Cabeçalho site

Psicólogo online para vítimas de narcisismo em qualquer lugar do mundo

Início

Artigos

Sobre

Início » Outros » 7 maneiras de evitar a codependência em seus relacionamentos

7 maneiras de evitar a codependência em seus relacionamentos

Uma mão segurando com firmeza uma corda grossa

Este conteúdo não foi escrito por inteligência artificial.
Assim, você tem garantia de que ele possui qualidade, precisão e originalidade.


Codependência é a excessiva dependência emocional ou psicológica de um parceiro. Ela descreve alguém que frequentemente compromete seus desejos e necessidades em favor de outro.

A codependência em um relacionamento vai se parecer com:

  • Ficar calado para evitar discussões;
  • Sacrificar seus desejos e necessidades pelo seu parceiro;
  • Sentir-se rejeitado quando o parceiro faz coisas sem você;
  • Ser incapaz de dizer “não” aos outros;

A codependência existe mesmo quando não se está em um relacionamento romântico.

Como evitar a codependência?

Identifique comportamentos codependentes

A codependência não é uma escolha pessoal. Por ser um comportamento aprendido, quebrar seus padrões de relacionamento é um grande desafio. Estar consciente dos comportamentos codependentes, bem como os esforços intencionais para melhorá-los, farão uma grande diferença.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Construa sua autoestima

A codependência está frequentemente ligada a um sentimento de baixa autoestima. Saber o que você merece é um grande passo para quebrar a codependência. Você pode construir a autoestima por meio:

  • Do uso uma conversa interna positiva;
  • Da identificação do seus traços positivos;
  • De uma lista de virtudes que pode ser vista todos os dias.
  • Do aprendizado de novas habilidades.

Crie e mantenha limites

Ser codependente significa ignorar os próprios limites para agradar um parceiro, mesmo que isso o faça se sentir desprezado. Esclareça o que está OK e o que não está OK para você, e sustente as consequências quando seu parceiro o tratar de uma maneira inaceitável.

Você pode identificar seus limites fazendo a si mesmo perguntas como:

  • Que comportamentos me deixam infeliz?
  • O que eu fiz hoje que não queria?

Pratique a comunicação assertiva

A codependência provoca silêncio, então encontre a sua voz no relacionamento. Você pode praticar a comunicação assertiva:

  • Usando declarações começando com “eu” (ex: eu sinto…);
  • Sendo claro e direto;
  • Explicando seus pensamentos (me sinto assim porque…);
  • Mantendo contato visual e;
  • Estando disposto a manter a discussão até que uma solução seja encontrada.

Seja mais introspectivo

Aprender a não ser codependente envolve: aprender sobre você mesmo e o que significa ser codependente. A introspecção pode vir na forma de perguntas como:

  • Como você cuida de si mesmo?
  • Você se vê dizendo sim para coisas das quais costuma se arrepender mais tarde?
  • Você se sente esgotado emocionalmente, fisicamente ou financeiramente?
  • Você está ressentido com um amigo, ente querido ou parceiro por sua ajuda?
  • Você se negligenciou e se colocou em segundo lugar para outra pessoa?

Construa sua identidade

A codependência faz você se sentir como se fosse apenas uma extensão do parceiro. Ao criar seus próprios hobbies, objetivos e interesses independentes, você recupera sua identidade. Mantenha uma vida e uma identidade separadas de seu parceiro.

Se você não tem certeza por onde começar, filtre seus pensamentos escrevendo um diário sobre:

  • Coisas que te interessam;
  • Objetivos que você teria se não estivesse em um relacionamento;
  • Projetos independentes que você gosta (ex: pintar os armários);
  • Amigos com quem pode se conectar para encontros de café/almoço.

Cultive a calma

Outra maneira de se preparar para o sucesso é trabalhar em uma sensação geral de calma, que ajudarão quando os sinais de codependência aparecerem.

Existem aplicativos, pagos e gratuitos, que oferecem meditações guiadas, relaxamento e respiração. Fazer isso por 5 a 10 minutos diariamente ajuda a trazer um pouco de calma.

O que causa a codependência?

A codependência está fortemente enraizada no aprendizado doloroso e traumático da infância. Quando crianças precisamos, literalmente, de nossos pais ou cuidadores para atender às nossas necessidades, ou não sobreviveremos ou prosperaremos. Quando não suprimos nossas necessidades de maneira saudável, lutaremos para estar perto de outras pessoas na vida adulta.

Situações que levam à codependência adulta incluem:

  • Conviver com um cuidador dependente de substâncias;
  • Famílias abusivas;
  • Pais codependentes;
  • Cuidadores ausentes ou;
  • Ter um pai narcisista.

Codependência e estilos de apego

Os estilos de apego descrevem o quão segura ou insegura uma pessoa estabelece relacionamento com os outros. A codependência está associada a estilos de apego inseguros e que surgem como resultado de necessidades não atendidas na infância. Estar ansioso ou inseguramente apegado a seus pais quando criança torna você mais propenso a ser codependente, já que:

  • Duvidará da capacidade das pessoas em amá-lo;
  • De seu valor próprio e;
  • Da confiabilidade das pessoas em sua vida.

O que é interdependência em um relacionamento?

A interdependência é outra forma de confiança emocional em um relacionamento, onde as ações e os sentimentos de ambos os parceiros afetam um ao outro:

  • A interdependência implica que ambos os parceiros estão igualmente envolvidos emocionalmente;
  • No relacionamento codependente, uma pessoa está sempre dando mais de si mesma do que seu parceiro.

A interdependência está melhor associada à proximidade e ao bem-estar em um relacionamento.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Quando procurar ajuda?

A codependência é vista em relacionamentos unilaterais ou abusivos. Você precisará falar com um Psicólogo se sentir que:

  • Os traços codependentes o mantêm preso em ciclos de relacionamento inúteis;
  • Contribuem para a baixa autoestima e falta de identidade ou;
  • Estão relacionados a experiências da primeira infância.

Palavras finais

Se você acredita que está sacrificando seus desejos e necessidades para ajudar alguém, você pode estar codependente. Estabelecer limites, descobrir o valor próprio e praticar a comunicação assertiva vão ajudá-lo a aprender a passar de um codependente para um interdependente em seus relacionamentos.

Considere buscar um Psicólogo online, ele vai ajudá-lo na recuperação. A recuperação é uma jornada e você não está sozinho.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *