Cabeçalho site

Psicólogo online para vítimas de narcisismo em qualquer lugar do mundo

Início

Artigos

Sobre

Início » Narcisismo » Os narcisistas têm consciência do que estão fazendo?

Os narcisistas têm consciência do que estão fazendo?

Um narcisista demonstrando ter autoconsciência de seus comportamentos

Este conteúdo não foi escrito por inteligência artificial.
Assim, você tem garantia de que ele possui qualidade, precisão e originalidade.


É tentador dar aos narcisistas o benefício da dúvida, especialmente se você estiver apaixonado por um.

Você pode acreditar que eles não têm consciência de seu comportamento destrutivo, bem como seus métodos de manipulação são completamente subconscientes.

Muitas pessoas que sobreviveram a um relacionamento narcisista se perguntavam: “Os narcisistas sabem o que estão fazendo?”

É difícil acreditar que alguém que afirma te amar o trate tão mal intencionalmente.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Os narcisistas geralmente não estão cientes de cada vez que manipulam, criticam ou culpam você por algo que fizeram, mas estão cientes de seu comportamento geral, muito do qual é premeditado.

Os narcisistas são autoconscientes?

Os narcisistas investem tempo e reflexão em suas manipulações, garantindo que elas terão o efeito desejado.

Não há nada de errado com o nível de autoconsciência de um narcisista, mas o problema vem da falta de empatia.

Eles sabem que ao ficarem furiosos irão te perturbar, ou até mesmo levá-lo às lágrimas, mas eles realmente não se importam.

Uma das maneiras mais fáceis de entender o comportamento de um narcisista é compará-lo a um cachorro (não muito lisonjeiro, eu sei, mas tenha paciência).

Quando um cachorro late para você, ele não está fazendo isso para chateá-lo ou mesmo para assustá-lo, mas apenas para que vá embora.

Ele não pensa e nem se importa com o como o latido fará você se sentir, desde que obtenha o resultado desejado.

Os narcisistas se comportam de maneira semelhante.

Eles sabem que o comportamento o perturba, mas não conseguem sentir empatia por essas emoções.

Infelizmente, a autoconsciência dos narcisistas é um pouco diferente da das outras pessoas.

Se nos comportarmos de uma maneira que perturbe outra pessoa ou que seja considerada antissocial, nos esforçamos para mudar e nos tornarmos pessoas melhores aos olhos dos outros.

Os narcisistas não têm esse desejo.

Eles são conhecidos como egodistônicos, o que significa que veem seu comportamento apenas em termos da própria autoimagem e objetivos, para que não desperte a mesma autorrecriminação que causa nos outros.

Os narcisistas sabem que o que estão fazendo é errado?

Todos os narcisistas sabem que o que estão fazendo é errado.

Embora alguns reconheçam o seu comportamento como problemático, outros acreditam genuinamente que suas ações são justificadas porque alcançam determinados objetivos.

Pense assim: um narcisista acredita que é perfeito e superior a todos ao seu redor.

Nos seus anos de formação, ninguém lhes disse que o que estavam a fazer era errado, por isso nunca aprenderam a serem responsáveis ​​pelo próprio comportamento ou a aprender com os seus erros.

Portanto, como os narcisistas se recusam a reconhecer que cometeram um erro, eles não conseguem aprender com eles.

Falta-lhes a autorreflexão necessária para reconhecer o mau comportamento e a motivação para mudá-lo.

Mesmo que reconheçam que fizeram algo errado, eles se recusarão a assumir a responsabilidade, seja subestimando ou culpando outra pessoa por provocá-lo.

Por exemplo, um narcisista sabe que trair o parceiro é errado, mas em vez de admitir isso, transfere a culpa para o parceiro, alegando que a frieza ou desatenção percebida o empurrou para a situação.

Em essência, o grau em que os narcisistas compreendem a ilicitude das suas ações varia muito.

Muitas vezes está interligado com sua autoimagem profundamente arraigada, sua educação e sua capacidade de autorreflexão.

Em geral, a maioria dos narcisistas está ciente de que o seu comportamento é errado, mas não aceita que as regras que se aplicam a todos os outros se apliquem a eles.

Os narcisistas se consideram tão superiores que pensam que podem quebrar as regras e escaparem impunes, fazendo coisas pelas quais outros seriam repreendidos.

Os narcisistas sabem que estão manipulando?

Nem toda manipulação será premeditada, mas os narcisistas estão cientes de seu comportamento manipulador.

Então, “os narcisistas entendem o que estão fazendo?” até certo ponto.

Em alguns casos, eles não estão apenas conscientes do que estão fazendo, mas também têm orgulho disso.

Em outras situações, reagem subconscientemente, usando padrões de comportamento desgastados simplesmente por hábito, e não por intenção consciente.

Manipulação premeditada

Imagine que você está em um relacionamento sério com um narcisista, mas sua necessidade de atenção e validação é tanta que ele está sempre em busca de outras oportunidades para aumentar a própria autoestima.

Depois de alguns meses, ele sente que seu suprimento narcisista está acabando e vai em busca da emoção de um novo contexto.

Ele planeja cada momento, criando estrategicamente uma distância entre ele e você.

Ele instiga discussões sutis, se retrai emocionalmente e começa a plantar sementes de dúvidas sobre a estabilidade do relacionamento.

O narcisista então identifica uma colega de trabalho que demonstrou um interesse amigável por ele e começa a passar mais tempo com ela, dizendo que seu relacionamento com você está em ruínas e insinuando sua vulnerabilidade emocional.

Ele lentamente aumenta o aspecto físico do relacionamento deles, fazendo-a acreditar que esse relacionamento é tudo o que ele sempre quis.

Ao mesmo tempo, ele racionaliza o caso, dizendo a si mesmo que tem todos os motivos para procurar outro lugar, porque você não está lhe dando a atenção que merece.

Quando você finalmente descobre o caso, ele culpa você por sua infidelidade, dizendo que você tem estado emocionalmente distante e negligente.

Este é um exemplo claro de manipulação premeditada.

Seu parceiro não apenas preparou o terreno para sua traição, mas também identificou um alvo, perseguiu-a e justificou o caso para si mesmo, mantendo o papel de vítima em seu relacionamento com você.

Manipulação subconsciente

Um narcisista pode comportar-se inconscientemente num cenário diferente, mas a manipulação será igualmente eficaz.

Imagine que seu parceiro narcisista se sente inseguro no relacionamento e emprega táticas passivo-agressivas para manipular suas emoções.

Quando você diz a ele que vai passar a noite com amigos, ele responde: “Ah, você vai sair com eles de novo? Acho que você realmente gosta mais da companhia deles do que da minha.”

Isso fará você se sentir culpado e em conflito.

As ações do narcisista refletem seus esforços inconscientes para controlar suas emoções, bem como manter uma sensação de segurança no relacionamento.

Seja intencional ou subconsciente, a manipulação narcisista é confusa e prejudicial.

Ela pode ser o produto de um planejamento intencional ou o resultado de seus padrões de comportamento arraigados.

Em ambos os casos, o impacto sobre aqueles que os rodeiam é profundamente prejudicial e emocionalmente angustiante.

Os narcisistas sabem que estão usando você?

Os narcisistas têm alguma autoconsciência, mas não estão em sintonia com as pessoas ao seu redor.

Lembre-se, os narcisistas veem as outras pessoas como extensões de si mesmos, em vez de seres autônomos.

Por isso, acreditam que têm todo o direito de controlá-las e usá-las para atingir seus objetivos.

Isso nos traz de volta à compreensão do narcisista sobre o certo e o errado.

Eles podem saber que é errado alguém trair o parceiro, mas não acreditam que seja errado para eles porque justificaram o comportamento.

Os narcisistas justificam as suas manipulações considerando-as necessárias para a sobrevivência, realização e validação.

Essa perspectiva única permite que eles se desvinculem emocionalmente das consequências de suas ações.

Em vez de verem seus alvos como indivíduos com sentimentos, eles os veem mais como obstáculos em seu caminho.

Esta falta de empatia e incapacidade de verem as coisas do ponto de vista de outra pessoa contribui para os comportamentos manipuladores.

Sob esta luz, as ações dos narcisistas não são percebidas como moralmente erradas na sua própria narrativa interna, e nem sequer consideradas como possibilidade de estarem a causar dano ou dor.

Os narcisistas sabem que são narcisistas?

A maioria dos narcisistas sabe que são narcisistas e se orgulham disso, especialmente à medida que amadurecem.

Eles também sabem que outras pessoas pensam que são narcisistas, mas não se importam e preferem ser admirados do que apreciados.

Os narcisistas minimizam os próprios comportamentos para parecerem mais aceitáveis.

Os narcisistas se consideram maus?

Os narcisistas pensam que as suas ações são completamente justificadas.

Mesmo que alguns deles machuquem outras pessoas intencionalmente, eles não veem necessariamente esse comportamento como errado ou mau.

Se você já se perguntou: “Os narcisistas malignos sabem o que estão fazendo?” A resposta mais precisa é sim e não.

Do seu ponto de vista, eles reconhecem que as suas ações causam danos, mas justificam o seu comportamento com base nas suas próprias necessidades, desejos e visão de mundo egocêntrica.

Esta falta de empatia e a convicção de que as suas ações são justificadas impedem-nos de se considerarem como estando a fazer algo genuinamente errado ou mau.

Em vez disso, eles racionalizam as próprias ações como necessárias ou mesmo justas dentro da sua compreensão distorcida do mundo.

Os narcisistas podem entender o que estão fazendo?

Você pode conseguir que um narcisista desenvolva algum nível de autorreflexão sobre seu comportamento se abordar a situação corretamente.

A maioria dos narcisistas sabe que são narcisistas, mas não vêem isso necessariamente como algo ruim.

Também sabem que o comportamento deles afeta você, mas não conseguem sentir empatia com suas emoções, então não se importam realmente.

Como resultado, é difícil fazer com que um narcisista entenda o que está fazendo, mas se você estiver determinado, confiante em si mesmo e capaz de se manter firme, as seguintes abordagens podem ajudar:

Faça perguntas pertinentes

Quando você testemunhar um narcisista fazendo exigências irracionais, pergunte-lhe: “Você acha que esse pedido é razoável?”, ou “Como você se sentiria se eu pedisse para você fazer isso?”

Segure um espelho na frente do narcisista e incentive-o a olhar seu reflexo e a se ver da sua perspectiva.

Não culpe a pessoa

Acusar um narcisista de ser narcisista parece um confronto e vai levá-lo a ficar na defensiva.

Portanto, concentre-se em exemplos específicos de seu comportamento.

Por exemplo, em vez de dizer “Você é um narcisista”, diga: “Percebi que durante nossa conversa você interrompeu e redirecionou repetidamente o assunto para si mesmo. Acho esse comportamento narcisista e me faz sentir que você não valoriza meus pensamentos ou sentimentos.”

Essa abordagem destaca o comportamento ao mesmo tempo que expressa seus sentimentos, tornando mais provável que ele se envolva em um diálogo construtivo.

Use o humor

Usar o humor ajuda indiretamente um narcisista a compreender seu comportamento, mas sem desencadear sua atitude defensiva.

Livre-se do narcisismo em sua vida!

Psicólogo Emilson Silva com camisa roxa e rindo

Com mais de 12 anos de experiência, já ajudei milhares de pessoas a superarem algum tipo de abuso narcisista.

Digamos que você tenha um amigo que domina consistentemente as conversas com suas próprias histórias.

Isso adiciona um toque lúdico à situação, e fará com que eles parem para considerar seu comportamento.

Também reduz a probabilidade de se sentirem atacados ou ficarem na defensiva, criando um espaço mais aberto para a autorreflexão.


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *