Como identificar uma mulher psicopata em seus comportamentos?

Mulher de olhos castanhos escuros segurando um chapéu que impede de ver metade do seu rosto

Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Já tive a oportunidade de atender uma mulher psicopata, e espero que minha experiência profissional o ajude a compreender e se proteger de mulheres que apresentam traços de psicopatia.

Meu objetivo também é sensibilizá-lo sobre como a mulher psicopata age e se comporta em ambientes cotidianos.

Atendê-las com frequência me permitiu ver a sua personalidade bem de perto ao longo de muitos anos.

A mulher psicopata só quer destruir e receber muita atenção

A mulher psicopata procura destruir os outros a qualquer custo.

Ela pode minar sua autoestima usando insinuações, intimidá-lo e colocar seus amigos e familiares contra você, de modo a envenenar sua reputação pelas costas.

Não há fim para o que ela pode fazer para destruir sua vida.

Publicidade

A mulher psicopata também é uma mentirosa patológica, já que tende a ser mais astuta e manipuladora do que o psicopata homem.

Leia também:  O psicopata se espelha em quem tem qualidades que ele não tem

A mulher psicopata deseja ser o centro das atenções e exige estar no palco.

Ao prestar atenção no seu estilo de falar, é possível perceber como consegue bancar a vítima.

Ela derrama lágrimas de crocodilo para brincar com a sua simpatia e, no momento seguinte, suas lágrimas podem se transformar em gargalhadas estridentes.

Sua psicopatia liga e desliga como um letreiro de néon.

O uso da extroversão e outras táticas de conquista

Não ouse desafiá-la. Isso pode desencadear uma resposta balística!

A mulher psicopata costuma ser conhecida por seu histrionismo.

Sua excelente atitude manipuladora e sedutora é convincente o suficiente para persuadir o público a acreditar em seu lado da história, mesmo depois de ouvir o outro lado primeiro.

Ela pode recorrer a todos os meios necessários para conseguir o que deseja, incluindo flertar com alguém ou cooptar por meio da sedução.

No final das contas, uma mulher psicopata não é leal a ninguém. Ela acredita que tem direito a tudo, ao passo que lhe agrada não dar nada.

Ela pode se gabar do seu infortúnio e, enquanto ela se regozija, você pode até notar um sorriso malicioso em seu rosto.

Leia também:  O que acontecerá se você se apaixonar por uma mulher psicopata?

Ela pode roubar ou danificar deliberadamente um bem precioso, e se for pega nunca se desculpará, porque a culpa sempre é dos outros.

Na verdade, ela distorce todas as histórias a seu favor e culpa a vítima pelo que aconteceu.

A mulher psicopata é motivada pela inveja e inadequação pessoal

No fundo, a mulher psicopata não gosta de si mesma e raramente sentir pena dela ajuda em alguma coisa.

Não importa o que você faça ou o que você dê a ela, sempre será ingrata.

É provável que seja extremamente gananciosa e lute para obter tudo o que deseja, pois acredita que foi roubada da generosidade da vida, e deve balancear esta equação.

O que ela quer é sempre algo impossível de conseguir:

  • Por que os diretores de cinema não estão batendo em sua porta?
  • Por que ela não tem as pernas longas de uma Miss Universo?

Veja bem, ela sempre estará desejosa de alguma coisa e nunca estará satisfeita. Ela não aprecia nada.

Cuidado se ela lhe oferecer uma fofoca como uma informação confidencial.

Ela está contando aos outros as mesmas histórias, muitas das quais podem ser meias verdades ou até mentiras completas.

Ela é altamente perita em se aproximar das pessoas. Ela estará te avaliando, enquanto você ainda está tentando entendê-la.

Leia também:  A mulher psicopata é uma mestre da fuga

A mulher psicopata e sua incapacidade para amar

O mais devastador e destrutivo de seu traço psicopático pode ser sua incapacidade de amar alguém, até mesmo seu próprio filho.

Essa incapacidade intrínseca significa a ruína de qualquer relacionamento.

A psicopata é tão perigosa quanto seus colegas homens.

O importante é que você entenda que a mulher psicopata pode parecer diferente em primeira análise porque os comportamentos são diferentes.

Por baixo de sua aparência, porém, ela opera a partir mentalidade livre de culpa, empenhada somente em manipular e vencer.

Ela pode ser tão perigosa quanto um psicopata homem, talvez mais ainda porque, com base nas convenções sociais, temos menos probabilidade de vê-la chegando.

Pense em uma enfermeira idosa aparentemente amável que cuida de um homem doente.

Essa mulher poderia muito bem ser uma psicopata, mas sua apresentação como uma mulher mais velha em uma profissão de ajuda faz com que os outros a vejam sob uma luz benevolente.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

21 comentários em “Como identificar uma mulher psicopata em seus comportamentos?”

  1. Parabéns pela publicação
    Me ajudou bastante
    Agora eu preciso saber o que fazer quando se descobre que a mulher é psicopata depois de 6 anos de casado.
    Um filho só dela,uma filha minha e dela,dois filhos meus com outra mulher e que vivem todos juntos na mesma casa todo esse tempo.
    Pelo menos agora eu já sei o por quê de eu está a ponto de sumir e acabar com tudo .
    Entendo agora que o problema não sou eu .

  2. Olá,larguei um casamento de 30 anos e 04 filhos para viver com uma mulher por dois anos! Mulher com 03 filhos menores e um de cada marido, crianças que eu criava como meus filhos!!! Reformei a casa toda e mobiliei com tudo de melhor que ela queria!!! Dois anos viajando todos os finais de semana e sempre nos divertindo! Mas depois de um tempo comecei a ver quem era realmente,ingrata, extremamente narcisista e muito agressiva quando contrariada, nunca está nada bom para ela por mais que eu me esforçasse.
    Tentava que eu me afastasse de meus filhos e brigasse com minha ex esposa!
    Impressionante como o que vc descreve de uma psicopata se encaixa em tudo com ela!!!
    As vezes acho que ela realmente acredita em todas as mentiras que conta.
    Ela tem um poder de persoazao muito grande! Extremamente ingrata,injusta,egoísta e parte para agressão física! Também é uma pessoa bonita e agradável de se conversar, principalmente com pessoas novas! Sofri muito por gostar de uma pessoa doente!
    Parabéns pela matéria!!!

  3. Me ajudou muito teus textos. Que confusão que estou metido. Obrigado. Vou prestar atenção em muitas coisas.

  4. Há dez anos convivo com uma,so agora que estou percebendo, e já Vivi uma situação complicada,foi horrível.

    1. Olá, boa noite! Infelizmente a 4 anos vivenciamos um mulher assim, sendo esposa do meu filho em um relacionamento de 3 meses apenas, ela engravidou propositalmente, fez com que ele casasse e, após o casamento se transformou numa mulher egocêntrica, exigente, emocionalmente controladora, obsessiva, egoísta, agressiva e o principal de tudo, nenhuma demostração de emoção e muitooo mentirosa ao estremo, mais faz com que todo mundo acredite nela, se vitimizando o tempo todo e todo mundo acredita nela, o pior é que tem a criança que tem autismo nível 1, então ela manipula a criança de tal forma, que já estamos percebendo pequenos traços de mudança de comportamento da criança atravéz de manipulação emocional, mais infelizmente ninguém acredita nele e em nós, porque ela alegou a mudança de comportamento dele e de emocional também ao autismo, então infelizmente a criança está a merecer dela e não há nada que possamos fazer, a loucura dessa criatura é tanta, que ela já incitou ao meu filho no momento de depressão pela situação que estava passando no divórcio a cometer suicídio, pós seria um favor que ele faria a humanidade, sem falar das agreçoes físicas e emocionais. A única coisa que podemos fazer nesse momento é clamar a Deus que faça a máscara dela cair.

  5. Há pouco tempo atrás me envolvi com essa espécie de mulher. Eu tenho 16 e ela, 14. Mesmo adolescentes, firmamos em se comprometer um com o outro. No começo, ela sempre demonstrou preocupação comigo, e amor também. Sempre ligava pra mim quando estávamos à distância. Foi uma pessoa que, quando percebi, realmente tomei por noção que ela iria consolidar algo sério comigo. Me prometeu uma série de realizações pros planos do relacionamento. Não a dei dinheiro em momento algum, ela não me pedia nada, afinal eu apenas estudo, ela é bancada pelos pais e tambem estuda. Mas o tempo passou e ela rapidamente mudou o comportamento comigo, cerca de 2 semanas antes da separação. Ficou estranha, já não dava mais atenção pra mim como dava no começo. Terminou comigo por WhatsApp e não deu muitas explicações pra isso. Quando perguntei a ela depois de um tempo já que não estava aguentando mais sofrer por amor, ela alegou que eu era o quem não dava atenção. Uma mentira escandalosa. Sempre fui recíproco e tinha traços de muito amor por ela. Claro, ela sabia disso. Depois disso, disse que não estava preparada pra amar alguém, que estava com bloqueio emocional, que o pai dela queria que ela não tivesse mais relacionamentos. Eu sabia que tudo que ela contava pra mim era mentira, antes e depois do relacionamento, mas mais ainda quando perguntei o motivo de ela ter se afastado e consequentemente se separado de mim. Eu tava tentando engulir as mentiras dela porque não queria que ela se iritasse e muito menos pedisse o fim do namoro. Eu sempre concordava com ela, mesmo depois de separados porque achei que ela ainda tinha alguma esperança de voltar pra mim. Eu fiquei remoendo isso por 3 meses, até que um dia ela olhou na minha frente e falou que tudo não passava de uma ilusão e que tudo, além das promesas que me fazia, era pautado em mentiras. No final, ela disse que tinha “amadurecido”, mandou eu amadurecer também, me chingou pesadamente e ainda disse que não se importava com o meu sofrimento e também não se importava se no começo sentia amor por mim. Por vezes, tentando fingidamente ser empática comigo, disse pra eu procurar a igreja, em razão de que eu estava sofrendo tanto que não aguentava mais ficar sem ela. Me dói saber que uma garota de apenas 14 anos já tem tendência efetiva de ser uma notória psicopata no futuro, talvez mais perversa e mais silenciosa. Ficamos unidos por 2 meses. Não sei se ela quis ficar comigo por carência ou por me destruir mesmo.

  6. O autor está corretisso, e digo mais : quando escolha a sua vítima, seja ela quem for, se sacia com prazer de vingança.

  7. Texto objetivo,sem muitas delongas!Informações completas e prática,para as pessoas leigas no assunto ,parabéns!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *