Os 10 erros mais comuns ao lidar com o abuso narcisista

Uma mulher cobrindo parte de sua cabeça com a blusa

Categoria: Narcisismo

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Lidar com o abuso narcisista é uma experiência incrivelmente difícil e complexa, que deixa cicatrizes duradouras na saúde mental e no bem-estar.

Infelizmente, muitos não conseguem reconhecer a gravidade desse tipo de abuso, ou não entendem como gerenciá-lo com eficácia. Como resultado, cometem erros que perpetuam e impedem a cura.

Ao compreender esses erros e aprender como evitá-los, as vítimas de abuso narcísico darão os primeiros passos para a cura, bem como para a recuperação do controle de suas vidas.

Presumir que o agressor é racional e capaz de empatia

Supor que o agressor é racional e capaz de empatia é um erro comum em quem lida com o abuso narcisista.

Essas pessoas assumem que o agressor acabará reconhecendo o mal que está causando, e estará disposto a mudar seu comportamento.

No entanto, esse geralmente não é o caso dos narcisistas.

Eles têm um senso distorcido de auto-importância e falta de empatia pelos outros. Também são incapazes de reconhecer suas próprias falhas e usam da manipulação, do gaslighting e de outras táticas para controlar e abusar de suas vítimas.

Ao assumir que o abusador é racional e capaz de empatia, as vítimas de abuso narcísico se culpam pelo abuso, acreditando que são de alguma forma responsáveis ​pelo comportamento do abusador.

Elas também se sentem impotentes e presas no relacionamento.

Em vez disso, é importante reconhecer que os narcisistas geralmente não conseguem ou não querem mudar seu comportamento.

As vítimas de abuso narcisista devem se concentrar em

  • Estabelecer limites;
  • Buscar apoio de amigos e familiares e;
  • Buscar ajuda profissional para curar o trauma do abuso.
Leia também:  Love bombing: o que é e como se proteger?

Ao reconhecer as limitações do agressor e focar em seu próprio bem-estar, as vítimas começam a tomar medidas para a cura e para recuperar o controle de suas vidas.

Acreditar em mudanças se fizerem as coisas de maneira diferente

Outro erro comum que as pessoas cometem ao lidar com o abuso narcisista é acreditar que ele vai parar ou melhorar, caso mudem seu próprio comportamento, ou façam as coisas de maneira diferente.

Esse equívoco decorre da crença de que a vítima tem algum controle sobre o comportamento do agressor, o que não é o caso de indivíduos narcisistas.

Indivíduos narcisistas são conhecidos por seu comportamento manipulador e controlador, e muitas vezes não querem ou são incapazes de reconhecer o mal que causam aos outros.

Eles culpam suas vítimas por seu comportamento, dão desculpas ou negam a responsabilidade por suas ações.

Assim, as vítimas de abuso narcísico não podem mudar o seu comportamento ou tornar o relacionamento saudável por si mesmas.

É preciso que ambas as partes estejam dispostas a trabalhar juntas, mas geralmente o agressor não está disposto a fazê-lo.

Desistir de suas próprias necessidades

Aqueles que desistem de suas próprias necessidades para apaziguar o agressor o fazem como um esforço para evitar mais conflitos ou agradar.

No entanto, isso simplesmente reforça a dinâmica abusiva e não resolve os problemas subjacentes.

É importante lembrar que você tem direito às suas próprias necessidades, desejos e merece ser tratado com respeito. Desistir das próprias necessidades para aplacar um agressor só levará a mais dor no longo prazo.

Tentar curar ou mudar o narcisista

É importante entender que os narcisistas não são capazes de mudar. Qualquer tentativa de mudá-los resultará apenas em mais manipulação e abuso.

Em vez de tentar consertar o narcisista, é importante se concentrar em sua própria cura e recuperação. Esta é a única maneira de se libertar do ciclo de abuso.

Minimizar ou negar o abuso

Isso pode ser resultado de muitos fatores, incluindo:

  • Sentir-se constrangido;
  • Envergonhado ou;
  • Acreditar que o narcisista “não é tão ruim assim”.

No entanto, minimizar ou negar o abuso tem consequências graves. Isso vai impedi-lo de procurar ajuda, fazer com que duvide de suas próprias experiências e dificultar a recuperação.

Leia também:  Os narcisistas têm consciência do que estão fazendo?

Se você está lidando com abuso narcisista, é importante reconhecer a realidade da situação e buscar apoio de profissionais ou outros sobreviventes.

Somente ao reconhecer a gravidade é que você pode esperar se proteger de mais danos.

Isolar-se de amigos e familiares

O isolamento, geralmente, é provocado pelo narcisista para controlar sua vítima.

Ele diz coisas como: “você não vale o tempo de ninguém” ou “ninguém se
importa com você”. Isso faz com que a vítima comece a acreditar no que ele fala e, como resultado, se isola.

Esse isolamento leva a mais abusos, pois o narcisista agora tem controle total sobre sua vítima.

Portanto, é fundamental entrar em contato com amigos e familiares se você estiver em um relacionamento narcisista, pois eles fornecerão apoio e ajudarão a ver a situação com mais clareza.

Existem pessoas que se preocupam com você e que vão te ajudar nesse momento difícil.

Aceitar a culpa ou sentir-se culpado pelo abuso

Uma das coisas mais difíceis sobre o abuso narcisista é que pode ser difícil dizer o que está acontecendo, mesmo enquanto está acontecendo.

Como os narcisistas são mestres da manipulação, eles costumam fazer suas vítimas duvidarem de suas próprias experiências e memórias.

Publicidade

Como resultado, muitas pessoas que sofreram abuso narcisista se sentem culpadas ou responsáveis ​pelo abuso, mesmo que não tenha sido culpa delas.

Este é um dos maiores erros que você pode cometer ao lidar com o abuso narcisista.

Aceitar a culpa pelo abuso só dará ao narcisista mais poder sobre você, e tornará mais difícil se livrar do ciclo de abuso.

Em vez disso, concentre-se em se curar e em construir uma rede de apoio de familiares e amigos que acreditem em você e o ajudem nesse momento difícil.

Permanecer no relacionamento por medo

Quando se trata de lidar com o abuso narcisista, um dos maiores erros que as pessoas podem cometer é permanecer no relacionamento por medo.

Isso geralmente ocorre porque o agressor faz ameaças sobre o que acontecerá se a vítima tentar sair.

Ele pode dizer que vai se machucar ou até mesmo se matar. Em alguns casos, o agressor ameaça ferir ou matar a família ou os amigos da vítima.

Leia também:  Os sinais de que você é vítima de um suprimento narcisista

Como resultado, a vítima sente que não tem escolha, a não ser permanecer no relacionamento. No entanto, é importante lembrar que ninguém merece ser tratado dessa maneira.

Se você estiver em uma situação como essa, peça ajuda a um amigo ou familiar.

Voltar ao ciclo de abuso narcisista

Voltar para um narcisista fará com que ele se aproveite de suas fraquezas e as use contra você.

Por exemplo, ele pode prometer mudar e melhorar, mas depois retoma os seus velhos hábitos. Ou, ele pode dizer que está arrependido e que nunca mais fará isso, mas então ele o faz.

Lembre-se que o narcisista não vai mudar. Ele está interessado apenas em si mesmo e em suas próprias necessidades.

Se você deseja se libertar do ciclo de abuso narcisista, precisa ser forte e ter um sistema de suporte sólido. Só então você pode começar a se curar e seguir em frente com sua vida.

Desistir de sua própria vida e identidade

O último erro que as pessoas cometem ao lidar com o abuso narcisista é desistir de sua própria vida e identidade para se tornar o parceiro idealizado do narcisista.

Este é um grande erro por várias razões:

  1. É impossível manter essa fachada para sempre. Eventualmente, as rachaduras começarão a aparecer e o narcisista perderá o interesse;
  2. Mesmo que você consiga manter a fachada por um tempo, acabará sacrificando sua própria felicidade no processo. Você estará vivendo uma mentira, e isso não é saudável;
  3. Ao desistir de sua própria vida e identidade, você está essencialmente dando a ele poder sobre suas emoções e seu bem-estar.

Palavras finais

Se você está em um relacionamento com alguém que é narcisista ou acabou de sair de um, esteja ciente dos erros comuns que as pessoas cometem ao lidar com o abuso narcisista.

Ao evitar esses erros, você aumentará suas chances de cura e recuperação do trauma infligido.

Você já cometeu algum desses erros? Que outro conselho você daria para aqueles que estão tentando se curar após o abuso narcisista?

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *