Como falar para a Psicóloga que não quer ir mais?

Homem jovem em um trem com a mão encostada no vidro

Categoria: Terapia online

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Se você quer falar para a Psicóloga que não quer ir mais, faça-o de forma diplomática. Considere expor suas razões para que tenha um controle sobre sua motivação. Abra um diálogo com ela, seja gentil e honesto. Além disso, se você está pronto para trocar de Psicólogo, saiba que existem recursos disponíveis.

Antes de entrarmos em como você deve falar para a Psicóloga que não quer ir mais, gostaria de abordar algumas coisas que podem surgir.

Por que os pacientes param de fazer terapia?

Colaboração, capacidade de resposta, sensibilidade à orientação sexual e crenças espirituais do paciente, todos são a chave para uma relação paciente-Psicólogo de sucesso. Talvez você:

  • Tenha encontrado um relacionamento benéfico com um Psicólogo, mas agora se sente pronto para enfrentar as complexidades da vida sem a ajuda dele, ou;
  • Talvez você sinta que seu Psicólogo não entende sua identidade cultural ou de gênero e você deseja mudar para uma diferente.

Este é um trabalho intensamente pessoal e você não vai se encaixar com todos os Psicólogos que estão por aí. Confie na sua intuição. Seja qual for o motivo, a decisão de falar para a Psicóloga que não quer ir mais ou trocar de Psicólogo está inteiramente em suas mãos.

Tem certeza que deseja parar?

Às vezes, as pessoas param a terapia em vez de falar e perguntar o que desejam dela. Sua Psicóloga está tentando ao máximo atender às suas necessidades, mas às vezes ela pode estar errada. Talvez você sinta que ela está:

  • Se concentrando na coisa errada;
  • Gastando muito tempo com o seu passado;
  • Sem entender como você está se sentindo;
  • Oferecendo pouco desafio, e você quer que eles o desafie um pouco mais.

Existem toneladas de coisas que podem não estar funcionando para você, e a Psicóloga não está ciente disso. Nós, Psicólogos, gostamos de pensar que podemos descobrir o que nossos pacientes precisam e desejam da terapia. Mas nem sempre é assim.

Leia também:  Relacionamento abusivo: como a terapia online pode ajudar?

Portanto, mesmo que sua Psicóloga não esteja pedindo feedback, você deve estar mais do que disposto a dar isso à ela. Confie em mim, adoramos receber feedback sobre a qualidade da terapia que estamos oferecendo. Isso nos ajuda a nos tornarmos melhores.

Portanto, antes de pensar em falar para Psicóloga que não quer ir mais porque não está funcionando como você gostaria, primeiro tente perguntar à ela exatamente o que você deseja dele. Isso pode mudar tudo.

Você quer uma Psicóloga diferente?

Talvez você tenha tentado dar um feedback à sua Psicóloga e simplesmente não deu certo. Ou talvez você não queira continuar com ela porque acha que não é uma boa opção. Mas, antes de encerrar completamente a terapia, você pode experimentar outro Psicólogo.

Mesmo que você trabalhe com um Psicólogo por um tempo, pode acabar descobrindo que ele não é a melhor opção. Pode haver muitas razões para isso.

Mas o que você precisa entender é que todos os Psicólogos são diferentes. Eles não praticam da mesma maneira. Todos nós temos maneiras diferentes de olhar as coisas e tratar os problemas. Um Psicólogo incrível para seu amigo pode ser um tédio total para você.

Portanto, antes de falar para a Psicóloga que não quer ir mais, experimente outro Psicólogo que tenha um estilo diferente. Você pode encontrar o que está procurando na segunda (ou terceira) tentativa.

Talvez você só precise de uma pausa

Por mais que eu pessoalmente ame ir à terapia, às vezes preciso de uma pausa. A terapia pode ser exaustiva. O Psicólogo geralmente tentará se certificar de que nem todas as sessões sejam emocionalmente opressoras, pois os pacientes iriam se esgotar com a terapia se tiverem que fazer uma tonelada de trabalho emocional a cada sessão.

Mas, mesmo que as sessões pesadas sejam equilibradas com outras mais leves, ainda assim é totalmente aceitável querer um intervalo. Portanto, verifique com você mesmo e veja se quer apenas tirar um tempo e voltar mais tarde. Ou diga à sua Psicóloga que você não tem certeza se deseja encerrar oficialmente a terapia para sempre e que pode voltar no futuro.

Como saber se é hora de parar a terapia ?

Alguns motivos comuns pelos quais você pode falar para a Psicóloga que não quer ir mais são:

Publicidade
  • Você não sente mais vontade de crescer;
  • Você não está mais se sentindo desafiado pelo seu Psicólogo;
  • Você resolveu o problema inicial que o trouxe;
  • Você alcançou todos ou a maioria de seus objetivos;
  • É muito caro;
  • Há outras coisas que você gostaria de fazer com seu tempo que poderiam agregar mais valor à sua vida;
  • Você sente que não está vendo progresso ou está melhorando;
  • Você quer experimentar um profissional diferente, como um acupunturista ou um coach;
  • Você está emocionalmente exausto.
Leia também:  Compreendendo o plano de tratamento em uma terapia

A lista pode continuar indefinidamente e você não precisa do melhor motivo do mundo para parar de consultar seu Psicólogo.

Eu realmente o encorajaria a se perguntar, e talvez discutir com seu Psicólogo, se seu desejo de parar é porque deseja evitar algum problema. E evitar é um bom motivo para parar.

Mas, é melhor ser honesto consigo mesmo e com sua Psicóloga, se esse for o motivo. Se evitar é o principal motivo pelo qual você não quer mais falar, então pode ser uma boa ideia tentar superar o desconforto em vez de fugir dele.

Como você deve parar?

Quando você decidir parar, é sempre uma boa ideia obter algum feedback da sua Psicóloga sobre o encerramento das sessões. Se você deseja encerrar a terapia, é apropriado avisá-la. Trazer o assunto pessoalmente funciona melhor porque os Psicólogos gostam de processar por que você acha que é um bom momento para parar.

Mas, se você quiser enviar um e-mail para ela em vez de falar pessoalmente, isso também funcionará. É provável que sua Psicóloga peça uma “sessão de encerramento” para finalizar as coisas, em vez de um fim abrupto.

Você não é obrigado a ter uma sessão final com ela, mas geralmente é útil se o fizer. Só não seja o que chamamos de paciente ghost! Uma sessão de encerramento é diferente para cada Psicólogo. Mas, em geral, sua Psicóloga desejará revisar o progresso que você fez.

Os Psicólogos tendem a ser mais diretos nessas sessões, explicando como viram seu progresso e onde acham que você precisa continuar trabalhando.

Os pacientes podem obter um feedback realmente valioso nessas sessões finais. É também uma chance de dizer adeus. Dizer adeus e encerrar um relacionamento importante de maneira saudável pode ser incrivelmente curador.

Na vida, nem sempre temos a chance de terminar um relacionamento de uma forma realmente deliberada e honesta. Então, falar para a Psicóloga que não quer ir mais lhe dará a chance de ver como é, caso você nunca tenha experimentado.

Leia também:  Quando o paciente mente para o Psicólogo na terapia

Às vezes, encerrar a terapia é muito emocional. Não é incomum para você ou sua Psicóloga ficar triste e até derramar algumas lágrimas. Também pode ser muito empolgante terminar este capítulo em sua vida e seguir sozinho com novas ferramentas para lidar com a situação e insights sobre quem você é.

Em resumo, ao falar para a Psicóloga que não quer ir mais, sugiro que você:

  • Descubra o “porquê” de querer parar de fazer terapia;
  • Converse com seu Psicólogo, por email ou mensagem de texto;
  • Seja honesto se você não estiver vendo benefícios;
  • Considere um “adeus consciente”;
  • Tenha um outro plano para continuar tratando seu problema;
  • Discuta o fim da terapia desde o início.

Como se sentirá depois de parar?

Você poderá sentir uma gama completa de emoções nos dias e semanas após o término da terapia, como dor e tristeza, ou você poderá sentir liberdade e liberação. É realmente diferente para cada pessoa. De qualquer modo, você realmente conseguiu algo especial com o relacionamento terapêutico.

Talvez você tenha integrado a voz da Psicóloga em suas narrativas cotidianas. Portanto, mesmo que não os veja regularmente, provavelmente pode prever o que ela dirá à você. O que é muito útil quando você está se perguntando sobre uma situação complicada.

Você também deve saber que provavelmente causou um impacto positivo nela e que ele também cresceu com a experiência. Ela se lembrará e pensará em você de tempos em tempos, bem como estará torcendo por você e esperando pelo melhor em sua vida.

Como a Psicóloga vai reagir?

É comum se preocupar com a reação à sua decisão de falar para a Psicóloga que não quer ir mais. Mas, uma boa Psicóloga sempre tem em mente os melhores interesses de seus pacientes.

Se a sua Psicóloga dificultar ou forçar você a ficar, considere isso como um alerta e comunique sua sensação. Quando você comunica o que funcionou e o que não funcionou, está ajudando os outros.

Uma boa Psicólogo vai caminhar com você por apenas parte de sua jornada, antes que você decida querer outra coisa. Em outras palavras, uma boa Psicóloga não levará sua decisão de parar de fazer terapia para o lado pessoal.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *