Siga estes passos se quiser aprender a gostar de si mesmo

Mulher se olhando no espelho no meio das flores

Categoria: Autoestima

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Não gostar de si mesmo interfere no seu bem-estar. É uma ocorrência comum que afeta muitos de nós, mas você merece aprender a gostar de si mesmo.

Não gostar de si mesmo causa:

  • Falta de autoconfiança;
  • Interfere em sua capacidade de assumir riscos e;
  • Aproveitar a vida.

Você não vai gostar da vida que leva se não apreciar quem você é.

Publicidade

É normal não gostar de si mesmo?

Não é incomum que as pessoas não gostem de si mesmas. Normalmente isso acontece por causa de padrões de pensamento e sentimentos negativos.

Elas tem uma sensação de vergonha sobre quem são, sendo extremamente desafiador acreditar em algo bom sobre si mesma.

Às vezes, as pessoas não gostam de si mesmas porque não vieram de uma família que lhes fornecia apoio ou carinho quando crianças. Assim, tem baixa auto-estima e falta de compaixão por si mesmas como resultado.

Essa falta de autoconfiança pode leva a agradar os outros em troca de validação e limites porosos.

Como começar a gostar de si mesmo?

Você não sente amor por si mesmo agora, mas precisa tomar medidas para que isso aconteça.

Leia também:  Por que as pessoas se comparam umas com as outras?

Algumas dessas medidas incluem:

Cuide de você

O exercício regular e uma dieta saudável melhoram a saúde e o bem-estar geral.

Estabeleça uma meta de horas de atividade física moderada por semana. Isso inclui fazer caminhadas, praticar ioga, participar de uma aula de ginástica, andar de bicicleta etc.

Embora o exercício e a alimentação saudável sejam essenciais para o seu bem-estar, você também precisa se sentir bem com sua aparência. Isso inclui vestir-se de uma maneira que você se sinta confortável e confiante.

Identifique seus pontos fortes

Mudar seu processo de pensamento e se focar nos pontos fortes fará se sentir melhor e liberará um pouco da negatividade.

Faça um diário sobre as coisas que gosta e no que você é bom, de modo a ter algo positivo para olhar para trás quando estiver se sentindo para baixo. Você também pode ligar para um amigo e perguntar a opinião dele.

Expresse gratidão por quem você é

Praticar a gratidão abraçando seus dons, habilidades e a própria vida vai ajudá-lo a aprender a gostar de si mesmo.

A gratidão permite que você se concentre nos aspectos positivos de sua vida, em vez de pensar em coisas que gostaria que fossem diferentes.

Agradeça a si mesmo por movimentar seu corpo hoje, se alimentar, ir trabalhar, regar suas plantas, fazer sua cama, etc.

Você faz mais do que imagina, e vale a pena tirar um segundo para agradecer a si mesmo por tudo o que faz. Você também pode tirar um momento para agradecer ao meio ambiente e às pessoas que dão sentido à sua vida.

Evite se comparar com os outros

Comparar-se com os outros leva a não gostar de si mesmo.

Comparar-se diminui sua autoconfiança e faz com que você questione seu próprio valor. Você provavelmente notará uma melhora em como se sente em relação a si mesmo se trabalhar na interrupção das comparações.

Limite a exposição nas mídias sociais

Se você se comparar com as pessoas nas redes sociais, lembre-se de que está se comparando com o que elas querem que você veja.

Leia também:  Medo da rejeição: sinais, efeitos e como superar

Muitas fotos são editadas para ficarem perfeitas, e comparar-se é injusto. Limite sua exposição nas mídias sociais, caso isso se torne um problema em sua vida.

Até mesmo tirar um dia da semana para se distanciar das redes sociais e se concentrar no mundo real ajuda a lembrá-lo de que o que acontece nas redes sociais, em última análise, não importa.

Concentre-se nos pensamentos positivos

Um processo de pensamento negativo leva a não gostar de si mesmo.

Você deve mudar seu processo de pensamento e se concentrar no pensamento positivo, de modo a encontrar um território neutro. O pensamento positivo leva a amar a si mesmo, mas dê um passo de cada vez.

Você deve substituir pensamentos negativos por positivos, promovendo uma visão otimista da vida. Isso vai aumentar a autoconfiança e ajudá-lo a se sentir melhor sobre quem você é.

A ruminação, ou análise e foco no trauma ou em um evento passado, leva a pensamentos autocríticos. Mudar sua mentalidade e focar no pensamento positivo nesses casos é essencial.

Essa mudança de pensamento parece forçada no início, mas tudo bem. Mantenha o foco no positivo.

Seja gentil com os outros

Ser gentil com os outros vai ajudá-lo a gostar mais de si mesmo.

Atos de bondade melhorarão sua autoconfiança, porque se sentirá uma pessoa gentil e generosa. Sem atos de bondade para com os outros, sua auto-imagem pode despencar, levando a não gostar muito de si mesmo.

Cerque-se de pessoas positivas

Passar tempo com pessoas críticas que te fazem se sentir mal não é benéfico.

Isso interfere em como você se vê. Deixar de lado qualquer pessoa que faça você se sentir indigno vai ajudá-lo a aprender a gostar de si mesmo.

Considere dedicar um tempo para desenvolver um grupo de amigos que apoie você e seus sonhos. Eles podem oferecer críticas construtivas porque querem ver você se sair bem.

Leia também:  Sentir-se inadequado pode ser sinal de complexo de inferioridade

Concentre-se nas pessoas que querem o melhor para você, e passe menos tempo com pessoas negativas.

Estabeleça metas pequenas e alcançáveis

Alcançar metas fará com que você se sinta melhor consigo mesmo, ajudando a aprender a gostar de si mesmo.

Também ajuda a prepará-lo para o sucesso futuro, pois você sabe que pode alcançar seus objetivos.

Defina pequenas metas que sejam facilmente alcançáveis ​​enquanto ainda se desafia. Isso vai ajudá-lo a reconhecer seus pontos fortes e amar quem você é.

Cada vez que atingir seu objetivo, aumente o que deseja alcançar em seguida. Progredir em incrementos é uma ferramenta poderosa e ajuda a mantê-lo motivado.

Pratique a autocompaixão

Praticar a autocompaixão é benéfico para o seu bem-estar e processo de pensamento.

Você experimentará mais positividade na vida, contribuindo mais com o gostar de si mesmo. A autocompaixão envolve ser gentil consigo mesmo, praticar a atenção plena e focar na humanidade.

Faça terapia

A terapia vai ajudá-lo a reconhecer hábitos de pensamento negativo que são imprecisos ou prejudiciais.

Também vai ajudá-lo a desenvolver métodos de enfrentamento para aliviar o estresse e se concentrar nas partes positivas de sua vida. Um Psicólogo vai ajudá-lo a reconhecer questões específicas que contribuem para você não gostar de si mesmo.

É comum as pessoas não gostarem de si mesmas, mas é possível trabalhar em direção a um estilo de vida mais positivo e essas dicas vão ajudá-lo a ter um estilo de vida melhor.

Você merece amor próprio e pode alcançá-lo concentrando-se na autocompaixão e no pensamento positivo.

Comece com uma ou duas dicas antes de passar para outras ideias. Você também pode implementar tudo de uma vez. De qualquer forma, você notará uma mudança positiva em sua vida as essas etapas anteriormente descritas.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *