Cabeçalho site

Psicólogo online para vítimas de narcisismo em qualquer lugar do mundo

Início

Artigos

Sobre

Início » Narcisismo » Por que é difícil terminar um relacionamento com um narcisista?

Por que é difícil terminar um relacionamento com um narcisista?

Este conteúdo não foi escrito por inteligência artificial.
Assim, você tem garantia de que ele possui qualidade, precisão e originalidade.


Muitas pessoas são atraídas por relacionamentos com pessoas vaidosas. Mas como sempre haverá muitos problemas, com o tempo percebe-se as dificuldades em terminar um relacionamento com um narcisista.

Para as pessoas que buscam um encontro, os narcisistas normalmente são mais desejáveis ​​e atraentes.

No entanto, entrar em um relacionamento com ele vai, em última análise, te deixar com um sentindo de perda, pois ele se tornará o foco de sua energia e atenção.

Não é nenhuma surpresa que uma pessoa seja atraída por alguém com traços narcisistas, afinal eles são carismáticos e trazem muita energia para o ambiente que estão.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Eles são muito charmosas e simpáticos no começo, conseguem encantar e seduzir, são interessantes e engraçados, misteriosos e emocionantes.

No entanto, em relacionamentos de longo prazo, sua verdadeira natureza aparece, e então nos perguntamos se ainda é a mesma pessoa lá do início.

Os estágios iniciais do romance com um narcisista são muito emocionantes. Há uma sensação de que se essa pessoa especial te escolheu, então você também devo ser especial.

Eles são propensos a se apaixonar loucamente por alguém e são muito rápidos em se comprometer. No entanto, esse amor e compromisso iniciais não são sustentados.

Com o tempo, alguns traços negativos surgem:

  • Eles são controladores, possessivos e ciumentos;
  • Exigem atenção, buscando segurança e construção;
  • Se sentem facilmente magoados e;
  • Se concentram excessivamente em seus próprios desejos e necessidades.

Se ferirmos sua autopercepção inflada, o narcisista atacará. Sua comunicação será cortante, fazendo com que o parceiro se sinta inferior.

Quando alguém está no relacionamento com um narcisista, provavelmente se sentirá isolado.

Um parceiro narcisista consome sua energia ou limita seu contato com outras pessoas. Muito do seu tempo e atenção irão para os desejos, necessidades e emoções dele e, portanto, os seus próprios serão negligenciados.

Apesar de todos esses desafios e aspectos negativos do relacionamento, por que é tão difícil terminar um relacionamento com um narcisista?

Ele nos faz sentirmos necessários

O fato de um narcisista exigir muito de seu parceiro não é uma grande surpresa. Ele é impulsionado pela insegurança, e não por um senso inflado de si mesmo.

Dessa forma, embora possam assumir um ar de confiança em público, em particular, muito de sua identidade é frágil.

Assim, quando estamos perto dele, nos tornamos um instrumento que emprega para tentar se animar, ou se sentir bem consigo mesmo.

Ele sente que, se sua auto-imagem tiver uma rachadura, tudo vai desmoronar. Assim, podemos nos sentir muito culpados por deixar um narcisista.

Ele nos faz se sentir especiais

Mesmo que um narcisista ocupe muito espaço em nossa vida e nos mantenha em sua sombra, sentimos que estamos aproveitando seu brilho ao ficar perto deles.

Se os perdermos, também perderemos os holofotes que brilham sobre ele.

Nos sentimos resistentes a terminar um relacionamento com um narcisista porque temos medo de sacrificar o sentimento de especialidade que ganhamos.

Ele nos deixa com a sensação de derrota

No relacionamento com um narcisista nós assumimos muitas das lutas dele, tornando-a parte de nossa identidade. Ao terminar um relacionamento com um narcisista, estaremos abrindo mão de parte de nós mesmos.

Se ele se tornou o centro do nosso mundo, podemos nos sentir perdidos.

Assim, embora o relacionamento tenha aspectos sombrios, imaginamos que ficaremos completamente no escuro se nos afastarmos.

Ele mexe com a nossa autoestima

Todos tem um lado que duvida, diminui quem somos e diz que somos indignos ou indesejáveis.

Estar com um narcisista nos faz sentir um pouco melhor sobre nós mesmos porque alguém com uma opinião aparentemente tão alta de si mesmo nos escolheu.

Afinal, ele só estaria com alguém que fosse especial.

Por outro lado, ele pode nos fazer sentir pequenos, nos colocando para baixo quando é desafiado ou quando não atendemos à sua necessidade exagerada de elogios. Ou podem fazê-lo ignorando-nos completamente, fazendo-nos sentir indignos.

Essas formas de tratamento reforçam nossas atitudes, já negativas em relação a nós mesmos, e tornando a voz crítica interior mais mais forte.

Embora seja doloroso ouvir os auto-ataques desse crítico interior, também é algo que todos nós precisamos desafiar.

Isso ocorre porque tendemos a internalizar muitas de suas mensagens como nosso próprio ponto de vista, em vez de ver as forças externas que a moldam ao longo de nossas vidas.

Ele nos viciam no vai e volta da relação

O relacionamento com um narcisista têm muitos altos e baixos. A característica comum de todos os tipos de amor narcisista é a mania.

O narcisismo é frequentemente associado à um estilo de amor de jogo. Em um minuto o narcisista está nos fazendo sentir como o centro de seu universo, e no próximo, parecemos sua última opção.

Ele dá pouca atenção quando estamos lá, mas nos confronta com grandes emoções quando não estamos.

Embora fiquemos sobrecarregados, confusos ou frustrados com essa dinâmica, também ficaremos viciados nela.

O vai e volta do narcisista o torna mais atraente, até viciante. Passamos a acreditar que precisamos desse emocionante amor para sermos dignos dentro de nós mesmos.

Ele recria o nosso passado

Muitas vezes, há razões de nossa própria história que nos levam a um narcisista. Essas razões são baseadas em nossas primeiras experiências relacionais e padrões de apego.

Se tivéssemos um pai que precisasse de nós para tranquilizá-los ou que nos fizesse cuidar deles, então nos devotaríamos a alguém com padrões semelhantes.

Se crescemos sem obter o amor ou a atenção de que precisávamos, permaneceremos em um relacionamento em que teremos esse mesmo sentimento.

Essas dinâmicas são desagradáveis, mas familiares. Temos um impulso para recriá-las porque elas são os modelos aprendidos de como os relacionamentos funcionam.

Como as forças que nos atraem para relacionamentos com um narcisista têm muito a ver com nossos próprios padrões internos e histórias pessoais, terminar um relacionamento com um narcisista exige alguma autorreflexão.

É provável que estejamos lutando com nosso próprio senso de identidade, ou com lesões de relacionamentos passados.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Ao olhar para o que nos atrai em uma pessoa narcisista, qual dinâmica é recriada, e quais autoconceitos negativos ela reforça, aprenderemos muito sobre nós mesmos.

Só assim começaremos a desafiar esses padrões, ideias e nos libertar de relacionamentos que nos limitam e nos machucam.

Finalmente, podemos nos orientar na escolha de relacionamentos mais saudáveis, mais gratificantes e iguais no futuro.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *