9 dicas para superar um divórcio

Coração de papel pendurado em uma corda e rasgado ao meio

Categoria: Divórcio

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

9 dicas para superar um divórcio. Você está enfrentando, ou já passou por todos os estágios do amor e decidiu que está pronto para terminar seu casamento e se divorciar? Você se pergunta o que vai acontecer depois e o que tudo isso significará?

Embora cada casamento seja único, existem alguns aspectos em comum que acontecem com todos após um divórcio. Saber como identificar e viver cada um deles o ajudará a chegar a uma solução mais pacífica.

O divórcio é uma das transições mais estressantes pelas quais passamos. Felizmente há mais consciência agora do que antes, e as pessoas estão mais dispostas a falar sobre suas experiências pessoais. Isso facilitou o modo como as pessoas lidam com esse momento difícil.

Veja algum dos estágios pós-divórcio:

Rendição

Você fez tudo ao seu alcance para resgatar seu casamento e o divórcio é sua única escolha. No entanto, há aquela última coisa com a qual você está tendo problemas: render-se à realidade de que seu relacionamento acabou.

Não importa como seu divórcio começou, se por uma escolha individual ou de ambos, ainda há uma parte de nós que leva isso para o lado pessoal, culpa o outro ou está presa na negação.

Dica: Deixe de lado a culpa e acusações dirigidas a você ou ao seu parceiro. Aceite que você fez tudo ao seu alcance para que seu relacionamento funcionasse e se decidiu pelo divórcio. Abrace a si mesmo, seu parceiro e a escolha que você fez. Com a entrega vem a serenidade e a clareza. Ao abrir mão da culpa, você se verá navegando nessas águas difíceis com paz de espírito.

Leia também:  Como fazer um ex namorado se apaixonar por você novamente?

Você é você

Embora a taxa de divórcio seja alta, você é você e o divórcio é seu. Ouvir histórias de dar pesadelos sobre o divórcio não vai ajudá-lo a manter a cabeça limpa. Em vez disso, procure histórias de sucesso

Dica: Concentre-se em sua própria situação e seu próprio estilo de pensamento. Aquilo em que você se concentra cresce. Portanto, se você espera dificuldade pela frente, certamente encontrará. Fique com os pés no chão. Se você está empenhado em completar seu divórcio com dignidade, clareza e respeito, em relação a você e seu parceiro, provavelmente terá muito mais facilidade.

Defina prioridades

Bom se houvesse uma fórmula fabulosa para navegar por todos os estágios comuns do pós-divórcio, mas não há. Cada um de nós é diferente e também nossas prioridades são diferentes.

Não fique preso ao que a outra pessoa fez ou o que funcionou para os outros. Você deve ter suas próprias preferências e suas ações refletem quem você é.

Dica: Descubra suas prioridades e siga seu plano. Depois de identificar suas prioridades e valores, elabore um plano de ação que o manterá focado no que é importante para você. Dessa forma, você será capaz de se concentrar em quem você realmente é, mesmo diante da adversidade.

Esqueça os conselhos sobre divórcio de amigos e familiares

Você pode ter um círculo fabuloso de amigos e uma família que o apoia. No entanto, seja cauteloso ao aceitar seus conselhos sobre o divórcio. Embora seja motivado pelos seus melhores interesses, também é contaminado pelas experiências e expectativas deles para você, que podem não ser realistas.

Por exemplo, um amigo que teve problemas financeiros pode sugerir que você fique com seu parceiro pelos benefícios que o dinheiro pode trazer. Outro, que é forte financeiramente e apoiou um parceiro, pode sugerir que você está melhor sozinho. O conselho deles sobre o divórcio, embora genuíno, reflete as circunstâncias deles, não as suas.

Dica: Obtenha conselhos sobre divórcio de um profissional treinado. Leia livros e artigos de especialistas que o incentivam a encontrar o equilíbrio e o que é certo para você. Lembre-se, você é você. Você deve decidir, de acordo com suas prioridades e valores, o que quer e o que é apropriado.

Publicidade

Faça acontecer

Em todo divórcio chega-se em um ponto em que você pode se sentir paralisado. Surgem dificuldades em seguir adiante e parece que não se pode fazer mais nada. Esteja preparado para isso. Ninguém pode prever quando isso pode atingir você.

Leia também:  Por que não confiar na mente ao ter o coração partido?

Dica: Deixe-se ser humano. Mesmo o divórcio mais agradável é cheio de emoções e aborrecimentos. Você está encerrando uma parte de sua vida e deve se lembrar, não importa o que aconteça, de amar a si mesmo. Lembre-se de que, mesmo que você queira mostrar uma fachada forte, vale a pena deixar todas as suas emoções virem à tona. Esteja sempre ciente de como você está se tratando.

Confie em si mesmo

Quantas vezes duvidamos de nós mesmos e até nos traímos? Quando não confiamos em nós mesmos, nos desviamos das coisas importantes e nos ferimos.

Dica: Confiar em si vem de dar todos os passos certos em sequência. Assim, você pode tomar as decisões certas no momento certo. Definir suas prioridades e valores no início do divórcio estabelece a base para as decisões que você toma em cada momento posterior. Faça o trabalho e depois confie que o fez com integridade e honra.

Esqueça a vingança

Todos nós não pensamos em fazer algo por vingança, seja queimando as roupas, sequestrando o gato ou cortando os pneus do carro. Temos o poder de sermos vingativos e, às vezes, pensamos que a vingança tem um gosto bom.

Leia também:  Quanto tempo leva para superar um ex?

Dica: Pense novamente! Você realmente quer esse tipo de carma? Eu acho que não. Deixe que o carma faça o trabalho sujo enquanto você permanece ereto, com a cabeça erguida.

Quem é o novo você?

Passar pelos estágios pós-divórcio é uma transformação em si. Apesar de todas as decisões que você terá que tomar, no final você se deparará com uma pessoa que talvez nem conheça. As pessoas se comportam de maneira diferente como casal e sozinhas. Isso não é bom nem ruim. Esteja preparado para se perguntar quem você se tornou.

Dica: Pergunte a si o que descobriu ao passar pelos estágios do pós-divórcio. Seja um observador objetivo, avaliando-se sem julgamento. O que você diria? Você sabia que era tão resistente?

Quais partes de você você poderia melhorar (lembre-se, sem julgamentos). Seja honesto e neutro. Esta é uma boa chance de descobrir quem você realmente é.

Aceite o novo você

O estágio 9 é a soma de todos os estágios, onde você descobre o novo você e a direção que deseja tomar em sua vida. Como você pode abraçar totalmente o novo você?

Dica: Quer você queira ou não, um novo você veio à tona durante esses estágios do divórcio e, acredite, você pode se alegrar com ele. Diga adeus ao antigo e entregue-se ao novo! Você é você, seu próprio indivíduo.

Você pode encontrar novas prioridades, avaliar as expectativas dos outros e elaborar um novo plano de ação enquanto se mantém longe da vingança.

Estes são momentos mágicos de autodescoberta. Invista tempo em se nutrir e fazer sua nova vida acontecer. Confie em si mesmo, respeite-se e, acima de tudo, apaixone-se pelo novo você.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *