O que você deve fazer se não gostar do seu Psicólogo?

Mulher dando um chute em direção ao observador da foto

Categoria: Outros

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Você nem sempre vai gostar do seu Psicólogo. Na verdade, a maioria das pessoas passa por fases durante o processo de terapia em que a admiração e o gosto pelo Psicólogo aumentam e diminuem.

Isso pode ser baseado em uma série de fatores, como:

  • O tipo ou dificuldade do material que está sendo tratado na terapia;
  • A quantidade de estresse que você ou o Psicólogo podem estar experimentando; ou
  • Algo completamente diferente.

Essas mudanças de sentimentos em relação ao Psicólogo são uma parte normal do processo terapêutico.

Você, no entanto, percebe que foi o mais longe possível com seu Psicólogo atual ou descobre, pouco depois de iniciar a terapia, que o escolheu não é o certo para você.

Leia também:  5 maneiras de avaliar e reagir às pessoas egoístas

Você pode ficar ansioso quando percebe isso, e continuará com ele por muito tempo ainda, simplesmente porque é preciso algum esforço e coragem para encerrar o relacionamento que você tem com ele.

Alguns Psicólogos também nem sempre tornam isso tão fácil quanto poderiam, sugerindo que você “trabalhe” com sua antipatia por eles em sessões futuras. Alguns até irão sugerir que isso pode ser terapêutico e benéfico.

O fato é que um pouco de ansiedade e estresse são uma parte normal da terapia e você descobrirá que nem sempre concordará com seu Psicólogo. Alguns deles irão pressioná-lo a desafiar suas crenças, encorajando-o a trabalhar para uma mudança em sua vida.

A chave é reconhecer a diferença entre um nível de estresse de curto prazo devido a um problema específico que é tratado durante as sessões de terapia, ou uma pequena discordância, e um problema de longo prazo mais sério que está interferindo no andamento do seu tratamento.

Leia também:  O que é e como lidar com pessoas passivo-agressivas?

Essa diferença nem sempre é fácil de detectar.

Ao iniciar com um novo Psicólogo, você geralmente deve determinar se deseja trabalhar com ele nas primeiras três sessões. Se, após as três primeiras sessões, você sentir que tem problemas com ele que não estão se resolvendo, então pode ser hora de encerrar a terapia.

É irreal acreditar que todo Psicólogo pode trabalhar com todo paciente e vice-versa.

Informe à ele que você gostaria de ser encaminhado a outro Psicólogo (se precisar de encaminhamento) e que não retornará. A maioria dos Psicólogos responderá de maneira profissional e garantirá que, se você precisar de um encaminhamento, ele o ajudará.

Publicidade

Outros Psicólogos podem perguntar por que você está saindo, e você será bem-vindo em responder honestamente ou dizer que prefere não dizer. Depende de você! É sua terapia e sua escolha em quanto dessa razão você deseja compartilhar.

Se você está com o ele há mais tempo, mas descobre que as sessões não estão evoluindo, isso também pode ser uma indicação de que é hora de trocar de Psicólogo.

Leia também:  Por que as pessoas nos interrompem e o que fazer a respeito?

Se, depois de discutir essa preocupação com seu Psicólogo atual, não encontrar uma solução aceitável, pode ser aconselhável considerar uma mudança. Novamente, a melhor maneira de abordar o problema é diretamente, na sessão, e pedir uma referência, se precisar.

Encontrar um Psicólogo que trabalhe com você, e não contra você, é uma parte importante do sucesso da terapia. Um bom profissional atuará como um guia, um apoio e uma pessoa que o desafiará quando souber que você está pronto para ser desafiado.

Não se contente com um Psicólogo onde sinta que está mais batendo cabeça do que resolvendo o problema.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *