadrez, enquanto derruba o rei preto

Categoria: Narcisismo
Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Esta é uma pergunta interessante, que normalmente é feita por quem pesquisa a respeito de narcisistas e psicopatas. Dois psicopatas ou dois narcisistas se encontrando é uma coisa, mas e quando um psicopata e um narcisista interagem um com o outro? O que acontece?

Você terá dois tipos de personalidades fundamentalmente tóxicas e manipuladoras, mas que também apresentam diferenças, deixando as interações entre eles muito interessante.

Aqui está uma resposta resumida:

Em qualquer interação entre um psicopata e um narcisista, o psicopata geralmente terá a vantagem, uma vez que a personalidade narcisista é muito mais frágil do que a personalidade psicopática. Sua constante necessidade de atenção, adoração e outras formas de “suprimento” os deixa muito abertos à manipulação e controle do psicopata, que geralmente se dá conta desse fato muito rapidamente.

Simplificando, o narcisista tem muitas fraquezas que o psicopata pode explorar, o que significa que, em uma batalhas de egos e poder, o psicopata geralmente vencerá. Em termos de mentalidade predatória e crueldade, os dois são ruins, mas o psicopata tem aquele pequeno extra sobre o narcisista.

Vamos examinar cada tipo de personalidade com mais detalhes, incluindo diferenças cruciais, para que possamos ver por que esse é o caso.

Eles acariciam o ego um do outro

Quando um psicopata e um narcisista entram em contato, seja em um ambiente de trabalho ou social, a interação pode às vezes parecer perfeitamente amigável, especialmente se for apenas um contato passageiro.

O narcisista provavelmente começaria a falar sobre si mesmo, enquanto o psicopata ficaria feliz em brincar com isso na interação de curto prazo, desde que tenha seu ego acariciado um pouco em troca: “Vou coçar suas costas se você coçar as minhas”.

No entanto, independentemente da aparência externa de suas interações, você pode ter certeza de que ambos examinaram e identificaram um ao outro como tendo uma mentalidade predatória e exploradora.

Há uma certa dança que acontece entre colegas psicopatas e sociopatas, e é quase o mesmo com psicopatas e narcisistas, porque todos eles tem um transtorno de personalidade exploradora e manipuladora.

O psicopata pode ficar feliz em deixar o narcisista tagarelar um pouco sobre si, talvez até mesmo se divertir com a facilidade com que ele revela seus pontos fracos.

Leia também:  Como terminar o relacionamento com um narcisista?

O narcisista, por sua vez, pode escanear o psicopata em busca de fraquezas, mas é muito mais difícil encontrá-los, além disso, eles têm muitos pontos cegos próprios que são muito fáceis para o psicopata explorar.

Quer perceba ou não, o narcisista geralmente fica em desvantagem assim que encontra um psicopata, especialmente se o relacionamento não for passageiro e houver uma dinâmica de poder envolvida.

O psicopata geralmente vencerá em uma luta pelo poder

O ponto principal disso é que, se houver qualquer tipo de confronto ou batalha de ego entre um psicopata e um narcisista, o psicopata vencerá, pois sua personalidade é construída exclusivamente para obter poder e controle sobre os outros.

A personalidade narcisista também é fixada no poder, mas também é fundamentalmente muito mais frágil do que a do psicopata. O narcisista também é essencialmente um viciado em atenção e “suprimento”, o que o deixa muito aberto e vulnerável a ser manipulado por qualquer um que saiba disso.

O psicopata não tem essa mesma necessidade de adoração. Nos primeiros 15-30 minutos após conhecer alguém, um psicopata terá examinado essa pessoa em busca de fraquezas, vaidades, aspirações, inseguranças e assim por diante. Com o narcisista, isso não será muito difícil de encontrar.

Tornar-se-á rapidamente evidente que o narcisista:

  1. Precisa de adoração e atenção;
  2. Precisa se sentir especial e único;
  3. Precisa se sentir superior aos outros.

Se o narcisista ao menos tentar confrontar o psicopata, ele poderá explorar suas fraquezas e privar o narcisista de “suprimentos”, perfurando sua frágil auto-imagem.

O narcisista, por outro lado, também pode examinar o psicopata em busca de fraquezas, mas será muito mais difícil encontrar alguma. O psicopata não tem a mesma necessidade de atenção e adoração que ele. Sua auto-imagem, embora também tóxica e vergonhosa, é coberta por uma casca muito mais espessa e difícil de penetrar, ajustada para ganhar poder e controle rapidamente em cada interação.

Você não pode colocar um psicopata na palma da sua mão dizendo-lhe o quão grande ele é e acariciando seu ego como você faz com um narcisista. Eles podem jogar junto, mas saberão muito bem que é isso que você está fazendo. Eles estão observando você e os outros constantemente, e veem o mundo com um distanciamento frio e calculista.

Psicopatas e sociopatas, embora tóxicos e manipuladores, na verdade têm um senso de identidade muito confiante e fundamentado, e não podem ser desestabilizados tão facilmente como o narcisista.

Diferenças cruciais entre psicopatas e narcisistas

Aqui estão alguns critérios de distinção mais cruciais entre as personalidades psicopatas e narcisistas, que explica por que, em qualquer interação que se torna confrontadora e baseada no poder, o psicopata quase sempre vencerá:

Restrição interna/moralidade

É verdade que alguns narcisistas podem, às vezes, ter menores vislumbres de consciência e culpa/vergonha, especialmente quando fazem algo muito ruim. Eles também têm interesse em manter sua preciosa auto-imagem, e por isso evitam fazer coisas que os exponham como pessoas más a grandes grupos de pessoas ao mesmo tempo.

A personalidade psicopática não tem nenhuma dessas restrições. Eles não sofrem de nenhuma dor de consciência ou culpa, mesmo que temporariamente, a curto prazo. Eles não ficam acordados à noite pensando no que fizeram aos outros.

Leia também:  É possível identificar um psicopata pelo seu olhar?

O psicopata não se importa com o que os outros pensam deles. Portanto, eles farão esforços que nem mesmo o narcisista faria para vencer qualquer batalha de vontades. Eles literalmente não se importam.

Publicidade

O psicopata e o narcisista são personalidades imorais, mas o psicopata é aquele que literalmente não tem limites, consciência zero, filtro e limites. Mesmo o narcisista não pode competir com isso.

Fraquezas de personalidade

A personalidade narcisista tem muitos pontos fracos e “fendas na armadura” do que a psicopata. O narcisista é um tipo de personalidade peculiarmente frágil, fundamentalmente muito fraca no âmago, enquanto a personalidade psicopática é mais implacável em sua base e tem muito menos fraquezas para explorar.

Com um narcisista você pode descobrir suas vaidades, principais fontes de suprimento e alimentá-los com esse suprimento para facilmente manipulá-los e controlá-los. O psicopata é muito menos fácil de manipular e tem um estilo de personalidade que se concentra fundamentalmente não em obter suprimentos, mas em ganhar poder sobre os outros antes que eles obtenham poder sobre eles.

Se você tentar escanear o psicopata em busca de fraquezas, pode ter certeza de que ele já o examinou em busca de fraquezas primeiro; eles sempre estarão à frente de um narcisista ou qualquer outra pessoa nisso.

Reações emocionais

Relacionadas ao ponto anterior, tanto psicopatas quanto narcisistas estão no negócio de provocar reações emocionais em outras pessoas para que se sintam bem. Porém é muito mais fácil provocar uma reação emocional em um narcisista do que em um psicopata.

Com um narcisista, existem algumas táticas bem conhecidas e usadas que você pode usar para facilmente provocá-los e enfurecê-los, como sugerir ou insinuar que eles são enfadonhos, desinteressantes e comuns.

Na verdade, é muito fácil, uma vez que você entenda a frágil natureza do narcisista; apesar da imagem que projetam, eles não são nada poderosos e bastante vulneráveis.

Com um psicopata, é muito mais difícil provocar uma reação emocional, pois eles não têm as mesmas fraquezas. É como se toda a sua personalidade, desde a mais tenra idade, fosse ajustada e fixada em encontrar as fraquezas dos outros o mais rápido possível e armazená-las para uso posterior, enquanto minimizam ou eliminam suas próprias fraquezas.

Os psicopatas são viciados em energia, não viciados em suprimentos.

Alguns psicólogos que lidam com assassinos em série psicopatas dizem que o relacionamento com a mãe é um ponto fraco em sua personalidade, que você pode usar para “abri-los”. Mas é menos claro se isso funciona com psicopatas não violentos.

Leia também:  Por que as pessoas se viciam nos psicopatas e narcisistas?

Psicopatas e narcisistas no local de trabalho

Existem algumas pequenas variações potenciais dessa dinâmica quando você tem um narcisista e um psicopata se reunindo no local de trabalho. O modo como esse cenário se desenrola geralmente depende de quem está acima de quem na hierarquia.

Se o psicopata é o chefe e tem poder sobre o narcisista (o que é comum, já que os psicopatas estão sempre tentando ganhar poder o mais rápido possível), então não há muito conflito. A personalidade identificada com o poder tem o poder, e o narcisista sabe disso.

Dependendo da cultura do local de trabalho o psicopata pode abusar ou não desse poder, mas de qualquer forma, nesse cenário, ele tem a vantagem psicológica e hierárquica. Portanto, não há muito que o narcisista possa fazer, exceto acariciar o ego do psicopata e obter seu suprimento das pessoas abaixo dele.

Nos casos em que é o narcisista tecnicamente responsável pelo psicopata, então a relação pode ser muito tóxica. O psicopata quer ter poder sobre o narcisista, mas é menos fácil fazer isso porque eles não têm poder organizacional. Eles têm que ser mais sorrateiros e manipular psicologicamente o superior narcisista.

Neste caso, pode haver uma batalha inicial de ego entre eles, com o narcisista atacando o psicopata, e o psicopata não vai gostar disso, enquanto falar mal do narcisista para os outros (os espectadores precisam documentar isso para se proteger da trama do psicopata).

Eventualmente, porém, há uma espécie de impasse, e então o psicopata realmente começa a manipular o gerente narcisista, brincando com seu ego, brincando com suas vaidades, alimentando-o com suprimentos, conversando sua linguagem.

Eventualmente, uma vez que ele tenha o gerente narcisista sob seu controle, ele começará a manipular a percepção que ele têm dos outros. Com o tempo usará essa influência para lançar campanhas de difamação contra outras pessoas que ele vê como uma ameaça, onde bons trabalhadores são injustamente culpados por quaisquer problemas que surjam e acabem saindo.

Uma vez que boas pessoas foram demitidas, o psicopata falará mal do gerente narcisista para os outros, concordando com a injustiça que ele secretamente criou!

Assim ele obtém o melhor das duas situações: atrapalhando tanto um funcionário rival de quem não gostava ou que via como uma ameaça, quanto prejudicando a imagem do gerente narcisista para os colegas de trabalho.

Uma coisa é certa: quando você tem um local de trabalho com um psicopata ou um narcisista no controle de outras pessoas, não vai ser um bom ambiente.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

6 comentários em “O que acontece quando um narcisista encontra um psicopata?”

  1. Perfeito, muito esclarecedor! Seu trabalho me ajudou a sair de uma das maiores crises q ja vivi po conta de um relacionamento com uma narcisista! Mt obg!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *