Como saber se você precisa começar a fazer terapia online?

Homem oriental usando fones de ouvido e sentado em uma mesa branca, e olhando para a tela de um notebook branco da apple

Categoria: Terapia online

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Importante: este artigo é meramente informativo e insuficiente para um diagnóstico definitivo. Sendo assim, é recomendado agendar uma consulta sobre seu caso em particular.

Publicidade
Início do artigo

Em um momento em que todos sentem o peso de uma crise econômica e de saúde global, manter o controle sobre os detalhes do próprio bem-estar mental parece o de menos.

Ainda assim, há uma diferença entre sentir tristeza pelo estado atual do mundo ou sentir-se um pouco desanimado por causa de uma rotina interrompida e lutar para funcionar diariamente, ou mesmo ceder a tendências autodestrutivas.

Pode haver dias, semanas ou meses de bloqueio, e isso é essencial para preservar sua saúde mental. Veja como saber se precisa de ajuda profissional por meio da consulta psicológica online:

Passe alguns momentos por dia examinando como você está se sentindo

O primeiro passo para descobrir se você precisa de terapia online é adquirir o hábito de prestar atenção em como está se sentindo. Faça check-in em seu corpo para avaliar sua resposta ao estresse perguntando-se:

  • Meu coração está batendo muito rápido?
  • Estou me sentindo enjoado?
  • Estou tendo problemas para respirar?
Leia também:  As perguntas mais comuns sobre psicoterapia

Em seguida, avalie seus pensamentos e emoções, observando a diferença entre ter um pensamento ou preocupação negativa ocasional e “ficar preso a pensamentos negativos ou ansiedades futuras”. Pensamentos estes que você não consegue mudar ou controlar.

Avalie como suas ações estão afetando você e os outros. Se você está atacando entes queridos ou pensando em se machucar, esse é um grande sinal de que você precisa conversar com alguém.

Publicidade

Finalmente, tenha empatia consigo mesmo. Reconheça que se você tentar se ajudar e não funcionar, ou achar que as preocupações estão demais e afetando sua qualidade de vida, então é hora de começar a fazer terapia online.

Se você já faz a acompanhamento de forma presencia, pode aprender como fazer a transição da terapia presencial para online.

A terapia online pode ajudá-lo a lidar com os problemas, incluindo:

  • Ansiedade;
  • Depressão ou;
  • Abuso de substâncias.

Observe qualquer comportamento autodestrutivo

Se você está se envolvendo em comportamentos autodestrutivos consistentes e o padrão continua se repetindo, é um sinal de que você precisa de terapia online.

Muitas vezes recorremos a certos mecanismos de enfrentamento prejudiciais ao lidar com problemas de saúde mental. Um exemplo é beber em excesso, que teve um aumento significativo durante a pandemia.

Acordar com uma ressaca consistente pode levar à ansiedade generalizada, que acontece quando a abstinência da bebida intensifica os sentimentos de ansiedade preexistentes.

Se você perceber que o que está fazendo para lidar com a situação o faz se sentir pior, e assume um padrão do qual você está tendo problemas para se desvencilhar, isso pode significar que é hora de procurar a terapia online.

Leia também:  É normal ficar ansioso ao ir pela primeira vez no Psicólogo?

Se você repete um padrão, arrepende-se e não há mudança, então isso indica um vício que começa a controlar sua vida.

E o mais importante! Se você já pensou em se machucar, é absolutamente necessário procurar atendimento profissional o mais rápido possível.

Observe o custo da exaustão digital

O aumento no uso dos equipamentos eletrônicos decorrentes do fato de estar preso em casa pode levar ao esgotamento digital e emoções negativas.

Expor-se regularmente a histórias de destruição iminente em seu feed de notícias, comparar o que você está fazendo em quarentena com o que outras pessoas que você segue estão fazendo, e enviar mensagens de texto constantemente para amigos e familiares igualmente estressados ​​pode aumentar a irritabilidade e torná-lo mais propenso a atacar ou isolar-se ainda mais.

Além disso, o aumento do tempo sozinho pode levar a ruminação de ideias prejudiciais. Você pode se flagrar imaginando os piores cenários, afastando-se de seus entes queridos (mesmo virtualmente), sentindo-se deprimido com frequência ou se irritando por causa de assuntos sem importância.

Se for esse o caso, considere falar com alguém, que não seja seu chefe, ou um amigo ou membro da família, para ter uma perspectiva de tudo que está acontecendo em sua cabeça.

Leia também:  Quando os mecanismos de defesa interferem na terapia

Como iniciar a terapia online

Encontrar um Psicólogo online é um processo semelhante a procurar um Psicólogo na vida real, exceto que agora as consultas são feitas por meio da vídeochamada, com sessões realizadas por telefone ou vídeo.

Comece com referências, seja de amigos que já estão em terapia ou por avaliações do profissional na internet. Se precisar veja mais como é a primeira consulta com um Psicólogo online.

Depois de encontrar seu Psicólogo, é uma boa ideia primeiro falar sobre seus sintomas e seus objetivos de terapia no início, para que você possa encontrar um Psicólogo que seja a melhor opção para você.

Verifique para ver no que eles se especializaram, seja em tratamento de abuso de substâncias, relacionamentos ou ansiedade. Você também deve perguntar como é a abordagem deles para ajudá-lo a resolver problemas, visto que existem vários métodos de terapia por aí.

Para melhorar ainda mais na escolha do seu Psicólogo online, veja essas 6 dicas para aproveitar melhor a consulta psicológica online.

Sobre o autor: Emilson Lúcio da Silva

Avatar de Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Artigos relacionados

Avatar do Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Autor: Psicólogo Emilson Lúcio da Silva

Emilson Lúcio da Silva é Psicólogo desde 2012. Ele possui o título de especialista pelo Conselho Federal de Psicologia e é reconhecido como uma autoridade na área de saúde mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *