Como terminar o relacionamento com um psicopata?

O rosto de um homem sendo iluminado de baixo para cima

Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Uma das coisas mais difíceis ao terminar um relacionamento com um psicopata é que ele continuará interessado por você.

Para ele o término é, na verdade, um grande desafio. Então, ele fará uso do seu charme e muitas outras coisas para reconquistá-lo, perpetuando o ciclo.

Como o psicopata não se importa com o como seu próprio comportamento afeta outras pessoas, então a relação amorosa acaba sendo unilateral.

Romper com um psicopata é como acabar com um vício, mas a longo prazo você terá mais saúde e bem-estar.

Conflitos internos

Quando o relacionamento com um psicopata termina, você pode entrar em um conflito interno de várias maneiras:

  • Quer fugir, mas ao mesmo tempo quer o seu parceiro de volta;
  • Sente muita raiva do psicopata, mas ao mesmo tempo tem pena dele;
  • Sabe que o comportamento do parceiro é inaceitável e mesmo abusivo, mas o ama muito;
  • Espera que o parceiro mude com o tempo, mas sabe que ele não mudou nos muitos anos de relacionamento;
  • Deseja má sorte ao psicopata, mas ao mesmo tempo quer cuidar dele.

Essas ideias e sentimentos contraditórios são muito angustiantes.

Se você sabe que foi abusado por um psicopata e desenvolveu uma pseudopersonalidade, ajuda muito a entender essas contradições.

Publicidade

Você passa a acredita que há algo de errado porque não consegue resolver a situação facilmente.

Leia também:  Um psicopata sabe que é psicopata?

Dicas de como terminar o relacionamento com um psicopata

Se você está apaixonada por um psicopata, mas não sabe como se livrar dele, considere as dicas a seguir:

  1. Não se culpe: você provavelmente terá dificuldade em terminar o relacionamento caso sinta-se culpado. Será mais fácil deixar ir se perceber que as coisas não foram sua culpa;
  2. Não desculpe o comportamento negativo: dar desculpas para o comportamento do psicopata manterá você preso no relacionamento, esperando que ele mudem quando as circunstâncias mudarem;
  3. Pare de acreditar que ele vai mudar: o psicopata está simplesmente tentando manipulá-lo para permanecer no relacionamento;
  4. Não seja vítima das ameaças de suicídio: uma tática manipuladora que o psicopata usa é ameaçar suicídio se você disser que gostaria de terminar o relacionamento;
  5. Prepare-se: o psicopata que é desprezado tende a buscar vingança, o que inclui esvaziar sua conta bancária ou causar outros danos;
  6. Não termine pessoalmente: se você tentar terminar pessoalmente, o psicopata provavelmente irá convencê-lo De ficar;
  7. Corte totalmente o contato: ignore as tentativas do psicopata de se aproximar, porque isso o fará pensar que há uma chance de reparar o relacionamento;
  8. Não seja amigo: se você está terminando com um psicopata, não há espaço para você manter qualquer nível de contato com ele;
  9. Ignore as tentativas de difamação: você sabe a verdade e não precisa se defender de suas táticas de manipulação;
  10. Reserve um tempo para se curar: como você estava profundamente apaixonado por ele, mesmo que o inverso não fosse verdadeiro, então não há problema em reservar um tempo para lamentar o término;
  11. Considere a intervenção profissional: como o relacionamento com um psicopata é bastante prejudicial emocionalmente, você pode se beneficiar ao procurar ajuda de um Psicólogo;
  12. Procure suporte: há chances de que seus amigos e parentes tenham percebido os efeitos nocivos do relacionamento, então eles ficarão felizes em ajudá-lo a seguir em frente e encontrar a felicidade novamente;
  13. Pratique o autocuidado: faça coisas que você gosta, como iniciar uma nova rotina de exercícios, comer de forma saudável, aprender um novo idioma ou sair com seus amigos;
  14. Evite um relacionamento com outro psicopata no futuro: que comportamentos você notou que acabaram se tornando grandes problemas? Anote-os para que os evite em relacionamentos futuros;
  15. Você merece um relacionamento saudável: você pode e encontrará um relacionamento saudável agora que sabe como identificar o comportamento psicopático;
Leia também:  Como identificar um psicopata durante a entrevista de emprego?

Como seguir em frente?

Para seguir em frente, você precisa desfazer a “programação” que foi feita pelo psicopata. Essas coisas podem aparecer como os seguintes problemas:

  • Confusão de identidade/não saber quem você é;
  • Ataques de pânico ou ansiedade;
  • Dificuldade em encontrar ou manter um emprego;
  • Dificuldade em encontrar ou manter um relacionamento;
  • Dificuldade em tomar decisões;
  • Dificuldade de memória/pensamento;
  • Sentimentos de dependência;
  • Problemas para confiar ou aceitar pessoas;
  • Problemas para confiar em si mesmo;
  • Temores;
  • Sensação de culpa;
  • Vergonha;
  • Problemas para dormir e/ou pesadelos;
  • Distúrbios alimentares;
  • Dificuldades sexuais/problemas com a sexualidade;
  • Sintomas físicos como dores de cabeça, dores nas costas, problemas de pele, doenças crônicas;
  • Depressão;
  • Perda de familiares/amigos;
  • Fortes sentimentos contraditórios ou emoções muito confusas em relação ao ex;
  • Medo de se envolver em um relacionamento abusivo novamente.
Leia também:  O que acontece com a empresa que tolera um psicopata?

Por outras palavras, é necessário entender as técnicas de manipulação que ele usou, e por que foram usadas.

Quando você compreende os efeitos que essas técnicas tiveram em seu pensamento, suas emoções e sua tomada de decisão, elas desaparecem.

Você consegue assumir o controle de sua vida novamente.

O psicopata não domina mais seus pensamentos, e tudo aquilo que normalmente estava acontecendo em sua mente não existirá mais!

Você precisará se acostumar a viver sem o abuso, o caos e o drama em sua vida, bem como se acostumar a tomar suas próprias decisões novamente.

Tudo isso é melhor feito com a ajuda de um Psicólogo.

Alguém que entenda o “controle da mente” vai ajudá-lo a questionar as crenças e idéias que precisam ser desfeitas, bem como ajudá-lo a evitar muitas das armadilhas ao se recuperar de um relacionamento psicopático.

Palavras finais

Um relacionamento com um psicopata vem com desafios significativos.

Um psicopata é charmoso, mas enganador e manipulador para conseguir o que quer. Ele vai te machucar repetidamente e não mostrará remorso porque, simplesmente, não é capaz de cuidar de outras pessoas.

É fundamental praticar o autocuidado e ser gentil consigo mesmo.

Depois de se curar, você será capaz de identificar os sinais de comportamento psicopático nos relacionamentos, bem como evitar se apaixonar por ele novamente no futuro.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *