O que é a fúria narcisista?

O que é a fúria narcisista

Categoria: Narcisismo

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Fúria narcisista é um termo cunhado por Heinz Kohut em 1972 para se referir à tendência das pessoas com transtorno de personalidade narcisista (TPN) de ficarem furiosas com o que parece uma menor ou nenhuma provocação óbvia.

Narcisistas exigem que os outros lhes dêem admiração consistente e feedback positivo. Quando isso não acontece, sentimentos subjacentes de vergonha desencadeiam uma resposta instantânea de raiva, fazendo com que eles ataquem sem considerar como isso afeta sua vítima.

Sinais da fúria narcisista

Um episódio de fúria narcisista deriva da ameaça ao senso de identidade de uma pessoa e é caracterizado por uma raiva intensa. Numa relação, por exemplo, isto se manifesta por meio de abuso físico, verbal, manipulação ou comportamento passivo-agressivo.

A raiva narcisista pode ser ativa ou passiva, com sinais externos ou internos correspondentes do problema. Abaixo estão os sinais e sintomas a serem observados:

Sinais externos

  • Ataques de raiva quando não recebem a atenção que acham que merecem;
  • Gritos;
  • Raiva intensa;
  • Agressividade verbal ou física;
  • Incapacidade de controlar a raiva;
  • Tentar intencionalmente infligir dor (emocional ou física) a outras pessoas.

Sinais internos

  • Agressividade passiva;
  • Dar um “tratamento silencioso”;
  • Retrair-se ou ficar indiferente;
  • Evitar alguém;
  • Ressentimento oculto;
  • Negligencia ao fazer as coisas;
  • Usar o sarcasmo para rebaixar as pessoas;
  • Um senso de direito;
  • Tornar-se hostil ou amargo;
  • Cortar as pessoas como forma de proteger sua auto-estima;
  • Dissociação ou sentimento de desconexão da realidade.
Leia também:  11 razões para não ser amigo de um narcisista após o término

O que causa a fúria narcisista?

As possíveis causas da raiva narcisista incluem:

Autoestima ou imagem prejudicada

Uma lesão narcisista ocorre quando um narcisista pensa que sua autoestima ou valor próprio está ameaçada. Como os narcisistas têm uma autoestima muito baixa, tornam-se incrivelmente defensivos e frustrados quando as suas deficiências são apontadas. Assim, a angústia associada à exposição do seu falso eu pode resultar em fúria narcisista.

Não conseguir o que quer

Os narcisistas realmente acreditam que o mundo gira em torno deles e que suas necessidades são superiores e mais importantes do que as de qualquer outra pessoa. Quando não conseguem o que querem, sentem uma perda de controle, resultando em acessos de fúria como forma de recuperar o controle.

Ser criticado

Quando um narcisista é criticado, seu senso de identidade inflado é prejudicado. Qualquer feedback negativo percebido, mesmo que oferecido de forma gentil ou produtiva, facilmente resulta em explosões de fúria narcisista. Ele não pode tolerar ameaças ao seu enorme egos e à sua autoimagem grandiosa.

Não ser mais o centro das atenções

Para permanecer poderoso e no controle, um narcisista precisa ter uma fonte constante de admiração e validação para alimentar seu ego. Quando a atenção dos outros é direcionada para outro lugar, ele usa a raiva, a agressão verbal ou gritos para atrair a atenção para si.

Exposição dos comportamentos

Ser exposto pelas próprias ações traz vulnerabilidade. Para os narcisistas, essa emoção é uma experiência desconfortável ou insuportável. Por exemplo, se os seus delírios de grandeza forem expostos ou se as suas inadequações forem destacadas, poderão reagir com raiva para evitar a vergonha ou a responsabilização.

Prestar contas por suas ações

Defender e manter sua imagem é o que faz um narcisista prosperar. Ser responsabilizado por ferir ou abusar de alguém atinge diretamente seu ego e induz vergonha. Reagir com raiva, desvio e fúria permite ao narcisista desviar a direção de uma situação, evitando assumir seus erros e comportamento.

Sofrer revés, decepção ou conflito

Um narcisista fica facilmente furioso se ocorrer um revés em sua vida, trabalho ou relacionamento. Não conseguir o que quer resulta tanto em perda de controle quanto em ego ferido. Nessas situações, ele ataca com raiva para desviar do conflito ou recuperar o senso de autoridade.

Perder o controle

Se o narcisista sente que está perdendo o controle da situação, um ataque de raiva permite que ele recupere o poder sobre as pessoas ao seu redor. Mesmo que receba reações desfavoráveis ​​dos seus alvos, o narcisista deleita-se com a atenção e superioridade que restaurou.

Leia também:  Como você pode evitar se apaixonar por um narcisista?

Tipos de fúria narcisista

Existem dois tipos diferentes de fúria narcisista: externa ou explosiva e interna ou passiva.

Fúria explosiva

O narcisista lança insultos, grita e berra, podendo até ameaçar outras pessoas ou se machucar;

Fúria passiva

O narcisista entra em um período de mau humor e se recusa a interagir com você.

Ciclo de fúria narcisista

Ao contrário da raiva típica, a fúria narcisista não passa por uma série de estágios. Por exemplo, o psiquiatra Adam Blatner identificou os seguintes 6 estágios ou níveis de raiva típica:

  1. Estresse: sentimentos de raiva não são conscientemente reconhecidos ou postos em prática;
  2. Ansiedade: a raiva começa a vazar com sinais sutis;
  3. Agitação: sinais externos de descontentamento sem qualquer culpa atribuída;
  4. Irritação: mostrar descontentamento para fazer com que os outros respondam e mudem;
  5. Frustração: mostrar raiva com uma cara irritada ou usar palavras duras;
  6. Raiva: aumentar o tom de voz, ser mais expressivo, perder a paciência e ser mais agressivo.

O que acontece durante a fúria narcisista é mais uma resposta infantil, na qual a pessoa passa diretamente dos sentimentos de estresse para uma expressão de raiva externa ou interna plena.

Alguns se referem a isso como o ciclo da fúria narcisista. Neste ciclo, os outros não correspondem às expectativas da pessoa com narcisismo, fazendo-a sentir-se desapontada, levando-a então à raiva que é seguida de sentimentos de vergonha. Esse ciclo se repete, resultando em disfunção emocional.

Consequências da fúria narcisista

Quais são as consequências da fúria narcisista e por que ela é um problema tão grande? A verdade é que a fúria narcisista tem efeitos negativos no próprio narcisista e nas pessoas ao seu redor.

Abaixo estão alguns dos possíveis resultados negativos da fúria narcisista:

  • Rachaduras nas famílias;
  • Rompimentos de relacionamentos;
  • Outras pessoas não querem estar perto do narcisista;
  • Ter sucesso, mas à custa de amizades;
  • Dificuldades financeiras;
  • Problemas para manter o emprego ou frequentar a escola;
  • Problemas com a lei;
  • Danos físicos à terceiros ou autoinfligidos;
  • Sentimentos de culpa, perda e inutilidade;
  • Incapacidade de se adaptar às mudanças;
  • Depressão e ansiedade;
  • Problemas com saúde física;
  • Uso e dependência de substâncias;
  • Pensamentos ou comportamentos suicidas.

Dicas para lidar com a fúria narcisista

A seguir estão algumas dicas para lidar com as crises de fúria narcisista, seja de um membro da família, parceiro, amigo, colega de trabalho ou estranho:

Familiarize-se com o narcisismo

Isso inclui reconhecer as qualidades que podem torná-lo alvo dos narcisistas (por exemplo, ser excessivamente agradável e receptivo).

Evite desencadear uma reação narcisista

Os possíveis gatilhos incluem críticas ou comentários diretos e a escalada de conflitos que podem levar a danos pessoais. Não tente usar a lógica, nem entrar em debate com a pessoa, nem tente argumentar que ela está exagerando. Além disso, não leve as coisas para o lado pessoal, não busque vingança ou compartilhe muitas informações pessoais que possam ser usadas contra você.

Publicidade

Reconheça que ele não está agindo racionalmente

A fúria aparece quando o narcisista está estressado pelas circunstâncias, por isso é melhor evitá-la como forma de autoproteção. Se você sentir que a pessoa é uma ameaça para si mesma ou para qualquer outra pessoa (incluindo você), ligue para o 190 ou para o número de emergência em sua área.

Leia também:  Os 5 sinais de que você namora um narcisista infiel

Você não é culpado

Você não é culpado e nem responsável pelo humor ou comportamento do narcisista. Não peça desculpas nem aceite o comportamento dele, o que levará a mais abusos, e não fique com raiva; tente ficar calmo, tranquilo e controlado.

Responda de acordo com suas ações

Se você receber tratamento de silêncio, faça o possível para ignorá-lo. Se a raiva dele se tornar explosiva, deixe a situação para proteger sua própria segurança. Valide seus sentimentos sem concordar com mau comportamento; por exemplo, diga “você tem o direito de se sentir assim”.

Estabeleça limites pessoais

Se você sentir que está sendo prejudicado, encontre uma perspectiva externa. Proteja sua autoestima e valor próprio de ser afetado pelo narcisista.

Afaste-se e não se envolva mais

Reconheça que a fúria naricisista não é culpa sua e que você não é obrigado a ficar e discutir com ele.

Palavras finais

Se você conhece um narcisista, sente que pode ser um e está tendo problemas com a fúria narcisista, as melhores opções geralmente são a autorreflexão e a consciência, a compreensão do problema, o reconhecimento de situações desencadeadoras e o desenvolvimento de habilidades de enfrentamento.

Somente quando a pessoa que tem problemas com a fúria narcisista deseja mudar é que a mudança acontecerá. Frequentemente, ela só ocorrerá quando houver algum tipo de ruptura, como o desenvolvimento de outro problema de saúde mental. No entanto, você não precisa esperar atingir um ponto de ruptura antes de tomar medidas em direção a uma mudança significativa.

Quaisquer que sejam as suas circunstâncias, peça ajuda. Quer você seja o autor ou a vítima da fúria narcisista, obter ajuda beneficiará as pessoas ao seu redor, bem como as circunstâncias de sua própria vida.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *