Quando é hora de deixar de ser amigo de um amigo?

Homem de camisa azul dando adeus

Categoria: Outros

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Certa vez tive um paciente que se via lutando com uma amizade íntima de longa data. Então algo mudou e ele descobriu que o amigo estava sendo desonesto em várias ocasiões. Cada vez que perguntava sobre o que havia acontecido, o amigo se desculpava e dizia que era um mal-entendido.

Uma amizade que outrora era maravilhosa, agora se tornou tóxica. Meu paciente se questionava se devia insistir nela ou se afastar.

A importância da amizade

Ter amigos é extremamente importante em todas as ocasiões. Eles agregam qualidade à nossa vida, proporcionando socialização, apoio emocional e nos ajudando a nos sentirmos menos sozinhos no mundo. Os amigos são vitais para a saúde emocional e física.

Sem relacionamentos saudáveis, corremos mais risco de ansiedade, depressão e diminuição da imunidade.

Aprendemos como fazer e manter amizades enquanto crianças. No ensino fundamental e médio, elas assumem ainda mais importância. Os amigos se tornam nossos confidentes, apoiadores e sentimos que eles nos entendem melhor do que a própria família.

Ao longo de cada fase da vida vamos conhecendo novas pessoas, e algumas amizades da infância continuam até a idade adulta. Outros desaparecem com o tempo e as circunstâncias. Nós envelhecemos, mudamos e descobrimos que temos mais em comum com outras pessoas, então formamos novas amizades e finalizamos outras.

Leia também:  Resolver conflitos por mensagens de texto cria confusão

Os graus de proximidade com os amigos variam, e alguns laços são mais próximos do que outros. É bom ter uma variedade deles, desde os que você gosta de fazer atividades, até aqueles em quem você confia.

Embora as pessoas possam se preocupar com o “tenho amigos suficientes?” geralmente, a quantidade é menos importante do que a qualidade. Ter muitos amigos deixa algumas pessoas felizes, enquanto outras ficam mais à vontade com poucos.

Quais os sinais de uma amizade saudável?

Amigos se divertem juntos e mostram o melhor de si de um para o outro. Normalmente eles têm coisas em comum, mas às vezes também se conectam apesar das diferenças.

Em amizades saudáveis, ambas as partes se apoiam. Torcem um pelo outro, celebram os sucessos juntos e se consolam em tempos difíceis. São honestos e não julgam uns aos outros. Eles ouvem, oferecem conselhos quando solicitados e ajudam em uma crise.

Os amigos ficam genuinamente entusiasmados ao estarem juntos. Eles são receptivos e confiáveis, quer estejam se encontrando pessoalmente, falando ao telefone ou se comunicando por meio de um texto.

Uma amizade saudável também não significa necessariamente que vocês sempre concordam um com o outro. Deve-se esperar que a trajetória de qualquer relacionamento tenha altos e baixos, mas precisam serem capazes de se comunicar um com o outro.

Simplificando, a amizade deve fazer você se sentir feliz, forte e confiante.

Quais os sinais de uma amizade tóxica?

Em amizades tóxicas há muita ansiedade, tristeza e estresse. Se você se sente esgotado, em vez de revigorado, depois de estar junto com um amigo, ou aliviado quando ele cancela algum plano, isso é um sinal de que há problemas na amizade.

Leia também:  Como superar a dor do arrependimento e seguir em frente?

Em um relacionamento tóxico, uma pessoa se sente mais investida ou aproveitada do que a outra. Embora o conflito seja uma coisa ruim, discutir constantemente ou sentir que você precisa suprimir seus sentimentos para evitar uma discussão também é indicativo de problemas.

Outro sinal de uma amizade tóxica é se você se sentir fisicamente ou emocionalmente inseguro. Suponha que um amigo seja muito crítico, tentando mudar quem você é, dando conselhos não solicitados ou fazendo comentários sarcásticos. Então, isso vai afetar sua saúde mental e é um motivo para se afastar.

Amigos precisam se sentir seguros um com o outro. Devem desejar que o outro tenha outros amigos, parceiros românticos e relacionamentos com a família. Em amizades tóxicas, há falta de limites. Um amigo tóxico controla ou exibir ciúme extremo de outras conexões na vida.

Como as amizades se tornam tóxicas?

Algumas amizades são tóxicas desde o início, enquanto outras se tornam tóxicas. Em muitas situações, não é que ele seja uma pessoa ruim, mas sim que ele é ruim para você neste momento de sua vida. Às vezes usamos demais a frase “amigo tóxico”, quando o que queremos é dizer que nossos interesses não se alinham mais.

Na amizade tóxica, falta apoio emocional. Um ou ambos os amigos não se sentem mais à vontade sendo eles mesmos. Os limites são continuamente cruzados, mesmo quando você descreve o que está sentindo.

Um amigo tóxico parece legal no começo. Afinal, se não fosse, você não gostaria de sua amizade. Contudo, com o tempo, percebe que ele não fica feliz por você, e não tem o melhor interesse no coração. A amizade começa a parecer muito unilateral, e você não confia mais nele para manter suas confidências.

Leia também:  Razões pela qual um Psicólogo não quer atender um novo paciente

Em vez de fazer você se sentir feliz e confiante, as amizades tóxicas afetam negativamente seu bem-estar físico e emocional. Amizades doentias o arrastam para baixo e esgotam sua energia.

Tomando a decisão de ir embora

Por fim, meu paciente acabou tendo uma conversa honesta e produtiva com o amigo. Foi difícil, mas de alguma forma ele reuniu coragem, e estou muito feliz por isso. No final, enquanto o amigo queria continuar a amizade, ele decidiu que era hora de dizer adeus.

De fato, eles tinham uma amizade fantástica, mas havia se esgotado. O relacionamento não fazia mais o meu paciente se sentir bem. Ele se sentia estava nervoso e desprotegido, incapaz de ser ele mesmo.

Ele também percebeu que não conseguia mais ser um bom amigo, e que era injusto fingir o contrário. A amizade se tornou tóxica para os dois.

Ao olhar para trás, ele ficou feliz por ter conseguido conversar abertamente, e dar ao relacionamento o encerramento que merecia. Mesmo que a amizade não possa ser salva, uma conversa vai ajudar ambas as partes a aprender mais sobre si e, com sorte, ter amizades melhores e mais saudáveis ​​no futuro.

Publicidade

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *