Como lidar com um parceiro que espera a perfeição?

Um fio de cabelo sendo cortando rente a altura de um gramado

Categoria: Perfeccionismo

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Ao buscar um relacionamento, é comum que as pessoas comentem sobre um parceiro perfeito. Normalmente, quando usam esse termo, elas se referem a alguém que exibe certas características desejáveis, como confiabilidade, humor e atratividade, entre outras coisas.

No entanto, desejar certas características em um parceiro é uma coisa, estar em um relacionamento com um perfeccionista é outra.

Estar em um relacionamento com um perfeccionista é desafiador. Não porque ele não seja digno de amor, mas porque a rigidez de sua mentalidade e suas expectativas altíssimas tem um impacto devastador no relacionamento.

Ninguém é perfeito

Essa expectativa, seja de nós mesmos ou de nossos parceiros, sabota o sucesso relacional. A tendência de estabelecer padrões excessivamente altos de desempenho, combinados com autoavaliações excessivamente críticas prediz a solteirice.

Leia também:  9 sinais de que você pode ser um perfeccionista

Ou seja, pessoas perfeccionistas experimentam desafios sociais que atrapalham o desenvolvimento de relacionamentos estáveis ​​e solidários, incluindo os relacionamentos românticos.

Outro fator que interfere na qualidade dos relacionamentos é o perfeccionismo diádico, definido como uma forma de perfeccionismo expresso nos relacionamentos amorosos, com foco em ambos os membros. Há uma associação muito negativa entre perfeccionismo diádico, qualidade do relacionamento e satisfação romântica.

Como ajudar parceiros perfeccionistas?

O mundo e a perspectiva do perfeccionista é tão rígido que não há espaço para erros e ameaças de dor emocional. Alguém vai se sentir ressentido, controlado, sufocado e sozinho, mesmo amando um parceiro perfeccionista.

Sendo assim, o que se pode fazer quando alguém está em um relacionamento com um perfeccionista?

Demonstre curiosidade

O mundo interior de um perfeccionista é complicado pois, apesar da rigidez, ele é desorganizado. Ao observar o parceiro, você consegue demonstrar curiosidade pelo seu mundo? Tornar-se curioso para conhecer seu mundo interior é um bom primeiro passo para desembaraçar parte da rigidez que bloqueia a conexão.

Tenha compaixão

Todos nós já experimentamos dor e, da mesma forma, adotamos certas formas de proteção, sempre na esperança de nunca mais senti-lá. Os perfeccionistas aprenderam que ter um bom desempenho e fazer o possível para evitar erros ajuda a sentir menos dor no mundo.

Leia também:  10 sinais de problemas com o perfeccionismo

É importante compartilhar com um parceiro perfeccionista que ele não precisa ter um bom desempenho para estabelecer uma conexão com você. Transmitir a sensação de segurança emocional é fundamental para que um parceiro perfeccionista aprenda que não há problema em deixar a parte performática descansar.

Estabeleça limites

Como os perfeccionistas são críticos de si mesmos, você também já deve ter recebido suas críticas. É importante ser claro em relação ao que está bem, ou não, nos padrões de interação entre vocês.

Compartilhe com ele quando sentir que um limite emocional foi ultrapassado. Há momentos em que seu parceiro perfeccionista estará tão consumido por sua própria experiência que não perceberá que foi rude ou que passou dos limites.

Incentive-o a comemorar

Ainda que o perfeccionista se esforce e se concentre constantemente no desempenho, muitas vezes não conseguirá comemorar quando as coisas vão bem. Em vez de aproveitar o momento, o que ele experimenta é uma breve sensação de alívio das pressões de sua voz crítica interna.

Leia também:  Você é uma pessoa amaldiçoada pelo perfeccionismo?

Além disso, como o perfeccionista é competitivo com seu parceiro, é bastante difícil para ele comemorar as realizações ou os momentos alegres da relação.

Lembre-o que não há problema em celebrar a relação. Esse lembrete vai ajudá-lo a desacelerar um pouco e aprender, com o tempo, que a necessidade de desempenho não precisa ser uma parte contínua do relacionamento.

Publicidade

Convide-o a assumir um risco

O perfeccionista é um profissional na procura por ameaças, e não costuma correr riscos emocionais. Infelizmente, isso torna difícil para ele experimentar proximidade e uma sensação de intimidade. O que você vai descobrir é que ele se esforça para manter o controle de suas emoções, além de ser um pouco fechados.

Convide-o a assumir um risco emocional com você, a compartilhar seus anseios, desejos e medos. Assegure-lhe que você é uma pessoa confiável, e deixe-o saber que você gostaria de poder fazer o mesmo.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *