Cabeçalho site

Psicólogo online para vítimas de narcisismo em qualquer lugar do mundo

Início

Artigos

Sobre

Início » Tratamento » Os narcisistas são capazes de enganar os Psicólogos?

Os narcisistas são capazes de enganar os Psicólogos?

Mãos de um mágico fazendo truques com um baralho

Este conteúdo não foi escrito por inteligência artificial.
Assim, você tem garantia de que ele possui qualidade, precisão e originalidade.


Os narcisistas são capazes, sim, de enganar intencionalmente ou não os Psicólogos, uma vez que estão acostumados a mascarar suas emoções e apresentar uma fachada para impressionar os outros.

Eles podem, também, se apresentar como vítimas para ganhar empatia, bem como minimizar ou mentir sobre como tratam os outros.

Na terapia familiar ou de casal, por exemplo, é comum observar como eles agem de maneira totalmente diferente no consultório e em casa.

E, mesmo quando os narcisistas compreendem seus problemas comportamentais e buscam ajuda, lutam profundamente contra aceitar a própria vulnerabilidade e o feedback.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Essas duas barreiras tornam a terapia com o narcisista tremendamente desafiadora.

Como os narcisistas agem na terapia?

É um equívoco pensar que os narcisistas não fazem terapia. Pelo contrário, muitos deles recebem apoio em saúde mental ao longo de suas vidas.

Além disso, muitos narcisistas buscam tratamento por conta própria. Contudo, a terapia nem sempre é diretamente sobre o narcisismo.

Aqui está o que os narcisistas costumam fazer nas sessões de terapia:

Focam em outras questões

O narcisismo é comorbidade com muitas outras condições, incluindo depressão, ansiedade, transtornos por uso de substâncias e transtornos alimentares.

Os narcisistas geralmente iniciam o tratamento porque reconhecem a necessidade de apoio para esses problemas.

Eles também costumam fazer um significativo progresso no tratamento desses sintomas, mesmo que não tratem do comportamento narcisista.

No entanto, como os traços narcisistas afetam todas as áreas de funcionamento, as taxas de recaída tendem a ser altas.

E, mesmo que o narcisista alcance uma recuperação sustentável de um problema, ele pode “migrar” para outras condições.

Culpam os outros

Os narcisistas passam muito tempo na terapia projetando e culpando os outros pelo seu comportamento.

Como o Psicólogo só ouve um lado da história, ele não compreende totalmente o que está acontecendo.

Isso faz com que aceite inconscientemente a versão narcisista como uma verdade absoluta.

Como muitos narcisistas têm histórias complexas de trauma, é fácil supor que eles são apenas vítimas de seu passado.

Os narcisistas também passam muito tempo da terapia falando sobre suas mágoas do passado, tornando o progresso inexistente.

Os narcisistas geralmente filtram seletivamente o que revelar na terapia.

Eles podem, por exemplo, apenas destacar seus sucessos ou falar sobre o que estão fazendo bem em relação à uma questão específica.

O oposto também é uma verdade. Há situações em que eles apresentam dificuldades para obter mais simpatia ou validação do Psicólogo.

Quando este é o caso, eles usam o Psicólogo como um suprimento narcisista.

Contam mentiras

Não é segredo que a maioria dos narcisistas são bons contadores de histórias.

Para receber validação, costumam contá-las de modo a provocar certas emoções, seja excitação, medo, repulsa, raiva ou tristeza.

Os pacientes narcisistas transferem sentimentos e reações sobre outra pessoa para o Psicólogo, levando-os a repetir padrões específicos.

Por que os narcisistas enganam?

Os narcisistas não enganam intencionalmente os Psicólogos, mas os transtornos de personalidade são inerentemente crônicos e persistentes.

Aqui estão algumas explicações sobre como eles enganam um Psicólogo:

Eles querem ser positivamente percebidos

Em sua essência, os narcisistas temem profundamente a rejeição.

Por isso, tentam impressionar ou manipular os outros, de modo a atender às próprias necessidades e evitar a rejeição.

Isso acontece até mesmo na terapia, principalmente porque nós, Psicólogos, somos treinados para não julgar e ver o que há de bom nos pacientes que tratamos.

Eles têm tendências malignas

Os narcisistas malignos machucam consciente e ativamente os outros, muitas vezes por meio da manipulação emocional severa ou até mesmo da violência.

Esses pacientes se apresentam como altamente hostis e combativos durante suas sessões de terapia.

Se um narcisista maligno for obrigado a fazer tratamento (ou receber um ultimato de alguém), ele enganará o Psicólogo porque não visualiza nenhum motivo real para trabalhar em si mesmo.

Eles não percebem que estão mentindo

Os narcisistas costumam mentir com tanta frequência que nem reconhecem quando ela está acontecendo.

Mentir é uma maneira de lidar com o estresse e de se conectar com os outros. Esse padrão se apresenta naturalmente na terapia.

Os pacientes narcisistas contam histórias exageradas, ou inventam completas mentiras para enganar seu Psicólogo.

Eles querem manipular e serem mais espertos

Alguns pacientes narcisistas enganam ou manipulam o Psicólogo porque querem ser mais espertos do que outros, especialmente quando esse outro é considerado um especialista.

Isso é mais comum entre os narcisistas analíticos e intelectuais.

Frequentemente, eles fazem terapia na tentativa de provar que o Psicólogo está errado. Um bom Psicólogo, no entanto, percebe esse padrão quando ele está acontecendo.

A terapia é eficaz?

Sim, mas depende. O transtorno de personalidade narcisista é complexo, e muitos Psicólogo nem sempre estão cientes de sua existência.

Se um paciente narcisista entra em terapia com alguns dos problemas anteriormente citados, eles terão precedência sobre o transtorno em si.

Isso é especialmente verdadeiro se esses problemas forem orientados para crises, como ideação suicida, uso de substâncias ou violência doméstica.

Dito isto, os Psicólogos bem informados reconhecem o papel do narcisismo como um mecanismo de sobrevivência. Eles estão mais bem equipados para detectar o narcisismo.

O tratamento de longo prazo é mais eficaz do que o trabalho de curto prazo quando se trata de transtornos de personalidade, já que construir segurança e confiança leva muito tempo.

Os narcisistas costumam passar a maior parte de suas vidas “se mascarando”, e remover essa máscara leva vários meses (ou até anos).

Como saber se um narcisista está enganando?

Nem sempre é possível dizer se um Psicólogo foi “enganado”.

A terapia é uma profissão complexa, e todos os Psicólogos são diferentes quando se trata de compreender e tratar pessoas.

Alguns, por exemplo, reconhecem o narcisismo, mas não o denunciam imediatamente porque precisam construir uma boa aliança terapêutica.

Esses Psicólogos sabem que confrontar diretamente o problema afastará o paciente. Em vez disso, eles esperam até que haja segurança para destacar os padrões problemáticos observados.

Outros Psicólogos suspeitam que o narcisismo existe, mas os traços se sobrepõem a outras condições diferentes, incluindo transtorno bipolar, transtornos de ansiedade e até depressão.

De qualquer modo, ter traços narcisistas não indica necessariamente que alguém tenha um transtorno de personalidade narcisista.

O abandono prematuro do tratamento também é um problema real. Muitos narcisistas param a terapia se sentirem que o Psicólogo está “contra” eles.

Isso acontece após um único comentário ou um gesto não-verbal. Também ocorre se o narcisista considerar o Psicólogo “pouco inteligente” ou “inútil”.

Como lidar com narcisistas na terapia?

Os psicólogos usam diferentes estratégias para ajudar pacientes narcisistas, como:

Construindo confiança

Os Psicólogos criam um espaço seguro e acolhedor para a terapia, de modo que os pacientes narcisistas se sintam confortáveis ​​e dispostos a participar.

Estabelecendo limites

Os Psicólogos estabelecem regras claras para as sessões de terapia.

Isso ajuda os pacientes narcisistas a entenderem seus limites e se comportarem adequadamente.

Desafiando o pensamento distorcido

Narcisistas geralmente têm ideias distorcidas sobre si mesmos e sobre os outros.

Os psicólogos trabalham para corrigir esses pensamentos e encorajar algo mais realista.

Com empatia e autorreflexão

Os psicólogos incentivam os pacientes narcisistas a considerarem os sentimentos dos outros e pensarem sobre suas próprias ações.

Isso ajuda a crescer e entender como o próprio comportamento afeta as pessoas ao seu redor.

Abordando questões subjacentes

O narcisismo resulta de mágoas ou inseguranças do passado.

Sendo assim, os psicólogos ajudam os pacientes a explorarem esses problemas subjacentes e os traumas do passado.

Desenvolvendo habilidades de enfrentamento

Os Psicólogos ensinam aos indivíduos narcisistas maneiras saudáveis ​​de lidar com as próprias emoções e com a comunicação.

Isso inclui técnicas para controlar a raiva, melhorar a empatia e regular as emoções.

Colaborando com outros profissionais

Os Psicólogos trabalham com psiquiatras para fornecer uma abordagem completa para o tratamento do narcisismo.

Os resultados da terapia variam com base na disposição da pessoa em participar, bem como na compreensão do seu próprio comportamento.

Perguntas frequentes

Saber exatamente o que está acontecendo é impossível, a menos que você esteja em terapia com ele.

Os Psicólogos são legalmente obrigados a manter a confidencialidade, o que significa que não divulgarão o conteúdo da sessão.

Eu recomendo que você aceite que não pode controlar o resultado do que acontece com um narcisista em terapia.

Um Psicólogo dirá se você é um narcisista?

Um Psicólogo fornece o diagnóstico com base na avaliação dos sintomas e comportamento de seu paciente.

Portanto, se ele entender que o paciente atende aos critérios para Transtorno da personalidade narcisista ou exibe traços narcisistas, ele compartilhará esse diagnóstico durante o curso da terapia.

No entanto, isso vai variar dependendo da abordagem do Psicólogo e da situação do indivíduo.

A terapia de casais ajuda a tratar o narcisismo?

Psicólogos qualificados tratam casais onde um ou ambos os parceiros têm traços narcisistas. O trabalho se concentra em estabelecer limites claros sobre o que é e o que não é tolerável.

No entanto, se o Psicólogo tomar partido de um dos lados ou não conseguir detectar a presença do narcisismo, haverá um impasse.

Independente da situação, o narcisista precisa assumir a responsabilidade por seus comportamentos, bem como se comprometer a mudar a forma como se relaciona e se conecta com seu parceiro.

A terapia com um narcisista é sempre produtiva?

Pode ser, mas o Psicólogo precisa estar ciente dos padrões narcisistas, e o narcisista deve estar disposto a continuar se engajando na terapia.

Trabalhar com o trauma do passado também ajudam os narcisistas a reconhecerem a origem dos comportamento que desejam mudar.

Acho que sou narcisista. Como tirar o máximo proveito da terapia?

Se você quiser deixar de ser narcisista, então a honestidade e a responsabilidade pessoal são tudo.

Você precisa enfrentar seus comportamentos, mesmo que sejam desconfortáveis. A mudança é lenta, mas possível.

O narcisismo é um produto de um trauma complexo, e você merece apoio e recuperação.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Busque alguém que tenha experiência no tratamento de traumas. Também é importante se ele for especialista no tratamento do transtorno borderline, pois o borderline e o narcisismo exibem muitas semelhanças.

Se você estiver discordando do seu Psicólogo, ou querendo desistir do tratamento, saiba que essas reações resultam do narcisismo.

Persistir vai ajudá-lo a mudar seus hábitos, mesmo quando se sentir frustrado.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *