O psicopata se espelha em quem tem qualidades que ele não tem

Um casal de frente, sentados em um sofá e tomando uma xícara de café

Categoria: Psicopatia

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

O conceito psicológico de espelhamento é importante para entender como o psicopata assimila as qualidades que ele não tem, pois a usará como uma ferramenta crucial para enganar e manipular suas vítimas.

Portanto, é fundamental descobrir se a pessoa é genuína antes de ser enganada pelo espelhamento.

De onde vem a motivação para esse espelhamento, ou cópia de traços? Esse comportamento do psicopata é visto de algumas maneiras diferentes:

  • Como uma forma de copiar as características de pessoas virtuosas e de alta qualidade (pelo qual tem grande admiração) e enganar os outros, ou;
  • Serve para fabricar uma “alma gêmea” ou uma fachada de parceiro perfeito para suas vítimas.
Leia também:  O que acontecerá se você se apaixonar por uma mulher psicopata?

Contudo, existem diferentes maneiras de interpretar essa tática, e as motivações entre os psicopatas será diferente em cada caso.

O psicopata quer se tornar quem ele admira

Não há dúvida de que o psicopata tem um grande fascínio por pessoas com algum tipo de característica, virtude ou outras qualidades que não possui.

Ele é atraído, como mariposa para a luz, por pessoas de alta qualidade e com características atraentes, como:

  • Vibração;
  • Inteligência;
  • Autoestima;
  • Popularidade;
  • Graça;
  • Riqueza;
  • Sucesso ou;
  • Qualquer outra coisa que ele deseje para si.

O psicopata acredita que, ao andar e conversar no ritmo de alguém que admira, vai absorver essas características para si, se tornando mais atraente.

Com sua loquacidade e superficialidade, é assim que ele vê o mundo.

Mas, se ele percebe que não é tão simples, e ter essas características significa que precisa realmente agir e viver de uma certa maneira, então o fascínio se transforma em inveja.

Isso explica porque o psicopata ataca a pessoa que inicialmente tentou espelhar e copiar.

Ele usa o espelhamento como um prelúdio para preparar a vítima para o abuso que infligirá no futuro. As motivações deixam de ser egoístas e passam a ser puramente malévolas.

Leia também:  É possível identificar um psicopata por seu discurso?

A alma gêmea fabricada

Momento em que o psicopata fabrica uma alma gêmea nos estágios iniciais de um relacionamento, como parte inicial do ciclo idealizar-desvalorizar-descartar, tão comum nos relacionamentos com psicopatas.

Aqui, ele usa o espelhamento para fazer a vítima acreditar que encontrou o parceiro ou amigo perfeito. Ele:

  • Caminhará e falará em um ritmo perfeito;
  • Terminará as frases da vítima;
  • Copiará o seu humoe;
  • Estará em sintonia perfeita.

A verdade é que tudo isso é falso e premeditado. A coisa toda é um ato cuidadosamente planejado, algo que o psicopata faz com todas as vítimas.

Ele estará apenas a observando, vendo o que ela gosta, deseja e responde. A ideia é construir a melhor confiança o máximo possível e estabelecer um poderoso vínculo psicopático.

Como se proteger do espelhamento?

Quaisquer que sejam as motivações do psicopata, é importante estar ciente dessa tática de espelhamento, e como ela é usada para construir confiança e uma falsa sensação de conexão.

É importante dar um passo para trás se alguém parece estar espelhando cada movimento seu, e de uma forma perfeita demais.

Pode ser que a pessoa seja uma boa combinação, e a sensação de “voar alto” seja porque ela é genuinamente alguém vibrante, carismático, autêntico e com integridade.

Leia também:  Os psicopatas violentos são uma minoria

No entanto, é importante desacelerar, já que esse sentimento de “voar alto” é algo que o psicopata costuma criar nos estágios iniciais de um relacionamento.

Os relacionamentos não são perfeitos e exigem esforço para se sustentar. Portanto, se alguém está vendendo uma relação onde você não precisa se esforçar, desconfie.

Publicidade

O julgamento do caráter é importante ao iniciar qualquer relacionamento, especialmente aquele que parece estar indo muito rápido, e onde há um senso de conexão e espelhamento.

Portanto, verifique se há traços de caráter psicopático na outra pessoa.

É importante olhar além de qualquer encanto superficial e observar como a pessoa está realmente se comportando em relação aos outros, mesmo que pareça que você está em um “período de lua de mel”.

Com o tempo, qualquer psicopata se entrega à um conjunto previsível de comportamentos e características.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *