As principais diferenças entre o narcisismo e a alta autoestima

Mulher com os braços abertos em cima de um trapiche durante o nascer do sol

Categoria: Narcisismo

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Apesar da visão amplamente difundida de que narcisismo e alta autoestima estão relacionadas, os traços de ambas são muito mais distintos e não relacionados do que a sabedoria convencional nos levou a acreditar.

À primeira vista, narcisismo e alta autoestima parecem a mesma coisa, mas diferem em sua própria natureza.

Leia também:  Como o narcisista infiel manipula a culpa nos casos de traição?

A diferença entre narcisismo e alta autoestima é: o narcisista se sente superior aos outros, mas não necessariamente gosta de si mesmo.

De fato, o sentimento do narcisista sobre si é inteiramente baseado nas opiniões dos outros, enquanto aquele com alta autoestima não se considera superior aos outros, e se aceita independentemente do que os outros pensam sobre ele.

O narcisista têm pouca necessidade de relacionamentos íntimos e calorosos. Seu objetivo principal, na vida, é mostrar aos outros como ele é superior, e ele constantemente anseia e busca a admiração dos outros.

Publicidade

Quando ele recebe a admiração que tanto deseja, se sente orgulhoso e exultante. Mas quando não recebe a atenção que deseja, sente-se envergonhado e pode até reagir com raiva e agressão.

Uma pessoa com alta autoestima, por outro lado, está satisfeita consigo mesma e não tem uma sensação de superioridade sobre os outros. Em vez disso, ela se percebe como indivíduo valioso, mas não mais valioso do que outros.

Leia também:  A verdade brutal sobre selfies, narcisismo e baixa autoestima

Ele deseja relacionamentos próximos e íntimos, mas não precisa ser excessivamente admirado. Aqueles com alta autoestima raramente se torna agressivo ou zangado com os outros.

Além das diferenças de natureza e consequências, o narcisismo e a alta autoestima têm origens infantis notavelmente distintas e se desenvolvem de forma diferente ao longo da vida.

Em resumo, a alta autoestima é uma qualidade positiva que melhora a vida, enquanto o narcisismo é um traço doentio que acaba levando à infelicidade.

Os esforços de intervenção ajudam aquele com traços narcisistas a desenvolver uma verdadeira autoestima.

A distinção entre narcisismo e autoestima tem implicações importantes para os esforços de intervenção. Nas últimas décadas, a juventude ocidental tornou-se cada vez mais narcisista. Por isso, é importante desenvolver intervenções que diminuam o narcisismo e elevem a autoestima.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *