O perfeccionismo deixa você socialmente desconectado

Celular com a tela rachada e escrito error 404

Categoria: Perfeccionismo

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

A vida não é mais como a conhecemos, e se você se sente socialmente desconectado as coisas podem ser ainda piores. A pandemia do coronavírus se espalhou pelos continentes e nos impediu de experimentar a vida como normalmente faríamos.

O distanciamento social está em pleno vigor. A sensação de estar socialmente desconectado está afetando nossa saúde física e mental e, sem surpresa, muitos de nós estamos nos sentindo mais solitários do que nunca.

Somos seres sociais. De uma perspectiva evolucionária, as relações sociais foram essenciais para nossa sobrevivência, e ainda são. Na verdade, a conexão social é um dos aspectos mais fundamentais da vida humana e é vital para o nosso bem-estar.

Sentir-se socialmente desconectado ou negligenciado pelos outros não apenas provoca estados emocionais dolorosos, mas também frustra uma necessidade humana básica: a necessidade de relacionamento.

Publicidade

No entanto, assim como a sede age como um sinal para que bebamos água, os estados emocionais dolorosos servem de sinal para buscarmos uma maior conexão com os outros.

Leia também:  9 sinais de que você pode ser um perfeccionista

Conexão social é fundamental para nossa sobrevivência

A conexão social tem uma influência poderosa na saúde e na longevidade. Pessoas que se sentem mais conectadas a outras, por exemplo, apresentam menores taxas de:

  • Depressão;
  • Ansiedade e;
  • Menor risco de suicídio.

No entanto, os efeitos negativos da sensação de estar socialmente desconectado não são apenas emocionais. Eles também afeta negativamente nossa saúde física, incluindo:

  • Pressão alta;
  • Hormônios do estresse elevados e;
  • Função imunológica prejudicada.

O perfeccionismo e a sensação de estar socialmente desconectado

Alguns traços de personalidade dificultam o envolvimento em relacionamentos interpessoais estáveis, e um deles é o perfeccionismo.

Perfeccionismo é um traço de personalidade que envolve o estabelecimento de padrões irracionais, acompanhado por uma autocrítica severa.

Embora eles sejam movidos por necessidades relacionais extremas e frustradas para obter aprovação e aceitação, existem vários motivos pelos quais o perfeccionista é responsável por sentir-se socialmente desconectado.

  1. O perfeccionista se submete a esforços incessantes, envolvendo um foco individualista desequilibrado na obtenção de realizações. Ele valoriza a competição em vez da colaboração. Sua fixação em competição e realização tem um custo, pois ele evita formar relacionamentos significativos com outras pessoas;
  2. O perfeccionista também é mais propenso a se sentir socialmente desconectado porque exibe crenças disfuncionais e irracionais em relação às suas relações sociais, ao lado de uma elevada sensibilidade interpessoal. Uma hipersensibilidade a encontros interpessoais e uma incapacidade percebida de agradar os outros deixa o perfeccionista cronicamente predisposto à desconexão social subjetiva. Isso é importante porque a desconexão social subjetiva é um indicador muito mais forte de resultados adversos para a saúde do que a desconexão social objetiva.
Leia também:  Razões pelas quais você deve parar de buscar a perfeição

Uma pessoa com altos níveis de perfeccionismo corre o risco de apresentar sintomas depressivos e ideação suicida porque experimenta intenso sentimentos de isolamento, alienação e solidão.

A dor emocional por estar socialmente desconectado

A dor psicológica que resulta da sensação de estar socialmente desconectado pode ser incrivelmente profunda. Na verdade, as experiências de rejeição e exclusão social são consideradas algumas das experiências mais dolorosas que podemos suportar, e são sentidas de forma mais aguda pelo perfeccionista.

A dor profundamente perturbadora da rejeição faz com que os perfeccionista esteja altamente sintonizado com a necessidade de conexão social, resultando na intensificação de comportamentos perfeccionistas.

No entanto, as percepções do perfeccionista é frequentemente distorcida, de modo que ele vê os outros como perpetuamente desapontados, excessivamente críticos e rejeitadores. Do outro lado os outros consideram o perfeccionista como ingênuo, frio ou distante.

Leia também:  Como lidar com um parceiro que espera a perfeição?

Infelizmente, o comportamento do perfeccionista é contraproducente, o que significa que ele realmente cria uma maior desconexão social dos outros.

Na pandemia atual, o perfeccionista dá mais atenção à formação e manutenção de relacionamentos íntimos, que são essenciais para uma existência significativa e está profundamente presente em nossa constituição evolucionária.

Talvez agora, mais do que nunca, possamos estender a mão para outras pessoas e formar um senso de solidariedade e conexão.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *