7 mitos sobre a resiliência que você acredita

Dente-de-leão nascendo entre bloco de concreto e madeira

Categoria: Resiliência

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Resiliência é a capacidade que cada um de nós tem de aprender e se fortalecer com a adversidade e se adaptar de forma positiva ao que quer que aconteça em nossas vidas. Ela vem de dentro de nós e as características específicas de cada um constituem o Núcleo de Resiliência.

A resiliência é uma habilidade extraordinária que se desenvolve ao longo de nossas vidas. Muitas pessoas têm uma visão estreita da resiliência, no entanto, e isso limita o potencial de crescimento individual. Considere 4 mitos em torno da resiliência.

Resiliência é algo que você tem ou não

Há alguma verdade que algumas pessoas parecem ser naturalmente mais resilientes do que outras, assim como algumas pessoas parecem nascer mais felizes do que outras. Porém, a maioria de nós desenvolve a resiliência aos trancos e barrancos ao longo da vida e, à medida que envelhecemos, ela fica mais forte.

Grande parte da resiliência resulta de aprender e crescer com a adversidade e estar determinado a continuar apesar das decepções e fracassos. Isso vem de viver, de nos expor e aprender o que funciona e o que não funciona para manter o equilíbrio.

Leia também:  Resiliência: técnicas para se recuperar das adversidades

A resiliência geralmente se desenvolve com o tempo; às vezes muito rapidamente e outras vezes gradualmente. Assim, enquanto alguns parecem ter nascido com mais resiliência do que outros, todos nós podemos desenvolvê-la.

Se você praticar a atenção plena, sua resiliência aumentará

Praticar a atenção plena é bom para permanecer no aqui-e-agora, nos ajudando a focar no que é importante e evitando respostas extremas aos eventos. Isso aumenta a resiliência em algumas pessoas.

Por outras palavras, praticar a atenção plena pode ajudar algumas pessoas a se concentrarem no que é significativo e serem persistentes. Mas a atenção plena não serve para todos.

Publicidade

O que funciona melhor para você lidar com os altos e baixos da vida? O que te ajuda a focar no que é mais importante? Se quisermos construir nossa própria resiliência, precisamos explorar abordagens que funcionem melhor para nós.

O mindfulness por si só não é a única resposta e, para alguns, não funciona bem. Se o seu trabalho é projetar intervenções para aumentar a resiliência, explore outras abordagens além da atenção plena.

Resiliência é o mesmo que gerenciamento de estresse

Conversei com dezenas de líderes, profissionais de saúde e médicos que parecem ter substituído o termo “enfrentamento” e “gerenciamento do estresse” por resiliência. Eles não são a mesma coisa.

Resiliência é uma abordagem para a vida e ter um forte núcleo de resiliência significa que somos capazes de continuar, nos levantar novamente depois de cair e sobreviver para lutar outro dia porque temos propósito em nossas vidas e estamos determinados a descobrir as coisas.

Leia também:  Escutar o nosso corpo é fundamental para ter mais resiliência

O gerenciamento e o enfrentamento do estresse são bons porque podem nos manter centrados, calmos e compostos para que possamos viver de forma mais resiliente, mas não é o que a resiliência é.

Não se limite a técnicas de gerenciamento/enfrentamento do estresse. Resiliência é muito mais do que isso.

Sem pessoas de apoio, você não pode ser resiliente

Isso é verdade, em partes. Precisamos do apoio que os outros nos dão para sermos fortes, corajosos e persistentes.

No entanto todos nós conhecemos histórias de pessoas que foram notavelmente resilientes na ausência de apoio de outras pessoas. Pense nas pessoas que estão à deriva no mar, prisioneiros de guerra, aqueles em confinamento solitário, ou talvez aqueles que escolhem uma vida solitária.

Eles não são menos resilientes por causa dessas circunstâncias. Eles são a exceção que eu conheço, mas a resiliência está dentro de nós, é uma força interior. Coisas fora de nós, incluindo outras pessoas, apoiam esse núcleo e tornam mais provável que nossa resiliência permaneça forte.

Ninguém pode ser resiliente por nós. Isso é algo que fazemos e temos que é exclusivamente nosso.

É sempre bom ter resiliência

Uma virtude pode se tornar uma fraqueza se você confiar demais nela, e a resiliência também pode se tornar uma fraqueza.

A resiliência em excesso pode levar as pessoas a não reconhecerem quando as coisas não estão indo bem, e optarem por permanecer nelas. Um exemplo comum é uma situação de trabalho ruim com um chefe tirânico, onde um colaborador acredita que deve permanecer nessa função e encontrará uma maneira de desempenhar suas obrigações.

Leia também:  8 coisas para fazer se você for vítima de fofocas ofensivas

Melhor admitir que a situação de trabalho é insustentável e encontrar um novo emprego. Não há nada de ruim em seguir em frente.

Pessoas resilientes não têm dias ou semanas ruins

Os mais resilientes entre nós terão dias ruins e emoções negativas. Mas é a resposta à essas adversidades que importa. Resiliência significa continuar a seguir em frente, mesmo quando estamos no fundo do poço.

É provável que experimentemos um aumento na ansiedade, solidão e tristeza, mas isso não significa que não sejamos resilientes. Envolver-se em comportamentos adaptativos enquanto luta ou experimenta intenso medo, ansiedade ou tristeza é resiliência.

Exemplos de comportamento adaptativo incluem resolução ativa de problemas, busca de apoio social, compartilhar com outras pessoas que você está lutando agora, tolerar a incerteza e gerar esperança para o futuro.

Você só precisa de resiliência quando a vida fica difícil

É claro que certos momentos de nossas vidas exigem mais resiliência do que outros. No entanto, demonstrar resiliência envolve ter uma certa mentalidade e utilizar um conjunto específico de habilidades. Como com qualquer habilidade, você deve praticar.

Praticar habilidades de resiliência não apenas fornece às pessoas uma confiança e firmeza que elas podem lidar quando a vida fica difícil. Também ajuda as pessoas a prosperarem e serem proativas em suas vidas cotidianas.

A mudança pode ser dolorosa, e o desenvolvimento de habilidades de resiliência ajuda na hora de responder e ter que implementar mudanças.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *